Pin It button on image hover

quinta-feira, maio 13, 2010

Shalimar eau de parfum - Guerlain

Guerlain é tão marcante na história das fragrâncias que registrou sua signature, no que seria um segredo girando em torno de íris, fava tonka e baunilha, e acabou uma expressão de reconhecimento: Guerlinade.
Esta combinação mágica, iniciada no perfume que levou a mesma denominação, através das habilidades de Jacques Guerlain, fez de Shalimar uma variante doce e feminina do seu precursor Jicky.
Ao se referir à famosa fragrância Ernest Beaux, criador de Chanel 5, fez um espirituoso gracejo:- " When I use vanilla, I make crème brûlée; when Jacques Guerlain use vanilla, he make Shalimar".
Acredito que Ernest Beaux tinha grande habilidade na manipulação de notas olfativas, além do horizonte culinário, porém é inegável a maestria do seu colega ao criar Shalimar.
O início abrupto, resinoso e medicinal esconde suavidade cremosa e lânguida que nos faz pensar em entregas apaixonadas, de amantes românticos e intensos.
Esta é a mensagem que percebemos nas primeiras publicidade deste perfume quando oferecido ao público, no século passado.O impacto do amor romântico, intenso e envolvente.

Característica marcante e incisiva que está presente em outras publicidades menos esmaecida e dolentes, mostrando a vivacidade das cores básicas, a lembrar uma paleta de de Picasso - comparação extremamente feliz que assimilei na leitura de excelente crítica sobre o perfume vintage.
Realmente, Shalimar não é só doçura.
Resvala pelo agreste e acre das notas resinosas, especiaradas e balsâmicas que acompanham basicamente todo percurso, até fundirem sua nebulosidade incensada com o acento animalic de civeta.
Esta faceta sensual é habilmente explorada pelos atuais mecanismos de marketing, numa postura que procura acentuar o apelo sexual dos produtos da perfumaria, potencializando o poder de sedução que tais acessórios possam oferecer.Da mesma forma, a beleza misteriosa de fragrância oriental foi retratada e pintada em cores quentes e densas, que nos levam para cenários exóticos, mulheres misteriosas, verdadeiras divas.
Bouquet, de flores sofisticadas e cálidas como jasmim e rosa, mergulha em requinte aveludado, rente a pele, no fascínio próprio das grandes musas que enfeitiçam os comuns mortais.

Tal acento aveludado e denso lembra sutilmente a pelica macia e faz desejar uma exploração através dos sentidos...Shalimar é um ícone complexo.
Encerra romance, pungente agressividade, melíflua e licorosa doçura, exotismo carnal e sedutor, mas antes de tudo é uma bela criação da perfumaria, como podemos deduzir sentindo os esmaecidos acordes da fragrância repaginada em 2001.

FRASCOS

Vários formatos de frascos em cristal ou vidro pontuaram a evolução de Shalimar através das décadas, entretanto o famoso formato original de influência oriental, permanece na memória, como referência persistente e marcante, quase tão conhecido como a famosa garrafinha de Chanel 5.

  • Original - Jacques Guerlain 1925 em cristal Baccarat ou Rosmesnil (emblemas gravados com ácido no fundo do frasco); Pochet du Courval (emblema moldado no fundo do frasco)
  • Frasco Redondo - Apresentado nas décadas 20 e 30, também foi utilizado para os perfumes Aprés L'Ondee, Liu e Jicky. Em 1936 foi lançado o frasco em forma de butijão achatado, com tampa alongada que serviu para outros perfumes da marca - Chamade, Vol de Nuit, Chant D'Aromes, L'Heure Bleue e Mitsouko.
  • Quadrilobe - frasco quadrado art nouveau da década de 40 feito de cristal Baccarat apresentava flores estilizadas . A caixa era verde. Tal apresentação teria sido utilizada na época do lançamento de Jicky.

  • Presentations de Guerre - Entre 1940 e 1945 devido as restrições da guerra era vendido em frascos muito simples que vinham em caixas de papelão azul e branco.
  • No final dos anos 50 surgiram mais dois frascos através de Baccarat e Pochet du Courval( diferenciados pelos emblemas da base.). Um deles tinha a forma alongada que lembrava uma sombrinha.Vinham em caixa dourada ou na caixa roxa que persistiu até os anos 70 e 80.
  • Presentation Avion - frasco raro, edição limitada que era oferecido nos voos entre Paris e New York nos anos 60.
  • Frasco de metal- Possibilitando a recarga, ou troca de refil, o frasco de vidro podia ser destacado do envólucro de metal dourado. Tal apresentação aconteceu em meados de 1968. A caixa era de papelão preto e branco semelhante à usada nos fracos botijão dos anos 30..


