Pin It button on image hover

terça-feira, setembro 21, 2010

Rumeur - Lanvin

Ventos cálidos, flores desabrochando e explosão de folhas verdes repentinamente trouxeram uma prévia do apogeu da primavera, quando percorrendo as ruas sentimos os aromas encantadores desprendendo dos jardins.
Entretando logo um sopro gélido de persistente inverno apagou este eufórico despertar, restando o desejo de recuperar a sensação confortadora das amenidades de meia estação.
Tentando prender esta amostra de suavidade à desabrochar recordei Rumeur e da impressão na memória, traduzida em reminiscências de fragrância agradável e transparente, centrada no jasmim.
Borrifei na pele e esperei pelo bouquet de frescura primaveril, quando fui sacudida por nova experiência.
O acento licoroso subiu denso trazendo no rastro das magnólia um toque suculento de fruta madura, e o instigar de pimentas, reforçado por notas evidentemente aldeídicas.
Ramalhete opulento, quente, denso, provocativo, embriagando e agitando os sentidos.
Onde estaria a delicada sutileza floral?

Rumeur volatilizou evocando a atmosfera imponente dos salões de castelos medievais, perfeitamente sugerida pelo frasco, a lembrar antigas e misteriosas garrafinhas encontradas nos baús das alcovas de princesas e rainhas.
Surpreendeu-me o espírito ardente destas flores, em ferinos aldeídos, a ponto de questionar a memória que fazia associar este aroma com um alento suave de jardins aflorando...
A resposta está na evolução mutante e renovadora que transforma lentamente o avassalador princípio em âmago delicado e elegante, cujas flores são envolvidas em brumas adocicadas de âmbar e almíscar, quebradas pelo toque verde e breve de patchuli.

Nova sensação vintage, desta vez envolvida em rendas delicadas, de janelas abertas ao amanhecer para o vicejar dos prados, cartas perfumadas nos beirais, lenços de cambraia nos alforjes... recordações ternas de amores distantes.
Tocou-me vivamente a lembrança do manuseio de coleção de papéis de cartas, de abrir caixas impregnadas do suave aroma, como se pétalas transferissem sua essência para as páginas de um livro, embebendo nosso espírito de folhetinesco romantismo.
Alguns comentários sobre Rumeur o descrevem como aroma vintage, uma viagem para outros séculos entre as empoeiradas fragrâncias das velhas senhoras.
Vintage sim, velho absolutamente não.
Carrega a elegância de tranças adornadas com pérolas e fitas de tafetá, das pregas fartas em veludo macio, verdadeiro e perfumado, na mistura sedutora de empoeirado algodão, especiarias e couro, onde o tempo encontra uma maneira de permanecer infinito.

Sua evolução está imbuída do espírito elegante dos velhos continentes, repletos de histórias, intrigas, e farfalhar de saias atravessando furtivamente corredores escuros, deixando um rastro revelador, conferindo misteriosa sedução..
Muitas comparações e adjetivos descreveram Rumeur.
Cetônico, sintético, floral, clássico, empoeirado, almiscarado, sensual, chic...semelhante à Narciso Rodriguez, Lovely, polidor de madeira, licor alcoólico.
Talvez encerre um pouco do todo. Algumas características mais salientes que outras para determinados narizes, dependendo da percepção e da sensibilidade pessoal.
Contudo, em mim não provocou ódio nem paixão extremada.
Despertou-me da letargia, parecendo interessante e instigante o suficiente para provar outras vezes, deixando a certeza de que não é dos meus preferidos na casa Lanvin, porém não está destituído de brilho; principalmente no drydown macio e sensual que encerra seu rastro em madeiras envelhecidas.

