Pin It button on image hover

terça-feira, setembro 29, 2015

Fendi Donna eau de parfum - Fendi


Inebriante do princípio ao fim não nega a suntuosidade palaciana que lembra tons róseos de mármore, porcelana fina leitosa, requintada em filigramas dourados.
Início adocicado e quente onde especiarias atravessam flores num equilíbrio delicado que não facilita a distinção.
Condimentos poderiam refletir cálido coentro ou o picante cardamomo, praticamente um gengibre, embora entre uma e outra ondulação afirme-se o cravo da índia.
Flores em profusão.
Todo um bouquet perfumado e competitivo de cada flor querendo revelar antes sua doçura e intimidade.
Ylang ylang cativa o olfato imediatamente, embora a rosa exale seu fascinante aroma, ambas seguidas de jasmim, lírios no seu delicado frescor, talvez gerânios e íris.


Não há dúvida que o enlace mais poderoso é estabelecido entre as duas primeiras,  doces e sofisticadas.
Digno de ambientes refinados, luzes de crepúsculos, intensidade noturna onde se faz ouvir o burburinho de festas regadas a cocktails de bourbon, ou cristalinas e borbulhantes taças de champagne.
Evolui forte na vocação floral chypre, revelada desde o inicio, afirmando-se num conjunto de notas amadeiradas, incensadas, onde odor característico, de frescor contido, que existe no musgo-de-carvalho, associa-se a resinas indefinidas
Acordes de base denotam a presença de cedro, sândalo, aveludado âmbar e naturalmente o almíscar abaunilhado. Nesta fase há presença de  acento empoeirado, semelhante a talco.
Luxo para os sentidos faz aflorar a sensação de feminilidade madura, elegante, dominante.
Provoca a vontade de se cobrir de sedas e de algum adereço dourado, notável pela discreta elegância, não pelo brilho ostensivo.
Fendi Donna por si só é suficientemente provocativo. Ilumina e impressiona pela sillage perturbadora.
Perdura, acarinha nos acordes finais, suavemente amadeirados, que ainda conservam leves resquícios das flores do início.


Numa sonhada visita a Roma usarei Fendi para visitar uma galeria de arte, contemplar uma Igreja centenária, em seu esplendor renascentista, ou simplesmente saborear uma taça de frascati di Lazio come una donna di mondo.

Similaridades
Não existe grande similaridade, cada qual tem sua essência ou espírito, mas quem aprecia Le Baiser du Dragon, Knowing, Diva tem grande probabilidade de encantar-se por Fendi Women. E vice-versa. Apreciadores indicam em revista on line a semelhança com Le parfum de Sonia Rykiel, KL de Karl Lagerfeld e Luciano Soprani de Luciano Soprani



Família Olfativa: Chypre floral, 1985
Gênero: feminino
Designer: Fendi
Rastro: Intenso
Fixação: Ótima
Pirâmide Olfativa
  • Topo - Coentro, aldeídos, cardamomo, tangerina, bergamota, limão, pau-rosa brasileiro.
  • Coração - Rosa, ylang ylang, jasmim, cravo, lírio-de-maio, cipreste.
  • Base - especiarias, couro, madeira de sândalo, tonka bean, âmbar, patchuli, vetiver, cedro, musgo-de-carvalho, almíscar.
Comentário V.I.P.
Gosto
Fendi Donna me passa a impressão de ser um bouquet de flores brancas embalado em nada menos que finíssima camurça caramelo. Assim a explosão cremosa e floral encontra a maciez e a profundidade do cheiro da embalagem desde o primeiro momento. É macio e gentil como um abraço, quente e doce como um beijo, evolui calma e discretamente como uma dança lenta em que o mesmo tema soa até o final. E, não só as mulheres, eles podem usá-lo perfeitamente; destaca o lado mais intuitivo, mais sutil. Apesar de não se poder colocá-lo no calor, apesar de evoluir pouco, apesar de passar do ponto com uma borrifadinha a mais, apesar de tudo isto serem apenas impressões, a riqueza e a elegância deste perfume o tornam um dos mais adoráveis que conheço.

Aretê

Arte Irmã: Dio Come Ti Amo - Gigliola Cinquetti



Imagens: Publicidade Fendi - couleurparfums e Piazza San Pietro - Roma - by Gaston Batistini

Resenha reeditada - Postagem original em04 de abril de 2009, sábado.


2 comentários:

  1. Amo este perfume! Saudades de ti amiga Betty. Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lineeee! Tenho acessado pouco a internet. Tempos bicudos, muitas noticias ruins, crise e crise...nem tenho escrito. Fendi deixou saudades. Maravilhoso. Um pecado a cisão familiar/econômica na grife que desencadeou a retirada das fórmulas clássicas.Beijocas e saudades amiga.

      Excluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!