Pin It button on image hover

terça-feira, fevereiro 17, 2015

Valentine's Day, Carnaval e Perfumes - Távola 11



Para brasileiros pode-se dizer que  o Valentine's Day do Hemisfério Norte, ou Dia de San Valentim, é um preview, como tem acontecido com frequências nas coleções fashion em lojas de grife. Nosso dia dedicado aos casais enamorados acontece somente  em 12 de junho, dia de Santo Antonio, o santo casamenteiro!
Esta tradição presume-se que iniciou  quando o Imperador Claudio II  proibiu casamentos em tempos de guerra, sendo desobedecido pelo Bispo Valentim, que continuou celebrando bodas as escondidas.
Tornar-se o patrono dos namorados custou-lhe a liberdade e a vida. Descoberto e sentenciado, o mártir católico foi morto em 14 de fevereiro, cuja data também é  véspera da festa pagã romana Lupercais, envolvendo rituais para a fertilidade...
Enquanto prisioneiro o Bispo se apaixonou pela filha do carcereiro com quem trocava cartas de amor, e assinava  " Seu  namorado" ou Seu Valentim".
Registros datados da Idade Média  indicam que este dia também marca o início do acasalamento dos pássaros.
Festividade comemorada principalmente nos países  anglo- saxões, difundida pelo mundo, tornou-se  hábito nos Estados Unidos,  principalmente pela troca de cartões entre apaixonados.
Em 2015 coincidiu com o carnaval brasileiro e muuuito calor! Desta forma a racionalidade indicaria o uso de perfumes leves e frescos.
Entretanto como "o coração tem razões que a própria razão desconhece", todas as famílias olfativas são bem-vindas, desde que para cada um combine  com sedução ou amor.
Leia  nas resenhas abaixo as sugestões apaixonadas de Perfume Bighouse:

- Dia Dos Namorados  - Valentine's Day 

- Namorados e Perfumaria

- Valentine's Day  e Perfumaria

Leia  também o que outros autores da Távola escrevem sobre o assunto
-  Floral e Amadeirado ( Luciana Marques)
- Parfumée ( Priscila Prini)
- Templo dos Perfumes ( Cris Nobre)

Fontes: Wikipedia

domingo, fevereiro 15, 2015

San Valentin - Arkadia Aromas Y Sabores de Autor


Espírito da Fragrância
Fragrância inspirada nas histórias que deram origem ao dia dos namorados - San Valentin -  nas almas gêmeas que se encontram,  contudo para mim será eterna lembrança de Buenos Aires.
Voltando de um passeio, quando conheci  a capital portenha, passamos por um imprevisto na hora do embarque. Uma mala do grupo familiar, que teoricamente poderia ter 42 kg, necessitou redistribuir seu conteúdo em outras.


Dentro da minha,  bem acondicionado,  estava um frasco de ambientador da linha  San Valentin de Arkadia Sabores Y Aromas de Autor.  Entretanto  no mexe,  remexe, empurra e aperta,  em pleno saguão do aeroporto, se perdeu a proteção da embalagem, o que provocou pequeno  vazamento.
Mala cheirosa! Viagem aromática. Amei Buenos Aires.
Como se não bastasse horas antes, acidentalmente,  quebrara um vidro no studio de Arkadia ( que a perfumista me perdoe) e saíra exalando  peônias...rumo ao aeroporto.
Predestinação. Adoro aromas de rosas,  e peônias são primas aromáticas.


Percepção Pessoal
Limão galego, limão cravo e limão taiti são variedades muito comuns no Brasil. Mais intensas e ácidas que o limão siciliano, o verdadeiro.
Estes híbridos tem odor característico quente e diverso do siciliano,  facilmente  percebível no início da evolução desta fragrância; estendendo-se e  temperando as flores intensas do bouquet.
Vibração floral  longa,  densa  e cálida  no ramalhete de rosas e peônias. Fresco  agridoce denuncia a  presença de gerânios, atenuando a  doçura gourmet picante e  profusa,  dominando melíflua e gentil flor de laranjeira.