Família Olfativa: Floral amadeirado almiscarado, 2006
Gênero: Feminino
Perfumista: Francis Kurkdjian, Takasago
Frasco: Alber Elbaz
Rastro: Intenso à moderado
Fixação: Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Magnólia, aldeídos, ameixa
  • Coração - Mock orange (aroma de flor de laranjeira), rosa branca, jasmim, lírio do vale
  • Base:Âmbar (ambrox) patchuli, almíscar
VÍDEO: Need You Now - Lady Antabellum


Imagens:Princess de medievalwalltapestry.com; Publicidade Rumeur by Lanvin; Composição de imagem com frasco Rumeur e janela medieval de www.danheller.com; tapeçaria de arquitecture de arh-zhine

11 comentários:

  1. Beth,
    Saudade!
    Adoro o Rumeur e adorei sua resenha, sinto praticamente a mesma coisa que você em relaçao a ele.
    Minha mãe tbm adora. E recentemente uma amiga encomendou um comigo.
    rs

    ResponderExcluir
  2. Oi Guto. Faz tempo que vc não passa para bater um papo!
    Engraçado o Rumeur... Quando experimentei pela primeira vez fiquei com uma sensação forte de perfume claro, transparente e de jasmim. Nesta segunda experiência, mais demorada, seguindo meu ritual de avaliação o aroma se revelou muito rico, com varias nuances.
    "Drydown" magnífico embora a abertura beire perigosamente ao "over". Creio que um compensa o outro, ou melhor necessita do outro. Não dá para chegar ao que o perfume é sem os excessos do início. E não é muito conhecido ou popular no Brasil, o que prá mim é uma vantagem. kkk Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  3. Elisabeth, acuda-me! hehe

    estou na duvida entre dois lanvin: jeanne e rumeur. É uma compra 'no escuro', o preço está bem razoável e não vou resistir, mas não vou comprar os dois. Mas não vou jogar essa pergunta pra vc me responder 'no escuro' tbm.

    Direi meu 'gosto': não tenho medo de chypres, de temperos, não acho q isso deixa o perfume com cheiro antigo. Ultimamente tenho rejeitado justamente os 'inhos', aqueles perfumes que agradam todo mundo mas não apaixonam ninguém, sabe? Eu tinha problemas com flores brancas, especialmente jasmim, mas passaram. O 'problema' da temporada tem sido frutas vermelhas. Imagine sentir o hot couture da givenchy e soltar um 'blé'. Pois é, estou nesse nível com as frutinhas. Espero q isso acabe logo.

    Mas então, acho que pior que frutas vermelhas é perfume sem graça. Pq o problema passa - passou com o jasmim - mas o INHO fica.

    Resumo: to com medo da amora do jeanne mas com mais medo do rumeur ser só mais um 'gostosinho'. Se ele causar algum impacto seria melhor, ao menos no meu caso.

    O impacto ñ é uma silagem monstro, longe disso. Procuro o 'diferente'. O quão diferente posso ir? Imagine q o simply da clinique é dos perfumes q mais amei na vida. Até hoje 'choro' por ter sido descontinuado.

    bju.
    dani.

    (desde já agradeço a atenção e peço desculpa pelo 'abuso' hiahaiha ;))

    ResponderExcluir
  4. Oi Daninha.
    Aff... eles passam longe do Simply.Também gosto dele apesar de super polêmico.
    Rumeur é menos frutado que Jeanne. Entre os dois fica com ele. Contudo é um floral branco de estilo delicado, meio vintage. Tem mais personalidade que o Jeanne.
    Os perfumes com acordes frutais evidentes são pueris, joviais e inconsequentes. Muito adequados para um passeio em manhã de sol. Rumeur invade o happy-hour.
    Nenhum dos dois será original na medida que você quer, embora compras no escuro nos surpreendam.
    As vezes o azarão é vencedor. Faz parte do prazer.
    Vc conhece Madame Jolie? E Ivoire? E kenzo Parfum d'Ete?
    Quando aparecerem em oferta passe um olho nas pirâmides olfativas e nos comentários. talvez lhe interessem.
    E também nos Annick Goutal como Songes ou no Beautiful de Estee Lauder.Beijocas

    ResponderExcluir
  5. O Madame Jolie vai junto nessa compra - sua resenha já tinha me ajudado a escolher ele. O Ferre for Woman tbm, esses dois estão mais do que decididos ;)

    Minhas compras são quase sempre nos escuro - o ambiente de loja física me irrita um pouco com as vendedoras tentando nos empurrar qualquer coisa e olhando feio quando queremos apenas provar as fragrâncias, entro e saio correndo com qualquer coisa no pulso.
    Então leio exaustivamente, procuro opiniões, sempre q me interesso por algum perfume.

