Pin It button on image hover

terça-feira, outubro 08, 2013

Attar: Magia do oriente!


Aromas provavelmente acompanham a história do homem a partir de eras não registradas, apesar das primeiras referências à perfumistas estarem na escrita cuneiforme das tábuas de reinos babilônicos, milênios antes do começo do calendário cristão, e de arqueólogos terem encontrado alambiques de cobre para produzir óleos aromáticos ( attar), datados de cinco mil anos antes de Cristo.
Comparando o contexto destes ancestrais ao dos tecnológicos artesãos do século XXI verificamos mudanças significativas, embora algumas tradições permaneçam.
Untar a pele com óleos perfumados é hábito que persiste amparado pela produção dos magníficos produtos orientais que conhecemos por attars.
Originários principalmente da Índia, oriente Médio, Extremo Oriente e Paquistão, perfumes orientais clássicos e attars exercem fascínio seduzindo pela qualidade , apelo sensual e origem dos ingredientes.
Várias marcas elegantes de perfumaria niche, radicadas ou não nestes locais são derivações modernas deste antiquíssimo segmento da perfumaria.


Amouage tradicionalmente utiliza  nas suas composições ingredientes de Omã, de onde se originou, elaborando fragrâncias ricas em frankincense, mirra e rock rose.

Montale, oriundo da Arabia Saudita, alcançou a elite parisiense com perfumes que privilegiam a madeira de Oud, preciosa matéria prima obtida das árvores Aquilaria.


Sahlini reflete o espírito da Índia na perfumaria radicada na França.
Porém o verdadeiro attar tem suas raízes nas terras longínquas, através do manuseio artesanal de plantas, produção de óleos, extração por solventes e na destilação em sua forma mais simples.
Concentrados, na maioria isentos de álcool, perfumados e naturais, derivados de fontes botânicas, a princípio constituiam extratos de pétalas de flores (principalmente rosas), destilados à vapor, recolhidos em óleo de sândalo, repetidas vezes atá a saturação, e posteriormente envasados para amadurecer durante anos.
Delicados  e artísticos frascos de cristal ou metal acolhiam e acolhem estas preciosidades.


 FABRICAÇÂO E COMPONENTES

Algumas flores, que não suportavam a destilação, como jasmim e madressilvas, originalmente necessitaram de solvente para retirar seus princípios aromáticos, constituindo os absolutos.
Madeira Oud ou agarwood, incenso, almíscar eram outros materiais tradicionalmente usados na fabricação de attars.
Destinados ancestralmente à perfumar reis e rainhas e para cerimônias em templos hindus, attars, hoje, se prestam à aromaterapia, adição em alimentos, produto de cuidado pessoal para diversos povos, principalmente os que repudiam o uso do álcool ( muçulmanos), e indústria farmacêutica.
De acordo com a matéria prima utilizada attars se classificam em:
- Florais quando centrados numa flor, geralmente rosas ou jasmins.
- Herbais na combinação de flores, ervas e especiarias.
O efeito do attar na pele humana também pode determinar uma classificação.
Desta forma attars quentes, como os de madeira oud, açafrão, âmbar e almíscar devem ser utilizados no inverno, e frios, de rosas, jasmim, vetiver, musgo e pandanus ( keura flower), usados no verão.
Devido a alta concentração dos elementos em óleos naturais e puros, os attars exalam seu perfume durante muitas horas, e bastam pequenas gotas para garantir este efeito.


Esta característica, a escassez de matéria prima, e métodos artesanais justificam os altos preços praticados, apesar de várias marcas oferecerem alternativas barateadas, adulteradas e sintéticas.
Geralmente casas que cultuam tradição na perfumaria mantém sigilo sobre as fórmulas de perfumes conhecidos há décadas. Estes segredos são repassados através dos membros da mesma família.
Dentre os exemplos tradicionais na fabricação de attars  e perfumes orientais estão as conhecidas Madini do Marrocos, Abdul Samad Al Qurashi, Agallocha, Al Haramain, Ajmal, Arabian Oud, Al Rehab,Asgharali,  Bahrain, Basma, Cambodian attars, Hamil Al Musk, Henaidee, Mukhalat, Rasasi, Saffron Motia, Syed Junaid Alam, Surrati, Swiss Arabian, Tihama. 


