Pin It button on image hover

terça-feira, agosto 26, 2014

Perfumes Descartáveis

Cresce a cada ano o número de perfumes oferecidos para o público.
No Brasil, após descobrirem que somos os maiores consumidores de perfumaria do mundo,  para onde nos viramos deparamos com perfumarias novas. Todas atrás da sua fatia neste bolo aromático.
No resto do planeta as pesquisas apontam o que o consumidor quer e avalanches de fragrâncias na mesma linha olfativa são ofertadas.
Vivemos a era da perfumaria descartável.
Ainda existem perfumistas e perfumarias que dedicam 2 ou 3 anos em pesquisas antes de
produzir uma novidade.
Entretanto são espécie a caminho da extinção. Triste.
O número de novas fragrâncias prolifera. Podemos dizer o mesmo da criatividade, da originalidade?
Creio que não.
Li algumas estatísticas esparsas sobre o assunto, opiniões desalentadas apontando este crescimento absurdo, porém  um fato hoje chamou minha atenção.
Notícia velha de março de 2013, espanto renovado.


Lernert Engelberts e Sander Plug decidiram criar um perfume misturando todas as fragrâncias lançadas em 2012. Pelo menos as que conseguiram recolher em samples (amostras de 1ml ou 2ml).
Reuniram todas num frasco gigantesco com capacidade para 1,5 litro, no formato de um sample padrão.
E pasmem! Foram 1400 amostras.
O mais surpreendente para mim não foi o fato de conseguirem um aroma agradável, Uma fragrância chamada Everything, que dizem lembrar Chanel 5.
Impressionante foi o número de fragrâncias reunidas: 1400 . Em 2012! Imaginem quantas recolheriam em 2014. Quantas serão em 2020?


Alguém duvida sobre a mesmice dos aromas?
Enquanto isto clássicos maravilhosos, diferentes, personalíssimos desaparecem com igual velocidade, descontinuados. Substituídos pela avalanche de centenas de aromas descartáveis com roupinha nova e chamativa, para agradar o público consumidor.
Nossa sociedade quer o novo todo dia. Independente de ser ou não original. Mesmo que represente a cópia da cópia da cópia...
Sou um dinossauro fora da curva ou mais alguém compartilha  desapontamento com os rumos deste mercado?

7 comentários:

  1. Tô contigo, Beth! Cada dia mais desapontada com os lançamentos. Até o La Panthere me decepcionou...
    E essa 'escola' La Vie Est Belle, não para nunca mais?

    ResponderExcluir
  2. Ah nem me conte Diana! Ainda não provei a novidade Cartier. Marca que tem clássicos maravilhosos, memoráveis e que tem "procriado" muito ultimamente. La Vie Est Belle é bonito porém já veio como descendente e faz parte de um estilo muito explorado. Parece-me uma guerra para ver quem consegue lançar mais novidades no menor tempo possível. Até desisti de acompanhar estes lançamentos ou não faria outra coisa além de listar os "News". Entrei no "modo" saturação. O interesse comercial domina o mercado em detrimento da arte. Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Compartilho da posição "dinossauro fora da curva", Beth! Que mesmice danada... tanta coisa para explorar, e todo mundo andando faceirinho, usando aromatizador de ambientes disfarçado de perfume - só porque está em um frasco bonito e tem apelo comercial! De um lado, milhares de flankers e insossos, de outro, maravilhas descontinuadas ou fórmulas alteradas... E isso é entre nacionais e importados, sem distinção! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então Priscila...sempre o lucro em destaque. Se algum faz sucesso centenas são fabricados no mesmo estilo. São os que não querem lucro merecido após investimento, tempo e pesquisa.Vão atrás do lucro fácil, da fórmula que já deu certo. Ou pensam que tem que oferecer algo na mesma linha para não perder cliente para a empresa concorrente que acertou a mão. E ficamos soterrados na mesmice.E as maravilhas descontinuadas.Desanima e sem distinção. Beijocas

      Excluir
  4. Faz tempo que não tenho nenhum frenesi com as novidades, compro somente quando acho realmente muitoo bom, se não fico com os meus de sempre!!!! Adoro tuas postagens Beth!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Jane. Tenho prazer nesta escrita,entretanto ultimamente está difícil ficar empolgada. Tenho inúmeras amostrinhas para resenhar. A maioria de bons perfumes, mas nada excepcional. Tudo tão parecido! Não provocam encantamento e não sei fazer uma resenha que me satisfaça se o perfume não provoca. Engraçado é que se me entusiasmo geralmente é por fragrância antiga, vintage. Poucas novidades são realmente novas. Estou cansada desta avalanche. Não sinto mais curiosidade pela perfumaria do presente.Beijocas.

      Excluir
  5. sempre mais dos mesmos..afiii ...perfumaria descartável não arrisca nada novo pra não perder dinheiro, perfumistas hoje são funcionários que recebem o briefing e não podem ousar além dele nem do orçamento,e hoje o que vende é conceito,propaganda, imagem de cenas bonitas,tudo ancorado pra vender mais bolsas, roupas, carros ...foi-se o tempo que perfume era um líquido para lucrar e realmente para durar e irradiar a aura...

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!