    Como o vendedor faz 3 pelo mesmo frete então quero incluir o Lanvin, está em conta.

    Outra opção seria o Cavalli for Women, mas dizem sempre nas resenhas q ele é fresco e leve e pra o dia. Pra isso eu já tenho o ckbe, ckone, green tea... sou de Recife e quando o calor aperta de verdade no meio dia é o q da pra usar. Como sou teimosa vez por outra dou é uma borrifada do Joop Femme e saio torcendo pra ñ matar ninguém sufocado.

    Mas já q estou falando tanto... minha 'assinatura' é o Cheap & Chic (se deixar uso até pra ir na padaria) e pra noite é o Lolita Lempika. E em contrapartida da aversão atual por frutas vermelhas (a algum tempo atrás eu as adorava, acredite), estou ficando obcecada por tudo q tenha íris.

    Enfim, estou bem inclinada ao Rumeur... gostei da ideia do vintage desde o início, flores brancas não são mais problema para mim, acho q vou acatar sua sugestão.

    Muito obrigada ;)

    ps.: sei exatamente quando o problema jasmim começou: Burberry London. E quando acabou: Avon In Bloom. Da pra acreditar? Mas se meu olfato ñ fosse tão 'divertido' acho que não gostaria tanto de perfumes.

    ResponderExcluir
  6. Oi Daninha. CK e Green Tea também são ótimos para o calorã!
    As vezes a gente esquece algum mais clássico...
    Joop é muito versátil. Uso no inverno e no verão. Contudo aqui não é Recife. O verão é mais brando, ou era já que o atual está terrível.
    Creio que você apreciará um chypre clássico no calor. Patchuli e musgo de carvalho abrandam.
    Seu gosto é eclético(o meu também).Já tentou uma seleção de violetas, íris ou de lavandas. Tenho me interessado por estes ultimamente. Depois de ter me apaixonado definitivamente pelos aromas de rosas. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  7. Pronto, comprei os 3: Jolie Madame, Ferre e Rumeur. Agora é esperar chegar.

    Acho que sou mesmo eclética, tenho os perfumes mais variados possíveis, aliás, gosto mesmo de ter um bom perfume de cada grupo olfativo no lugar de vários de um só tipo.

    O grande amor de minha vida é a lavanda, quero até plantar um vazo em casa. Amo a cor, o cheiro, a forma das flores, tudo.

    Gosto quando ela aparece nos perfumes mais verdes ou amadeirados, me da a impressão q essas notas deixam ela mais pronunciada. Quando com almíscar e baunilha eu já ñ sou mto fã, ainda que continue gostando, afinal se tem lavanda já me ganhou de cara.

    Lembro de novinha usar a lavanda verdinha da jonhsons, lavanda phebo (achava linda a moça com as lavandas no cesto no rótulo da embalagem). No início da adolescência usar o Pamina da natura (mudou de nome e agora é o banho de lavanda), uma lavanda lilás q o boticário tinha e foi descontinuada, eibi da chlorophyla e o Tardi da lacqua di fiori - aliás 'acabei' com mais um vidro do Tardi em 2012 - praticamente uma lavanda de cada marca nacional q eu achava. Estou de olho no lavande de provence da mahogany que tem tabaco e musgo de carvalho no fundo e concentração de edt, achei delicioso.