Existe uma tênue pungência  resinosa e herbácea embalando a fragrância, que suponho vir do feno grego, cujas sementes amareladas se destinam aos temperos culinários,  inclusive caracterizando o caril indiano.
Ao fundo, após longa performance  floral,   exala o suspiro derradeiro amadeirado e condimentado, talvez apresentando pitada de  benjoim em âmbar e almíscar, porém nada de doçuras desmaiadas.
San Valentin de Arkadia sabores Y Aromas de Autor é um conquistador.

Ficha Técnica
Família Olfativa: Aromático amadeirado
Gênero: Unissex
Perfumista: Liliana Pagnotta
Projeção: Intensa
Fixação: Ótima
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Limão taiti (híbrido de lima e limão cravo), flor de azahar ou neroli, notas aeradas
  • Coração - Peônia, gerânio africano, rosa taif
  • Fundo - Madeira de ébano, trevo, anis estrelado, pimenta caiena,  feno-grego

Arte irmã: Seria um tango como "Rosas de Otoño" de Francisco Canaro na interpretação de Nelly Omar

quarta-feira, fevereiro 11, 2015

Weblogs Brasileiros em Perfumaria - Registro Histórico


Brasil é considerado um dos maiores consumidores de perfumes e cosméticos e,  em alguns momentos, ultrapassa  o volume de compras  dos Estados Unidos e  países europeus.
Paradoxalmente  o cenário de informações técnicas e  literárias físicas  ou virtuais era pouco produtivo até entrarmos no novo século .
Foi impulsionado pelas publicações  em blogs  que não utilizavam subsídios astronômicos,  ou dependiam apenas do empenho de colecionadores  e estudiosos da perfumaria.


A blogosfera do Brasil, ou pelo menos escrita por brasileiros,  começou lá fora. Com o blog de Nelci Sampaio, carioca da gema,  que vive na Bélgica onde exerce atividades na literatura e administração de empresas..

 Perfumes & Etc - Maio de 2008 - Autoria de Gaelle ( Nelci Sampaio)


Quase simultânea surgiu outra publicação  de Simone Shrit que  divide seu tempo entre o Brasil e a Europa onde viveu durante alguns anos.


Mais que Perfume - Julho de 2008 - Autoria de Simone Shirit


 Com residência  em solo brasileiro na mesma época surgiu o blog  da administradora paulista  Cristiane Gonçalves, que se tornou popular entre os internautas  das comunidades do  Orkut.  No momento está desativado.

 Perfume da Rosa Negra - 2008 - Desativado


Inspirada na dedicação destas três autoras e na excelente blogosfera internacional alimentei uma ideia. Embasada no conhecimento acadêmico de bióloga/bioquímica, na paixão pelos aromas, e com o apoio técnico de Gaelle criei o blog Perfumes Bighouse em janeiro de 2009; oficialmente inaugurado na plataforma  blogger em 3 de fevereiro de 2009. Posteriormente mudou de hospedagem e nome passando a se chamar Perfume Bighouse,  até a atualidade.

Perfume Bighouse - Fevereiro de 2009 - Autoria de Elisabeth Casagrande

Além da blogosfera nacional e internacional, comunidades em  redes sociais como Orkut, Twitter e  Facebook,  onde  aficionados de perfumaria trocam ideias, frascos usados e amostras, compram e vendem perfumes, alimentaram a vontade de vários e jovens autores . Perceberam nesta atividade envolvente a  oportunidade de ingressar no mercado da perfumaria, ou simplesmente se fazer ouvir em seu próprio espaço.
Esta lista não para de crescer, felizmente.
A medida que forem aparecendo estes sítios  virtuais perfumados estarei adicionando,  para que façamos um registro histórico destas publicações em perfumaria, se possível acrescentando informações sobre cada  blogueiro(a).