Algumas inclusive oferecem aromas semelhantes a muitas fragrâncias ocidentais e formulações alcoólicas em spray.
Entretanto o leque oferecido é vastíssimo, intrincado e desafiador para quem se aventura neste maravilhoso universo aromático.

MEDIDAS
A correspondência  da medida oriental é a seguinte:
1 Tollah   = 12 ml ( mililitros)
1/2 Tollah=  06ml
1/4 Tollah=  03ml

NOTAS AROMÀTICAS de ATTARS


 A nomenclatura das notas olfativas na perfumaria oriental  difere  da usada na ocidental.
Abaixo alguns exemplos destas denominações:
  • Rose attar - Rosa damascena
  • Motia ou Jasmin attar - Jasmim Sambac
  • Mitti attar - Hidrodestilado de terra cozida em sândalo. Aroma de chuva e terra.
  • Kewda attar - Flores de pandanus (keorra-Ka-arak)
  • Saffron attar - Estigma de açafrão
  • Agarwood oud attar - Resina de Aquilaria
  • Gul Hina attar - Flores de Henna
  • Genda merigold attar - Tagetes ou cravo-de-defunto
  • Champa attar - Champaca ( tipo de magnolia)
  • Bakul attar - Flores da árvore indiana bakula
  • Blue Lotus attar - Lótus do Egito ou lótus azul - nenúfar
  • Pink Lotus attar - Flor de Lótus
  • White Lótus attar - Lótus branca
  • Rajniganda ou tuberose attar - Angélica ou tuberosa
  • White Water Lily attar -  Lótus branca, lótus 'água ou lírio d'água
  • Zafari attar - Tagetes ou Marigold
  • Shamana attar - Acorde  de várias especiarias picantes
  • Amber attar - Resina alaranja  e anormal, modificada pelas condições climáticas, secretada pelas árvores  Pinus Succinifera.
  • Chameli attar - Jasmim real ou jasmim da Espanha
  • Gulmonar attar - Flamboyant
  • Juhi attar - Jasmim indiano
  • Islamic Bachur attar - Melaleuca , árvore-do-chá ou mirto-de-mel
  • Frangipani attar - Flor de frangipani ou jasmim manga
  • Khus attar - Raíz de vetiver
  • Mogra Attar - Flor de hibiscus ou almíscar vegetal
  • Loban attar - Benjoim
  • Nakh Choya attar - Flores de laranja amarga ( bigarade)
  • Davan attar - Folhas de artemísia ou davana
Oud, rosa damascena e vetiver frequentemente fazem parte dos acordes destas fragrâncias oleosas.


APLICAÇÂO DE ATTARS 

Devido á alta concentração dos óleos, pequena quantidade de attar deve ser aplicada na pele conforme as instruções abaixo:
  • Aplicar na dobra do joelho e na parte anterior de cada pulso.
  • Tocar atrás da orelha com cada pulso, antes que seque o óleo deslizando para baixo.
  • Esperar cinco minutos para que o óleo seque e comece a volatilizar o aroma.
O fato de não apresentar álcool como veículo para os componentes aromáticos  permite que  o attar   evapore vagarosamente durante horas, intensificando o aroma quando o calor do corpo aumenta.

MARCAS de ATTARS

 MADINI
Um sultão marroquino chamado Moulay Hafidi, casado na família Hariris de perfumistas e comerciantes de seda, oriundo da Arábia Saudita, se estabeleceu em Tanger - Marrocos.
Iniciou-se uma tradição de perfumaria, desenvolvida pelos membros desta família que perdura há várias gerações.
A arte de criar os óleos e misturas é passada de pai para filho e hoje Suleiman  Madini vende estas essências  numa pequena e famosa loja escondida no labirinto de ruelas na cidade de Tanger.
- Henna  - Antiquíssimo óleo de flores de henna e cyprinum. Conta-se  que Salomão comparava sua amada com um ramalhete de flores de henna, e Madini se orgulha de ser o primeiro a extrair tal óleo. Outros relatos indicam que o aroma das flores de henna era o preferido da rainha Cleópatra.
- Ambergris - Um dos mais populares no Marrocos, inspirado no sargento John Singer a pintar o famoso La Fumee d'Ambergris.