    Você tem alguma sugestão de perfume com lavanda pronunciada mas não tão volátil como a maioria? Um que adoro é justamente o ck be, especialmente pq no fim ele fica com um cheiro de tabaco na minha pele.

    ps.: Parece até q ñ gosto de baunilha, mas adoro. Prefiro ela como estrela do perfume e não suavizando sabe-se la oq ou aparecendo no final só pra dizer q o perfume não foi embora.

    ResponderExcluir
  8. Oi Daninha. Adoro esperar novidades desconhecidas! Venha contar o que achou dos 3...mesmo se desgostar de algum,o que espero não aconteça.
    Sou assim també. Não sosseguei enquanto não vivenciei várias famílias olfativas. E gosto de praticamente tudo desde que seja bom.
    Adoro chypres e orientais. Flores, quase todas.Alterno fases de rosas, violetas, lavandas, madressilvas, lírios, flor de laranjeira,ylang,lótus,jasmim e outras brancas exóticas... Gosto muito dos cítricos, aquáticos quando são amadeirados. Frutais atipicos do tipo figo, maracujá... Com baunilha tive problemas de rejeição física, tipo intolerância, e graças está passando. QUundo bem aplicada gosto muito. Tenho xodó especial pelos acordes de madeiras e couro.Também pelos verdes, silvestres. Há o que eu não goste?? hehehe. beijocas

    ResponderExcluir
  9. Ah... Daninha, ia esquecendo. Tenho lavanda e alfazema plantadas em vaso, apesar do quintal e jardim, pois pretendo mudar brevemente para apartamento. Elas se desenvolvem facilmente com bastante sol e rega moderada. Toda a planta é perfumadíssima, e já vi floração nas minhas. Uma delícia.
    Usei lavanda demais no final da adolescência, início da fase adulta na faculdade. Depois diversifiquei horizontes olfativos e deixei lavandas para segundo plano. Hoje estou de amores novamente."Culpa" das minhas plantinhas maravilhosas... beijocas de elisabeth

    ResponderExcluir
  10. CHEGOU CHEGOU CHEGOU!

    Madame Jolie - não tenho nem como agradecer sua resenha, sem oq vc escreveu eu nem saberia q ele existe. Ele é maravilhoso. Algumas notas me lembraram o joop femme, mas mais 'mulher feita'.

    Ferre for Woman - não choro mais pq meu Híris da Hermes ta acabando e não encontro outro! Ultima vez que senti algo tão 'classudo' foi o 24 Faubourg.

    Rumeur - o menos interessante dos 3, mas vai servir exatamente para o q eu quero: um perfume para o dia com algo mais, distante das frutinhas onipresentes de hoje, quando estiver uns 25 graus. Preciso dizer que esse cheiro não me é estranho. Tenho CERTEZA que alguém próximo usou um perfume de magnólias por um bom tempo, não lembro época nem lugar. No final ele é mesmo a grande surpresa da compra, o cheiro é tão familiar que parece q algo a muito tempo perdido voltou...

    Sobre a lavanda: acho que vou plantar um vaso, já q moro em apartamento... Passei na Loccitane e adorei a colonia de lavanda deles, bem unissex, como gosto. Mas ainda estou de olho na da mahogany, já q a concentração é de edt.

    Muito obrigada pela paciência, Elisabeth! ;)
    bjuuusss

    ResponderExcluir
  11. Oi Daninha.
    Caixinha chegando é uma felicidade não é?
    Parece presente, apesar de não ser...rssss.
    O Jolie é muito bom. Joop também não falta no meu armário. preciso voltar os olhos para o ferre...hummm.
    Faubourg é apaixonante e de muita classe.
    Rumeur é um floral muito bom e apesar da composição e estrutura moderna tem um ar vintage.É bem possível que apresente traços de algum clássico do passado. Contudo não consigo definir qual. Depois de experimentar centenas a memória se detém em outros detalhes da composição.
    Parabéns! foi uma compra de sucesso. Vc precisa experimentar mais dos Balmain. Talvez o clássico Balmain women. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!