Inaugurado em 2009, pausou suas atividades em 2010 retornando à blogosfera no corrente ano.
Floral e Amadeirado - Abril de 2009 - Autoria de Luciana Marques


 Perfume na Pele - Março  de 2009 -  Autoria de Vanessa Anjos


Van Mulherzinha - Outubro de 2009 - Autoria de Vanessíssima


Village Beauté - 2010 - Autoria de Dâmaris O.B.Silva - desativado


O Perfumístico - 2010  - Autoria de Fabio Condé


Odorata Parfums - Maio de 2010 - Autoria de Cris Bazoni



 Perfumólatras  - Julho  de 2010 - Autoria de Adriano Guimarães



PDD - Perfume do Dia - Outubro de 2010 - Autoria de Henrique



 Amo Perfumes - Janeiro de 2011 - Autoria de Daniela e Denise

A Louca dos Perfumes  - Agosto de 2012 - Autoria de Diana Alcântara


Parfums Et Poesie - Agosto de 2013 - Autoria de Lily Loon


Le Monde Est Bleu - Agosto de 2013 - Autoria de Juliana Toledo


 1 Nariz  - Agosto de 2013 - Autoria de Denis Pagani


Perfumart - Outubro de 2013 - Autoria de  Cassiano Silva


Parfumée - Dezembro de 2013 - Autoria de Priscila Lini


A Estante Perfumada - Janeiro de 2014 - Autoria de Mariana Rocha


 Templo dos Perfumes - Fevereiro de 2014  - Autoria de Cris Nobre


 Pimenta Vanilla - Março de 2014 - Autoria de Carla Biscaglia


Ego in Vitro - 24 de maio de 2014 - Autoria de Daniel Barros

segunda-feira, fevereiro 09, 2015

Liliana Pagnotta, Arkadia - Bate e Rebate


Arkadia, Aromas y Sabores de Autor  é atelier para criação de fragrâncias exclusivas...e muito mais.
Atmosfera mágica e nebulosa nos cerca  distraindo a atenção (ou concentrando) a cada minuto, com frascos antigos, livros, artísticas porcelanas, cosméticos,  objetos de toucador e antiguidades.
Este cenário encantador se encontra no térreo de uma edificação de arquitetura antiga, em rua tranquila da charmosa capital portenha,  Buenos Aires.
Entre tantas  preciosidades naturalmente não faltam fragrâncias especiais, perfumaria nicho.


Liliana Pagnotta diretora e perfumista do atelier, escritora, estudiosa de antiguidades igualmente  se distingue pela cultura, elegância e multiplicidade de interesses.
Autora de vários e poéticos livros, participa de ONGs em defesa dos animais, estuda  museologia, se interessa por política, pelos problemas sociais, discorre com segurança sobre as propriedades fitoterápicas da matéria prima que utiliza;  e domina graciosamente a arte da cerimônia do chá.
Recebeu-nos gentilmente para uma xícara aromática, quando em visita à Argentina,  e estendeu esta delicadeza respondendo as perguntas do Bate e Rebate de Perfume Bighouse.

Perfume Bighouse
- El interés por la perfumeria, en que época sucedió?
Liliana Pagnotta
- Como siempre he relatado, la primera que resaltó mi facilidad para utilizar el olfato, fue mi abuela materna,  cuando me alentaba a jugar entre su camino de matas de lavanda. Fue ella también que  me "empujó" a Europa a realizar los primeros estudios formales de lo que todos (yo incluida) pensamos que seria mi pasatiempo. Podría decir que nací con esta inquietud, pues desde pequeña anduve esnifando  cuanta flor, resina o producto se me cruzara.


