Pin It button on image hover

domingo, julho 04, 2010

Angel eau de parfum - Thierry Mugler

Um pequeno notável, polêmico, imitado em verso e prosa, amado e odiado, Angel constitui marco na perfumaria pertencendo ao grupo dos chamados gourmands, que remetem o olfato às delícias da culinária.
Mistura especiarias, flores, doces guloseimas e madeiras com arte constituindo um desafio para os sentidos, um incitamento à sensualidade.
Poderoso, intenso, avassalador na sua ingênua malícia, Angel conquista em doce armadilha, transformando a mulher que o veste numa musa sedutora.

Meu primeiro contato íntimo, de pele, com este aroma se deu através da compra de um inspirado - Miss Varens.
Odiei momentâneamente e afirmei que nunca usaria algo tão doce. Entretanto o blended imprimiu sua marca indelével, qual doce veneno, e retornei ressabiada... usei novamente, de novo e de novo até sucumbir totalmente conquistada.
Após algumas experiências constatei que existem muitos a sua imagem e semelhança, alguns pálidas tentativas de imitação, outros extremamente próximos, contudo Angel, o original, é único, misterioso, indecifrável e viciante.

Encerra várias doçuras da perfumaria que se revelam desde o início mescladas ao teor ácido de frutas frescas ou suculentas e exóticas como os vários cítricos, melão, damasco, pêssego e ameixa, todas mergulhadas na calda caramelada de açúcar queimado, recebendo reforço de mel e baunilha.
Tal preparação seria insuportavelmente melada se não existissem especiarias como o acento de canela conferido pela cassia, picante herbáceo de patchuli e notas amadeiradas.
Chocolate escuro e picante se encontra submerso na base entre pesadas e enfumaçadas nuvens que não se dissipam nem com a leveza etérea do âmbar e do almíscar.

Angel tem aroma cremoso, pesado, sofisticado e guloso, que requer cuidado no uso, pois resvala pela fronteira do sufocante.
Entretanto, em algumas pessoas é poderosa artimanha de sedução.
Dilui com o passar das horas em âmbar sedoso e amadeirado, perdendo os acentos de tabaco e suave incensado, para imprimir na lembrança um dulçor ambarado e apimentado de baunilha e fava tonka.

Não há como ignorar esta fragrância hipnótica que deve ser conhecida aos poucos, vagarosamente, a fim de que se possa vislumbrar suas inúmeras nuances.
Muitos afirmam que é um aroma banal. Discordo. A banalização não tem respaldo na sua composição, mas na criação de inúmeras imitações que circulam pelos centros comerciais, deste e de inúmeros países, geralmente sem a mesma qualidade nos detalhes olfativos.

Família Olfativa: Oriental Baunilha,1992
Gênero: Feminino
Perfumista: Olivier Cresp, Yves de Chirin
Frasco:
Rastro: Intenso
Fixação: Excelente
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - melão, coco, tangerina, cassia, jasmin , bergamota, açucar caramelado (algodão doce).
  • Coração - Mel, damasco, groselha, ameixa preta, orquídea, pêssego, jasmim.
  • Base - Fava tonka, baunilha, âmbar, patchuli, chocolate preto, caramelo.

Vai ao Shopping? Confiras preços e marcas nas boas lojas que abrem suas portas em Perfume Bighouse 

Artes Irmãs
Poderia ser um pensamento, uma música...

"A noite desconhece pudores. " OVÍDIO

VÍDEO: Diferente - Gotan Project


Imagens: Banner publicitários de Thierry Mügler

5 comentários:

  1. Oi Beth !

    Que coincidência quando eu senti Angel pela primeira vez tb achei que jamais usaria um perfume tão doce. Mas engraçado como num segundo momento amei de paixão, fui arrebatada. E depois que experimentei na pele morri de amores rsrsrs Não é um perfume para qualquer ocasião, é muito especial ! Di-vi-no !
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Então Mel... doçuras viciam! Aqui em casa havia uma negação para perfumes doces. Nas diversas ocasiões cada um entrou em contato por motivos diferentes. Hoje 70% da família adora e os 30% restante já estão aceitando muito mais... É o reinado das baunilhas, fava tonka, mel, caramelos e chocolate. Hipnotizam! kkkkkk. beijocas

    ResponderExcluir
  3. Angel é um dos perfumes sobre os quais digo:

    Reconheço que é original, reconheço que é bem elaborado, reconheço que é preciso ter bom gosto para usá-lo, só não me obrigue a ficar mais que 1 minuto ao lado de uma pessoa que use isso.

    Eu realmente tenho estômago fraco para certos perfumes. Uma vez passei muito mal com o cheiro de Kriska (Natura) e desde então mantenho distância de fragrâncias tão doces assim.

    Quanto à Miss Varens eu achei ele tão "pobrezinho" e pouco sofisticado que realmente não tinha percebido que ele é inspirado em Angel.

    Até mais!

    ResponderExcluir
  4. Oi Helen. Provavelmente a sua desatenção com Miss Varens se deve à aversão por Angel. É da sua natureza não suportar aromas doces, obviamente não há necessidade de se "torturar" com este tipo de fragrância. Existem muitos perfumes mais secos, apimentados e que não estarão em confronto com seu gosto.
    Miss Varens tem uma dose a mais de suavidade ( provavelmente em almíscar e âmbar), mas segue fielmente o estilo Angel. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  5. Tenho os dois, Angel e o Miss Varens, intercalo o uso dos dois. Acho praticamente a mesma coisa!

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!