Pin It button on image hover

sexta-feira, junho 12, 2015

L'Extase eau de parfum - Nina Ricci


Espírito da Fragrância
Fantasias correm solto nas mentes masculinas.Curiosas, geralmente de provocação fácil e previsível.
Assim diz a tradição.
Entretanto existe um caminho insondável nas mentes femininas que mistura sutilmente o  despertar dos sentidos com searas românticas e criativas.
Num efêmero momento faz-se sentir o gume afiado da mente entrelaçada ao coração e a provocação do corpo.
Intensidade que transforma  devaneios em realidade quase palpável.


L'Extase eau de parfum de Nina Ricci traduz esta ilusão apaixonada e excitante seduzindo em calor transcendental doce e provocativo.
Decididamente oriental a fragrância se revela envolvente, feminina e intensa conduzindo a imaginação por muitos caminhos; mesmo que esta história seja contada no espaço ínfimo de um elevador, clássico do folhetim erótico.


Percepção Pessoal
Conhecer o aroma  antes da campanha publicitária, sem ter lido ou ouvido nenhum comentário, foi útil, pois pude perceber claramente a mulher que veste esta fragrância.
Características físicas ou de estilo não importam, desde que haja feminilidade e alguma paixão. Nada de sombrio, obscuro ou  censurável. Apenas a aura sadia e feminina de sensualidade, da mulher que se permite sonhar e desejar. Uma versão moderna e isenta de pecados da Belle de Jour.
Doçura cálida, toques de frescor,  aroma que convida e pede proximidade me parecem o abstrato transcrito pelas notas aromáticas.
Oficialmente é descrito em duas fases:


- Do acorde floral rico e apimentado que reúne rosas vermelhas, brancas, jasmim e aroeira 
- Acorde oriental quente e profundo com benjoim do Sião, cedro da Virginia, almíscar e âmbar.
Sim,  a  evolução sugere todas estas notas. Contudo em momentos diferentes do percurso elas revelam facetas  que multiplicam a percepção olfativa. Pode parecer frutado, levemente cítrico e fresco, e imediatamente  mostrar flores insinuantes, variedade de almíscares e ambares  na doçura do benjoim, baunilha, madeiras e temperos exóticos.
Frutas delicadamente ácidas, doces, flores brancas e pimenta rosa formam combinação harmoniosa. O dulçor de benjoim e âmbar branco são evidentes, porém enriquecidos em toques bem dosados de baunilha e açúcar.


Prós e Contras.
Atende aos padrões tradicionais das ambaradas fragrâncias orientais, que findam suavemente numa  perfumada nuvem de talco. Contudo as notas de sempre estão orquestradas de forma original, com encantadoras  e sutis diferenças.
Silage poderosa  e fixação prolongada denotam a qualidade de matéria prima.
É intenso e marcante.
Frasco bonito, colorido, inspirado nas clutchs dos arquivos Nina Ricci.


Ficha Técnica
Família Olfativa: Floral amadeirado, 2015
Gênero: Feminino
Perfumista: Francis Kurkdjian
Designer: Nina Ricci
Rastro: Intenso
Fixação: Ótima
Campanha: Modelo Laetitia Casta
Pirâmide Olfativa:

  • Topo - Aroeira
  • Coração - Rosa, flores brancas
  • Base - Benjoim do Sião, Cedro da Virgínia, almíscar, âmbar
  •  
Arte irmã
Encontraria eco  nos versos da poetisa portuguesa Florbela Espanca

Vídeo:
 

2 comentários:

  1. Opa, lançamento criativo fora do atual "songa-monga"!? Correremos à caça deste Nina sensual inspirador, Beth... Pela sua (sempre linda) descrição, parece coisa fina! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Priscila. Ultimamente nada chama minha atenção. Tanto que nem tenho resenhado. Desta fragrância eu gostei. Compraria, usaria... Não é inovadora. Dificilmente alguém "criará" um aroma novo, todos redundantes, mas ela é muito gostosa. E de "songamonga" não tem nada. heheheheh. Bjocas

      Excluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!