Perfume Bighouse
- Durante los años dedicados al arte como perfumista, cuál es la diferencia positiva y la negativa?
Liliana Pagnotta
-  No podría decir que hay cosas negativas. Siempre el crear una fragancia transporta, emociona y permite desplegar las alas de mi imaginación  para poder como si fuera "un músico" formar arpegios
con las "notas" de salida, corazón y base. Quizás cuando un cliente me encarga un perfume, el tardar en sincronizar su idea olfativa con mi " nariz puede llegar a ser un momento no tan positivo.


Perfume Bighouse
- Adonde usted busca inspiración para crear? Como usted conduce su proceso creativo?
Liliana Pagnotta
- Cuando me solicitan el desarrollo de un aroma, en principio paso algunas  horas en el lugar donde será aplicado, observando con mi "nariz", "mente" y "corazón" los movimientos de personas, objetos y materiales. No asocio a nada ni a nadie, solo estoy como en un estado de neutralidad para que toda la información me llegue...cuando sin haber hecho nada, "huello" por mi nariz...algo y mis ojos combinan esta fragancia con el lugar y las personas, podría decir  que llegó la inspiración. Tomo alguna nota y luego a mi atelier que es mi bunker privado al cual solo alguna persona autorizada accede.


Perfume Bighouse
- Que actividades usted consigue conciliar en la creación de perfumes?
 Liliana Pagnotta
- Podría resumir que soy una investigadora de lo que hay que perfumar, pues no olvidemos que el olfato es el sentido con mas memoria corporal, por eso recordamos luego de muchos años, el aroma del pastel  o la sopa de la abuela. Por ejemplo si fuiste abandonada por tu gran amor y él usaba Eau Sauvage, seguramente cualquier persona que lo use o que huela a alguna materia prima importante usada en ese perfume provocará una reacción adversa de emocionalidad, en ti.


Perfume Bighouse
- Que es lo que considera fundamental en la formación de un perfumista?
Liliana Pagnotta
- Yo creo que si bien podemos estructurar un triángulo aromático para un perfume, en sí es algo etéreo, volátil, hasta "alado" diría ( con alas) y que  no responde a nada más que los conocimientos de materias  primas, creatividad y sensibilidad para comprender que esa fragancia será distintiva para el que la encarga.


Perfume Bighouse
- En el Brasil, el mercado creativo para la perfumeria, es dominado por pocas industrias de gran tamaño, si lo comparamos con el mercado europeo o norteamericano, cuál es la situación para el arte creativo de fragancias en Argentina?
Liliana Pagnotta
- En Argentina el nicho del que hablamos es mucho más reducido. Podría decir que yo fui la " cool hunter"  hace 12 años, cuando comencé con una técnica de neuro marketing que se estaba  desarrollando en Estados Unidos...En esos tiempos comencé a hacerme más conocida, de todas maneras ya llevaba casi 18 años de carrera y tuve el desafio placentero de desarrolar la Identidad Aromática de Cadena Sofitel  en Argentina y el Hotel Faena. Ambos siguen utilizando la misma fragrancia y son conocidas internacionalmente.


Perfume Bighouse
- Cuéntenos un poco de sus últimas creaciones y cómo fueron desarrolladas.
Liliana Pagnotta
- Muy reciente podría decir el desafio que asumí hace unas semanas para crear la identidad de un Hotel que tiene que ver con El Tango, en una zona emblemática de buenos Aires y reciclado en un edificio histórico. En eso estoy disfrutando y combinado ideas, aromas e historia.


- Conversa regada ao delicioso chá em Arkadia merece inúmeras referências; assim ficamos com  gostinho de "quero mais" , que será atendido numa próxima edição. Liliana Pagnotta nos contará sobre uma viagem aromática,  a convite de outro país da nossa bela América do Sul,  resultando em mais um aroma com mil histórias para contar. 
No momento só nos resta agradecer a gentileza do tempo concedido por Liliana, um belo e perfumado regalo. Elisabeth

Imagens: Fotos e montagens de arquivo virtual de Arkadia e fotos e montagens de Elisabeth Casagrande