EDIÇÔES
- Shalimar Yellow Gold Limited Edition- 1925
- Shalimar - 2001
- Shalimar Legere - 2003
- Shalimar Black Mystery - 2007
- Eau de Shalimar - 2008
- Eau de Shalimar - 2009
- Shalimar Eau de Parfum - 2009
- Shalimar Oiseau de paradis - 2009
- Shalimar Editions Charms Eau de Parfum - 2010

Família Olfativa:Oriental baunilha, 1925 ( relançado em 2001)
Gênero: Feminino
Perfumista
:Jacques Guerlain
Frascos: 1925 -Raymond Guerlain-Cristalleries de Baccarat
1952 - Pouchet du Courval
Rastro:Intenso
Fixação:Muito Boa
Notas Olfativas (1925): Bergamota, limão tangerina, pau-rosa, jasmim, rosa, orris, patchuli, vetiver, baunilha,fava tonka, madeira de sândalo, benjoim, bálsamo do Peru, opoponax (incenso), civeta, almíscar.

Pirâmide Olfativa (2001):
  • Topo - Bergamota, tangerina, cedro, limão
  • Coração - Patchuli, jasmim, rosa, orris
  • Base - Baunilha, benjoim, bálsamo de tolu , couro
SHALIMAR - Conceito

Históricamente, se afirma que o perfume foi introduzido em 1921, entrando numa disputa legal pelo nome também conferido à outro perfume de uma companhia rival.
Em 1925, data oficial da sua introdução no mercado, finalmente a fragrância de Jacques Guerlain era nomeada Shalimar.
Consta que foi inspirado no jardim homônimo, cujo significado em sânscrito quer dizer " a casa das flores", em Lahore no Paquistão, onde em 1619 o Imperador Shah Jehan contruiu Taj Mahal, um mausoléu para sua amada esposa Muntaz Mahal, falecida em trabalho de parto.
Teria Jacques Guerlain, em uma de suas experiências, adicionado grandes quantidades de baunilha à fragrância Jicky resultando na feliz combinação que originou Shalimar.
Segundo comentários, a versão atual é uma pálida representação do original descontinuado, e os frascos remaescente dos anos 70 ( eau de toilette) possuem a mesma intensidade e fixação do pure parfum atual.

VÍDEO: Natália Vodianova - New Shalimar Commercial


Vai ao Shopping? Confiras preços e marcas nas boas lojas que abrem suas portas em Perfume Bighouse 

Imagens: Fotos de publicidades vintage e atuais - Shalimar by Guerlain; frascos vintage de Shalimar - ebay.

19 comentários:

  1. Olá!
    Vim lhe fazer uma visitinha. E desejar um ótimo final de semana.
    Estava com saudades deste perfume gostoso no ar!
    Bjkas, muuuuuitas!

    ResponderExcluir
  2. Oi Sonia. Que bom que você veio. Tem uma porção de novidades. Aproveite bem. Beijocas de bom final de semana. Elisabeth

    ResponderExcluir
  3. Betty! Que coisa linda a riqueza artística, um verdadeiro patrimonio que J.G. nos deixou através de Shalimar! Eu ainda não o conheço, mas admiro a força de sua presença e por ser tão admirado!Através da Fragrantica vi que ele é usado por todas as faixas etárias, n importando o modismo da perfumaria.E a evolução de seus frascos?! É como um animal que se adapta a evoluçao de seu habitat! A resenha está linda e fiquei encantada pela ligaçao do nome com a história do Taj Mahal. Bjus pra vc! ;D

    ResponderExcluir
  4. Oi Lu .
    A história embutida em cada bom perfume é realmente apaixonante. Guerlain, como inúmeras casas tradicionais tem esta particularidade. Shalimar é um divisor de águas com inúmeros seguidores.São tantos... acho que passarei muitos anos pesquisando e escrevendo. Beijocas de boa semana.Elisabeth

    ResponderExcluir
  5. Oi Beth!!! O que vc acha da versão Eau de Shalimar?

