Pin It button on image hover

sexta-feira, janeiro 30, 2015

ZenSuel eau de parfum - Arkadia Sabores y Aromas de Autor

  
Conceito da Fragrância
Aromas envolventes se misturam na obscuridade  prolongando a lânguida preguiça que rodeia o despertar de sono profundo.
Ruídos abafados atravessam as pesadas cortinas de veludo enquanto lençóis escorregam para o chão.
No ambiente morno e velado ainda flutuam suspiros do ramalhete de lírio-de-maio ( lily-of-valley) que inicia submissão à inexorabilidade do tempo.
Torvelinho doméstico é pressentido nas vibrações através de  espessas paredes, e se confunde com o leve crepitar de  brasas teimando em  manter o rubor na lareira de pedra.


Sobre a escrivaninha de exótico ébano, mais escurecida pela noite que finda, se espalham cartas de amor, tão vívidas e pulsantes, que por um momento é possível sentir o cheiro de tinta fresca deslizando sobre o papel adocicado.
Cortinas deslizam e a janela do quarto se abre par a par permitindo  invasão de aragem límpida e orvalhada.
Ainda enevoada, a manhã renascida promete céu límpido e claro como cristal.
Ouve-se um suspiro profundo, não de pesar, mas de memórias, da noite romântica, cálida e envolvente.


Impressão Pessoal
ZenSuel  eau de parfum de Arkadia  Aromas y Sabores de Autor é tão misterioso quanto o negro profundo e perolado do frasco que o contém. Aparentemente simples evolui modulado, reservando surpresas a cada uso.
Noa repetição vivenciamos descobertas de acordes que se manifestam ora nitidamente, ora velados.
Cítricos abrem a composição, mas não raro encobertos  pelo toque animalic que teima em subir rapidamente para a superfície.


Mistura de flores brancas delicadas e indecisas  se curva à superior  pungência indólica de jasmim e lírio-de-maio. Toque verde, ligeiramente ardido revela combinação de patchuli e vetiver. Benjoim e âmbar trazem doçura delicada.
Senti um sopro de ládano? E de especiarias apimentadas?
Este princípio cálido se acalma e areja em lufadas de almíscar branco, assumindo aroma límpido e cristalino.
Encontra sua definição de sensualidade na clareza  e tranquilidade do acorde praticamente "outdoor"enquanto sugere madeiras submersas e quietas.
Adormece "Zen".


Prós e Contras
Contraria a imagem clássica de sensualidade  das fragrâncias pesadas e quentes.
A dualidade de ZenSuel  coloca o conceito em pratos opostos da balança. Um peso revela  notas cálidas e picantes, outro traz aroma limpo e fresco.
Rastro intenso que impregna a pele e roupas  apresentando fixação prolongada, de um dia para o outro.
O conteúdo de um frasco de ZenSuel se espalha e multiplica. Também encanta na linda e rica embalagem vintage, de baquelite dos anos 20.


Ficha Técnica
Família Olfativa: Floral amadeirado
Gênero: Unissex
Perfumista: Liliana Pagnotta
Designer: Arkadia, Aromas y Sabores de Autor
Rastro: Intenso
Fixação: Excelente
Notas olfativas: Notas cítricas, flores brancas, resinas, madeiras.


Arte Irmã: Encontraria eco nas cartas de Lord Byron ( George Gordon Byron , 1788-1824)  para a amada italiana Teresa de Guiccioli.


quinta-feira, janeiro 15, 2015

Que Jeans Veste Seu Perfume? Távola 10


- O que é do gosto,  regalo da vida!
Lá pelos meus 16  havia uma febre entre as garotas fashionistas, calça Lee ( via Paraguay) no monótono look  "jeanscamisajaqueta".


Sentia-me a ovelha negra do bando, pois não via graça  naquela peça desconfortável, de tecido grosseiro e rígido, usada em todas estações e ocasiões.
Sonho de consumo era o pretinho básico, calça de couro ou  tailleur (saia mini) privilégio das mais velhas, ou melhor, das adultas. Vivíamos códigos de moda bem delimitados.


Vestidinho preto, sinônimo de elegância, também simbolizava emancipação, liberdade de decisão, que me parecia mais atraente do que o simples ato de "juventude rebelde" numa calça jeans desbotada.
A princípio jeans lavado não fazia muito sucesso aqui,  embora as mais ousadas não usassem o ferro de passar, nem vinco na sua preciosa Lee.
Posteriormente conseguíamos as desbotadas com os tradicionais banhos de hipoclorito e "batendo na pedra".


