Pin It button on image hover

domingo, outubro 12, 2014

Rogério Dias no Bate e Rebate IV


Arte é uma linguagem que impressiona os sentidos e a alma. Desde o nascimento da espécie, somos seduzidos pela forma, cores, sons, movimentos e odores, de maneira quase mística.
Estas expressões estão entrelaçadas, galvanizadas e aquele que sucumbe ao fascínio da arte está submisso à todas as formas.
Rogério Dias, pintor, desenhista, gravador, escultor, design gráfico, cartunista, ator, ilustrador, cenógrafo, publicitário nasceu em Jacarézinho, no Paraná, um dos belos estados brasileiros.


No seu currículo consta a colaboração com agências de publicidade, exercícios como designer de moda, peças de teatro e filmes, como ator, cenógrafo, cartunista e ilustrador.
Direção de Arte em publicações, painéis da cidade de Curitiba e contribuição com projetos no Ministério de Educação e Cultura enriquecem este percurso artístico.
Porém o que mais impressiona em toda a trajetória é a obra!


As pinturas e esculturas  tem como temática principal os pássaros, também figuras humanas, homens e mulheres impressivos , da literatura ( Don Quixote) e religião ( São Francisco de Assis) em diversas fases da extensa trajetória artística.
Vívidos e  expressivos como se cada ave representasse uma faceta do homem os pássaros pintados e esculpidos por Rogério Dias são fenestras da alma, onde podemos nos espelhar.
Tal sensibilidade artística também se deixa seduzir pelos aromas, que fazem parte do processo criativo deste múltiplo e talentoso artista, um amante da Natureza..


1.Elisabeth - Como os aromas influenciam seu trabalho?  Você costuma usar perfumes quando está em processo criativo ou os cheiros atrapalham ?
Rogerio - A partir de um trabalho realizado em 2006, no qual precisei relacionar minha criação à um aroma, tive contato com perfumistas, que além de me ensinarem um pouco sobre o assunto, me presentearam com um Kit que continha várias essências e óleos essenciais.
Passei a usá-las para perfumar meu ateliê, durante certo tempo, fazendo as misturas que mais me agradavam.
Percebo agora que os cheiros, assim como a música (Jazz e blues) nos remetem à estados propícios para a criação.


2. Elisabeth - Fantástico Rogério, você exemplifica a interação entre as formas de arte.
Em relação à sua arte como foi o despertar ? Quando percebeu sua veia artística ?
Rogério - Desde muito pequeno convivi com arte em casa. Minha mãe era pianista, meu pai poeta e meu irmão pintor. Ele era ajudante de Sigaud (Eugênio de Proença Sigaud) na pintura dos murais da Catedral de Jacarezinho. Eu gostava muito de ficar observando tanto o trabalho de Sigaud como o do espanhol Blasco y Vaquet que esculpiu as figuras da Catedral. Isso entre 8 e 10 anos.
O médico da família também era pintor, frequentemente formava um grupo para pintar paisagens nos arredores da cidade, e eu costumava acompanhá-lo.
Na verdade o Dr. Renato Quintanilha foi o meu primeiro ( e único) professor.


3. Elisabeth - E quais são os aromas prediletos desta época? Que recordam a sua infância?
Rogerio - O aroma das flores de laranjeira e de manga.


4. Elisabeth - Flor de laranjeira! Nossa geração teve infância privilegiada!
Existe um perfume especial na sua memória ? Que desperte lembranças?
Rogério - Maderas de Oriente. Um perfume forte que minha mãe usava durante as viagens que fazíamos de Jacarezinho à Santo Antonio da Platina para visitar meus avós.


5. Elisabeth - É incrível como viagens de infância são inesquecíveis e marcantes.
Você lembra de algum fato especial ou uma situação engraçada relacionada com perfumes ?
Rogério - Sim. Durante estas mesmas viagens eu passava muito mal com o cheiro do perfume...



6. Elisabeth - Eh! Uma recordação poderosa sem dúvida!  Este perfume também faz parte das memórias de Erico Veríssimo ...Estou em ótimas companhias!
Se você fosse perfumista que tipo de perfume faria ?
Rogério - Faria um perfume suave como a noite.


7.Elisabeth - Belo! E, se você fosse um aroma, uma nota olfativa qual seria? Qual refletiria sua essência?
Rogerio - Acredito que eu seria uma nota de fundo.


Elisabeth - Humm...Uma nota de base persistente e densa. Quem sabe para sua maneira de ser e sua arte um mousse de chene com o aroma vigoroso e profundo como o do carvalho!
Rogério Dias, talentoso artista e pessoa muito querida, agradeço imensamente sua participação aqui onde reunimos os aficcionados da perfumaria.
É uma honra para mim e com certeza um deleite para todos. Grande abraço extensivo a sua também talentosa esposa e filhos.


Obra, biografia e informações sobre Rogério Dias podem ser conferidos no perfil do artista na página  Rogério Dias -facebook.

Imagens: Pesquisadas na Web e gentilmente cedidas pelo artista Rogério Dias. Telas, desenhos bico de pena e esculturas de 1980 à data de hoje.

Vídeo:Rogério Dias - Andorinha Preta.


Vídeo: Exposição de Rogerio Dias em Rouen - 2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!