ABDUL SAMAD AL QURASHI
Companhia tradicional da Arabia Saudita oferece perfumes em sprays e óleos concentrados de vários tipos de oudh e rosa de Taif.
- Rooh Al Ward Al Taifi - Attar em spray com aroma centrado na nota floral de rosas da região ( cidade) chamada Taif, na Arábia Saudita, próxima a meca. A rosa cultivada nesta região é uma variedade de rosa damascena. taif tem um dos bazares mais famosos do mundo - Okaz .Segundo as lendas o vale de Taif - Wadi Al Naml foi visitado pelo rei Salomão.
- Labaik - Attar spray com notas de agar oud, almíscar e flores de Taif.

CAMBODIAN OUDH
- Dehn Oudh Kambode Moattaq - Óleo concentrado puro de madeira ou resina oud (agar oud)

MUKALLAT
Fragrâncias em óleos concentrados  originários da Arábia Saudita.
- Mukkallat Al -Haram é fragrância contendo mistura de óleos de oudh, âmbar, almíscar e rosa taif.
- Al Dewan, óleo concentrado  com notas de madeira oud, âmbar e almiscar negro elaborado por Majid itarji.

AL REHAB
Fabricante de óleos e perfumes sólidos na Arábia saudita  oferece mais de 50 composições diferentes.
-Saat Safa, fragrância agridoce com acentos frescos contendo almíscar, jasmim, agarwood da Índia,
âmbar, cítricos, capim limão e musgo.
- Aros Al Neel, óleo concentrado com aroma floral oriental amadeirado clássico.
- Mubakhar, floral almiscarado amadeirado, que reune notas amadeiradas tradicionais ( bakhoor) no conjunto de âmbar, almíscar e sândalo.

ASGHARALI
Fabricante de perfume há mais de seis décadas é perfumaria de grande prestígio no oriente Médio com sede principal em Bahrein.
desenvolve métodos modernos, ao lado dos  tradicionais, centenários e ancestrais, oferecendo muitos produtos de perfumaria.
Attars muito conhecidos são: Dhan-Aloud, Amber, Musk, Rose, Jasmine, Sandal e Saffron, apresentados em diversas formas.
- Raheeq Al Oud, perfume óleo concentrado com extrato puro de madeira oud.
- Musk Rose e Oud, conjunto de óleos perfumados com base de almíscar, rosa e madeira oud.

AL HARAMAIN
Fundada em 1970 na Arábia Saudita fornece fragrâncias exóticas derivadas do estudo da botânica ( musgos, algas e resinas). atendendo o mercado de consumidores para fragrâncias baseadas em agarwood.
Grande fabricante do oriente Médio, expandiu seus negócios, que abrangem Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos, Kuwait, Omã, Bangladesh, Singapura, Tailândia, reino Unido e EUA.
- Dua Al Jannah, oriental frutal.
- Musk, tradicional óleo de almíscar.

RASASI
Perfumaria de Dubai, com inúmeras fragrâncias seguindo a tradição oriental incluindo técnicas ocidentais, foi inaugurada em 1979 por um famoso empresário do país.
- Al Magam, floral oriental com base de madeira oud. unissex.
- Al Taif, óleo concentrado de rosas inspirado nos desertos árabes.

SURRATI
Produtora e exportadora de perfumes desde 1959, sediada na cidade industrial de Makkah Saudi Arabia, e gerenciada por Mr.Syed Abdul khaeder Jeelani.
Salwa - oriental floral com lírio, jasmim, maçã, mel, baunilha, âmbar e almíscar branco.
Firdous, oriental floral com notas de patchuli, jasmim e limão.

SWISS ARABIAN 
Uma das mais antigas castas de perfumaria do Golfo Pérsico atualmente está associada com o grupo Givaudan Rour. Attars e fragrâncias são produzidos nos Emirados Árabes Unidos.
- Mukhalat Dar Al Haye, óleos concentrados para uso unissex.
- Dehn el Oud Shurouq, perfume concentrado com oud do Camboja- Indonésia.

SYED JUNAID ALAM
Companhia  localizada no bairro Umm Al Hassam na costa sul de Manama, capital de Bahrain pequeno país insular no Golfo Pérsico. O bairro é conhecido pelos restaurantes libaneses e pela população judaica
- Oudh Hindi óleo concentrado e puro de madeira oud- unissex.
- Kheba Arabic attar em oud com açafrão, âmbar e madeira oud.