Tradução
Perfume Bighouse
- O interesse em perfumaria aconteceu em qual época da sua vida?
Liliana Pagnotta
- Como eu sempre disse a primeira que ressaltou minha facilidade para utilizar o olfato foi minha avó materna,  quando me encorajava a brincar entre os caminhos de arbustos de lavanda. Foi ela também que me "empurrou" à Europa para realizar os primeiros estudos formais no que todos ( inclusive eu) pensavam que seria o meu hobby. Poderia se dizer que eu nasci com esta inquietação, pois desde pequena andava cheirando toda flor, resina ou produto que encontrava.

Perfume Bighouse
- Durante os anos dedicados a arte como perfumista qual foi o saldo positivo e negativo?
Liliana Pagnotta
- Não poderia afirmar que haja ponto negativo.Criar uma fragrância sempre transporta emociona e permite dar asas a minha imaginação, para poder , como se fosse "um músico" compor arranjos com as notas de saída, coração e base.
Talvez quando um cliente me encomenda um perfume  se tardo a sincronizar sua ideia olfativa  com o meu "nariz"  pode ser um momento nem tanto positivo.

Perfume Bighouse
- Onde você busca inspiração para criar? Como conduz seu processo criativo?
Liliana Pagnotta
- Quando me solicitam o desenvolvimento de um aroma, a princípio passo algumas horas no lugar onde será aplicado, observando com meu "nariz", "mente" e " coração",  a dinâmica das pessoas, objetos e materiais. Não associo a nada ou ninguém, somente fico em estado de neutralidade para que toda informação me atinja...quando sem haver feito nada, olhando pelo meu "nariz"...algo e meus olhos combinam esta fragrância  com o lugar e as pessoas. Poderiam dizer que bateu a inspiração. escrevo a algumas notas e em seguida volto ao meu atelier, que é meu bunker ( depósito) privado, ao qual apenas algumas pessoas tem acesso permitido.

Perfume Bighouse.
-  Que atividades você consegue conciliar com a criação de perfumes?
Liliana Pagnotta
Você poderia dizer que sou uma pesquisadora de tudo que é relativo ao aromático.  Não devemos esquecer que  o olfato é o sentido do corpo com mais memória, e por isso lembramo-nos anos mais tarde  do cheiro de uma torta ou sopa da avó.  Por exemplo se você foi abandonada por seu grande amor,  e ele usava Eau Sauvage, certamente qualquer pessoa que o use,  ou que use alguma matéria prima importante usada nesta fragrância  provocará em você uma reação emocional negativa.

Perfume Bighouse
- O que você considera fundamental na formação de um perfumista?
Liliana Pagnotta
Creio que  podemos  estruturar um triângulo aromático para o perfume, em si algo etéreo, volátil, eu diria praticamente alado (com asas), que responda  a nada mais que  o conhecimento de matérias primas, criatividade e a sensibilidade para perceber que esta  fragrância será inconfundível para quem por ela é responsável.

Perfume Bighouse
- No Brasil o mercado criativo para a perfumaria é dominado por poucas indústrias de grande porte, se comparado ao mercado Europeu ou Americano. Qual é a situação para a arte criativa de fragrâncias na Argentina?
Liliana Pagnotta
- Na Argentina o nicho de que falamos é muito menor. Poderia dizer que eu fui a "cool hunter"  há doze anos  quando iniciei a técnica de neuro marketing que foi desenvolvida nos Estados Unidos. Naquela época  tornei-me mais conhecida, embora tivesse  quase 18 anos de carreira, e tive o desafio prazeroso de desenvolver a identidade aromática para a  Cadeia Sofitel e Hotel Faena na Argentina. Ambos seguem usando a mesma fragrância que são conhecidas internacionalmente.

