Pin It button on image hover

sábado, março 12, 2011

Betrothal eau de parfum - Grossmith London

Suave é a sedução exercida pelas noivas que flutuam em véus etéreos, rendas, pérolas e bordados, envoltas na luminosidade  de momento regido pelo  romantismo e fantasia.
Princesas de breve reinado  se despem do cotidiano na busca  da perfeição e beleza.
Hipnotizadas  por comoção poderosa,  noivas de todas épocas  portam  esta aura  mágica e envolvente, transparente  nos gestos, vestimenta, enfeites e perfume, contagiando os que gravitam  ao seu redor.
Betrothal  de Grossmith renasce no século XXI  simbolizando a magia dos enlaces matrimoniais, abrindo  leque fragrante em doçura sensual de nuances cremosas e complexas,  através das quais conquista os sentidos, alternando malícia e inocência.

Delicioso mel emana  adornado por especiarias comedidas  que atenuam o breve arfar de frutas cítricas, maduras e ensolaradas. Noz moscada e canela sublimam laranjas em conjunto  prontamente  abafado sob  pétalas de farto bouquet.
Flores brancas se fundem na  homogênea cremosidade de neroli e  ylang ylang, revelando tênues  toques de rosa e jasmim, abrindo caminho para  odor  intenso e peculiar de ládano.
Este se insinuando entre gotas de benjoim, civeta e baunilha, pinta na tela aromática  um retrato  de mulher cativante iniciada nos  rituais de sedução.
Marcante, porém desprovido de explícita exuberância,  Betrothal convida ao aconchego que promete revelação e intimidade, evoluindo  sofisticado e cálido no acento  herbal fugaz e picante, que recorda  a agudeza do anis e a têmpera medicinal da cânfora.

 Tais aromas quebram a natureza doce e feminina  das flores antes de submergirem  na suavidade do almíscar, de madeiras incensadas, enquanto notas  ambarinas  se esforçam para atenuar o vivaz  ládano, benjoim e ervas aromáticas.
Envolvente âmbar provoca, ao atingir o drydown,  sedoso equilíbrio marcado pela gradual discrição de perfume que não desaparece, porém  reduz o alcance da percepção, se acomodando em floral  íntimo e próximo da pele.
Evolução rica, pontilhada de notas cativantes e refinadas, indica característica  ímpar  e construção primorosa, revestindo  o clássicismo de   Betrothal de qualidade contemporânea.
Versão renovada da fragrância oferecida em 1893, o novo  Betrothal estará disponível para o público consumidor a partir de  abril de 2011.


Família Olfativa: Oriental floral, 2011 (1893)
Designer: Grossmith London Perfumery
Gênero: Feminino
Rastro: Intenso à moderado
Fixação: Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Cítricos
  • Coração - Flor de laranjeira, jasmim, ylang-ylang, rosa
  • Base - Madeiras, baunilha
Artes Irmãs: Se transitasse pela literatura perfumaria poesiaas ao som de...  

Eu Quero É Teu Calor Animal - Mário Quintana

Mas onde já se ouviu falar num amor à distância,
Num teleamor?
Num amor de longe...
Eu sonho é um amor pertinho...
E depois
Esse calor humano é uma coisa que todos - até os executivos têm
É algo que acaba se perdendo no ar
No vento
No frio que agora faz...
Escuta!
O que eu quero
O que eu amo
O que eu desejo em ti
E teu calor animal...

VÍDEO: When You Say Nothing at all - Ronan Keating



Imagens: Bather by Elisabeth Louise Vigee Lebrun - modelo Julie; Frasco Betrothal em composição de Elisabeth C; Composição com noiva de Jenny Packham, frasco de Betrothal 2011, neroli e cistus; Sample de Betrothal 2011 - Grossmith London Perfumery.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!