HAMIL AL MUSK
Produção de perfumes comercializada  em Murshid Bazar localizado em Dubai nos Emirados Árabes Unido.
- Al Maqaam attar unissex de óleo concentrado.
- Mukhallat Taif Rose attar ou óleo concentrado de rosas.

AJMAL
A história desta companhia iniciou em Assam na Índia onde Haji Ajmal Ali produzia óleo de agarwood se tornando um dos principais fornecedores do Oriente Médio.
produzindo perfumes desde 1951 atualmente Ajmal tem a frente das suas composições o nos Nazir Ajmal e a capacidade de fabricar até 50.000 frascos por dia destinados à distribuição.
- Mizyaan óleo concentrado floral amadeirado, almiscarado. As notas do topo são flores e especiarias , no coração flores e almíscar e a base apresenta madeira e âmbar.
- Dan Al Oudh Nudra fragrância floral com base amadeirada.

Crédito de imagens: Godward- The New Perfume, 1912 - attar de Lakshmi prabhala,  madini de Cafluberon - Amouad e Montale publicidades - Sahlini  frasco , foto de Elisabeth Casagrande - frascos de  Saraji Mareji by SJA Madini - imagens publicitárias de perfumarias orientais.

Vídeo:A suitcase, an attar and more for Vir Sanghvi

9 comentários:

  1. Delícia de leitura. Um espetáculo de escrita! Super parabéns pela matéria Elisabeth!

    ResponderExcluir
  2. Beth, simplesmente adoro attars, tenho alguns da al rehab e tb o perfume Raghba, por sinal um oriental por excelência. O teu blog já teve outros artigos sobre attar e foi a partir deles que me levou a adquiri-los. Com a popularização do oud pelas grandes marcas, chamou atenção para esses óleos. Espero que mais pessoas tenham acesso e compartilhem resenhas

    ResponderExcluir
  3. Oi Carla. É impressionante como aumentou o número de sites que revendem attars. Há uns dois ou três anos era muito difícil.
    Estou refazendo as resenhas e também teremos novidades pois, tenho pelo menos uns 10 attars na fila esperando para entrarem no blog. Aguarde um pouquinho e logo teremos cheiros novos por aqui. Obrigada pela visita. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  4. Jernê obrigada ! Pelos comentários gentis que são um estímulo neste momento de tantas dificuldades. São ocasiões onde os corações nobres e amigos se revelam. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conte conosco e com todos os demais Amigos que amam e admiram seu excepcional trabalho! Não escondo que através do Perfume Bighouse me enchi de coragem para as compras internacionais, apenas lendo suas dicas e sugestões. Por aqui também escolhi muita coisa e dei um "blind", e ão me arrependi, um desses blind's que me marcara foi o Jolie Madame! Bjs de paz e que tudo se resolva!

      Excluir
    2. Jernê Obrigada! Infelizmente o meu blog antigo parece ter sido invadido. Estou devagarinho retirando todas as minhas postagens de lá, pois tenho visto "aditivos" que não foram da minha autoria e inúmeros "erros" que caíram do espaço. É a pirataria da internet que colocou o olhão no meu perfumadinho. Terei que manter domínio apenas para que ele não seja considerado um "navio abandonado" e leiloado para alguma empresa que só vise lucro.Que tristeza... Obrigada pelo apoio. Beijocas de Elisabeth

      Excluir
  5. Oi Elizabeth,
    Ameei seu blog , muito lindo em design perfeito em conteúdo , perfeito mesmo.Parabéns!!!

    Eu li sobre uma matéria sua sobre attar e me interessei por um da Surrati que se chama Africano... Onde vc conseguiu comprá-lo? , fiquei muito interessado..
    bjs

    ResponderExcluir
  6. Oi Edson. Obrigada. É um prazer recebê-lo. Quando comecei meu estudo de attars pesquisei muito e encontrei várias lojas virtuais que vendem. Uma boa dica é tentar na Amazon. Aos poucos você chegará na que mais lhe agradar. Comprei vários bem pequenos num site americano que vende produtos orientais, mas perdi o arquivo com o link. Ebay tem um risco maior, porém até hoje não me decepcionei.pesquisa no Google. De maneira geral as mais visitadas ( ou que rendem mais investimentos) são as que aparecem primeiro.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!