Perfume Bighouse
- Conte-nos um pouco sobre as últimas criações de Arkadia
Liliana Pagnotta
Posso dizer  que recentemente, a algumas semanas,  assumi um desafio. Criar a identidade de um hotel que está relacionado com o Tango, em emblemático local de Buenos Aires, em um edifício restaurado. Nisto estou, gostando, combinando ideias, sabores e história.

segunda-feira, fevereiro 02, 2015

Gingembre Eau Fraîche Parfumée - Roger Gallet


Conceito

" Por ti o poeta vai tecendo
a sua imaginária tela de oiro:
o pintor dá às tuas formas,
dia após dia,
nova imortalidade.
Para te adornar, para te vestir,
para tornar-te mais preciosa,
o mar traz suas pérolas,
a terra o seu oiro,
sua flor os jardins do verão
Rabingranath Tagore - O Coração da Primavera
 

Nesta forma  o romântico poeta hindu homenageia a feminilidade.
Teria ele pensado em flores desabrochando ao entardecer para perfumar tais palavras?
Imaginaria a  suavidade dos saris esvoaçantes roçando folhas e flores,  impregnando a seda com seus aromas delicados  ou pungentes?
Sandálias trançadas pisando leve o chão,  extraindo de folhas e pétalas caídas uma essência vital; capturando o frescor orvalhado das manhãs,  ou a brisa serena do entardecer a repudiar  hálito morno e ensolarado.
Perceberia a aura doce, fresca e instigante se esta mulher vestisse a pele com Eau de Gingembre de Roger Gallet?


Percepção Olfativa
Doçura apimentada!
Enquanto  cítricos exalam suas notas crispantes e azedinhas entrevemos doçura generosa e picante.
Não demora para se afirmar  o apimentado fresco de gengibre. Muito natural,  mergulhado na doçura floral embebida de benjoim.
Percebe-se na evolução equilibrado almíscar branco e provável suavidade ambarada de ambrette.
Nesta fase é inevitável associar as notas cintilantes com água cristalina e revigorante.
Delicioso banho, olfativo porém vívido.
Estas cores florais, prosseguem em monocromia picante, entretanto meu gengibre predileto, ator principal desta composição, é  desprovido de arrogância.

Prós e Contras.
Equilibrado e constante no fluir dos acordes, mantém pontos comuns  bem entrelaçados,  que se expressam com maior ou menor veemência durante o percurso.
Sentimos constantemente notas cítricas, florais, picantes, almiscaradas e ambaradas. Contudo cada uma destas características está modulada através do tempo de forma desigual. Isto provoca a percepção de alguma intensidade de cítricos, gengibre, flores,almiscar, benjoim e âmbar em todas fases da fragrância embora com intensidades diferentes.
Assim pode-se ficar com a impressão de repetição ou linearidade.
Sillage inicial  intensa  transmuta para  aroma dócil e intimista  em uma ou duas horas. Entretanto se faz perceber durante longo tempo. Leva a outro engano. O de baixa fixação.


Similaridades.
Algumas  fragrâncias com gengibre se destacam pela associação com cítricos, bouquet floral doce e drydown almiscarado  como:
 Zinzibar The Body Shop, Heliotrope Gingembre Fragonard, Hawaiian White Ginger Avon, TU Nazareno Gabrielli, White Ginger de Terra Nova, Acqua Azzurra de Gianfranco Ferre, Ginger Lily de Providence Perfume Co, 4711 Acqua Colonia Lemon & Ginger.
Entretanto, segundo comentário em revista on line, a linha olfativa mais próxima está em Esprit de Gingembre Pour Femme Angel Schlesser.


Ficha Técnica
Família Olfativa: Chypre floral, 2003
Gênero: Unissex
Designer: Roger Gallet
Rastro: Intenso a moderado
Fixação: Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Flores de gengibre, bergamota, neroli
  • Coração - Absoluto de gengibre da Jamaica, ambrette
  • Base - Benjoim, almíscar branco e fava tonka
 Arte Irmã: Na sensível poesia do hindu Rabingranath Tagore