Não faz tanto tempo assim. Talvez três décadas?  Um pouquinho mais?
Para desfazer a impressão da descendência direta de Matusalém explico: moro numa capital de vocação conservadora, que já foi muito cautelosa com mudanças, inclusive as do vestuário.


Ironicamente,  ladeando o jeans básico,  perfumes agressivos, vibrantes, densos e  complexos marcaram presença nos anos 70 e 80.
Segui amando o  pretinho curinga e evoluí para dois  jeans no guarda-roupa: um desobediente vermelho desbotado e o floral estampado.


Tradicionalista ou transgressora da transgressão?
Sabe-se lá... talvez concorde com Platão na sua teoria das ideias precursoras dos objetos. Nasci com algumas formas (ou almas) na cabeça... 
Entretanto não dispenso  perfumes básicos entre meus numerosos estilos olfativos. Curingas que se amoldam a qualquer situação.
Ahhhh...estes dispensam até a filosofia.

- Qual jeans veste seu perfume?
 

O APAIXONADO  - Antílope eau de parfum by Weil - Na atração do couro, do animalic cheiro de pele, se expressa a paixão dos sentidos.


O ARROJADO - Safari Women by Ralph Lauren - Marcante em personalidade agreste e tons florais verdes.


O CASUAL - Chypre d'Oriente eau de toilette by Molinard - Ares  blasè  no equilíbrio clássico e elegante de chypre oriental.


O CLÁSSICO - Dèliria eau de parfum - Explosions D'Emotions by L'Artisan Parfumeur - Originalidade da composição aromática faz um belo  contraponto à formalidade clássica.


O  CORPORATIVO - Skin on Skin - Explosions D'Emotions by L'Artisan Parfumeur - Sofisticação vibrante amenizada em tons pastéis. Nem só de preto vive a elegância!


O DESPOJADO - She Wood by Dsquared - No encanto das coisas simples, belas e naturais e  das frescas violetas sobre madeiras úmidas.


O ESPORTIVO -Eau de Cartier Concentrée by Cartier - Energizante nas madeiras intensas e ácidas.


O FASHIONISTA - Organza eau de parfum by Givenchy - Floral oriental e luxuoso, como ainda é a alta costura.


O MINIMALISTA - Infusion D'Íris eau de toilette by Prada - Elegante e clean  destaca-se pela beleza e frescor da composição.


O NATURALISTA - Fig Leaf & Sage - Aromatics  Blends kiehl's - Encantador através  das cores e aromas de folhas, flores e frutos naturais.


O PROVOCATIVO - Amaranthine eau de parfum by Penhaligon's - Malicioso, feminino e íntimo.


O OUSADO - Womanity eau de parfum by Thierry Mügler -  Busca a feminilidade em flores, figos e maresi.


O REBELDE - Jannat Ul Firdous by Swiss Arabian - Doce, porém condimentado e instigante.



O ROMÂNTICO - Elisabethan Rose by Penhaligon's - Farfalhar doce e romântico das pétalas de rosas junto ao tremular das violetas.


O ROQUEIRO - Kouros  by Yves Saint Laurent - Controverso, intenso, urbano e animalic o antagônico kouros sai para a balada ...


O SEDUTOR - Dahlia Noir eau de parfum by Givenchy - Sedução e mistério melancólico na feminina fragrância  floral. O romantismo pode vibrar.


O SENSUAL - Nu eau de parfum by Yves Saint Laurent
Traz a lânguidez das flores mergulhadas no incenso.


O SOFISTICADO - Orris Noir eau de parfum  by Ormonde Jayne - Desfile do bouquet elegantemente envolto em especiarias e incenso


O URBANO - Burberry Women by Burberry - Brilho e sofisticação clean , praticamente acadêmicos na arquitetura desta fragrância.

- Clique no nome do perfume e acesse a resenha descritiva

Arte Irmã: Detalhes - Roberto Carlos e Erasmo na voz de Maria Bethânia


Imagens: Fotos de editoriais e publicidade; ilustração Daina Cutulab

Outros autores sobre perfumaria escreveram na Mesa Redonda ou Távola sobre Perfumes e jeans e pretinhos Básicos!
Leia aqui:

- A Louca dos Perfumes ( Diana Alcântara)
- Le Monde Est Beau ( Juliana Toledo)
- Odorata Parfuns ( Cris Bazzoni)
- O Templo dos Perfumes ( Cris Nobre)
- Parfumée ( Priscila Lini)
- Parfums Et Poesiè ( Lilia de Paula)
- Perfume Na Pele ( Vanessa Anjos)
- Pimenta Vanilla ( Carla Biscaglia)