    bjksss

    ResponderExcluir
  6. Oi Raquel. Estou bastante atraída pelo Eau, curiosa, pois ainda não provei.
    Pela descrição olfativa acredito que exista enfase no acorde cítrico, e doçura mais aveludada na base devido à generosidade de âmbar e baunilha. Provavlmente o "bouquet" permanece e os acréscimos tornam a fragância mais leve.
    Creio que os consumidores de Shalimar gostaram uma vez que li vários elogios. Está na minha "whish list " de experimentação. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  7. Obrigada mais uma vez Beth!!!! Também estou curiosa para experimentar... Mas só experimentar, não posso mais comprar perfume!!! Oh doce tentação!!! Minha nova aquisiçao foi o EDT Da L'Occitane de Peônia, já experimentou? Uma delícia!!!! Um floral bem fresquinho com umas notas verdinhas no final. E o talco iluminador? Um arraso de tão lindo...
    Perfume vicia, né?
    Bjks

    ResponderExcluir
  8. Oi Raquel.
    E como vicia flor! Começa apreciando e termina colecionando, pois estão muito próximos de obras de arte.
    Mas para conhecer não é necessário comprar.Você pode trocar amostras com outros aficcionados nas comunidade de perfumes. Existem algumas muito boas onde os tópicos de qualificação indicam os usuários mais confiáveis.
    Vc é a segunda pessoa, nos últimos dias que refere ter comprado Peônia. pelo visto é o novo sucesso L'Occitane. Até agora era Fleurs de Cerisier.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  9. Olá Elisabeth, comecei uma coleçao perfumes a pouco tempo e gostaria de saber sua opinão referente a algumas aquisições que fiz, eau de shalimar guerlain,opium ysl, samsara guerlain,fantasme, organza,paloma picasso,lola,pure poison, poison hipnotic,CH carolina herrera, 5;40 in madagascar,dalissima, alien, red pearl, parfum dor, solara, doriane, eternity, deseo,nazareno gabriele e outros...Gostaria de saber qual familia olfativa estou seguindo pois gosto de perfumes marcantes bj e obrigado

    Bete SP












    c

    ResponderExcluir
  10. Olá Xará. Sua coleção está muito bonita. Alguns clássicos belíssimos!
    Acredito que seu gosto seja eclético, mas você apreciará muitos orientais, chypres e florais aldeídicos. Vários florais frutais também cairão na sua preferência.
    Para que você possa definir seu gosto e conhecer cada vez mais do universo perfumístico faço uma pequena sugestão.
    Procure os mais clássicos em cada família e adquira pelo menos um. Assim vc terá um exemplo bem definido das linhas olfativas. Para conhecer um perfume, é necessário conviver, usar várias vezes. Cada experiência revela nuances que antes não foram notados. Raríssimas pessoas percebem tudo sobre um perfume na primeira impressão, mesmo que muitas se esforcem para deixar esta imagem do conhecimento que é acumulado com muitos anos de experimentação e estudos. Leituras e experiência prática é o segredo para o entendimento básico da perfumaria.
    Boa jornada neste prazeiroso hobby que você está iniciando!
    Colecionar perfumes é uma delícia e prática que se estende pelos anos.Infelizmente custosa, porém o prazer de conhecer e adquirir um belo exemplo da arte da perfumaria é inegável.
    Dê uma olhada nas resenhas especiais e veja as dicas de conservação.
    E, se puder procure alternar clássicos antigos com propostas modernas. De uma década para outra os estilos mudam. Beijocas e parabéns! Elisabeth

    ResponderExcluir
  11. olá meu nome é célia e sou uma apaixonada por perfumes importados,usei mto na minha mocidade e hoje encontro mais dificuldades de encontra los na minha cidade tem bem pouco opçao de compra.qdo tinha meus 15a em diante usei heure intime acho q era da guerlain gostaria que me ajudasse encontra lo ou similar, se ele nao existir mais .abço.

    ResponderExcluir
  12. minhas fragancias preferidas por ordem de uso:
    heure intime, patra,caleche,vivre...e mtos outros ate mis france da atkinsom,rsr...

    ResponderExcluir
  13. Oi Celia.Tenho lembranças nebulosas de Heure Intime, de um frasco usado por minha mãe na minha infância.Achava fabuloso.
    Hoje vejo traços do verdadeiro no Hora Íntima nacional,porém mesmo experimentando várias vezes não consigo uma opinião conclusiva.
    Veja no rodapé do blog as janelas de busca para as resenhas do blog. Clique sobre PERFUMES FEMININOS E UNISSEX que vc achará a história de Heure Intime. Não é Guerlain, é Vigny.
    Infelizmente este é um perfume raridade. Dificilmente se encontra um frasco antigo e usado nos mercados internacionais.
    Aproveite as ótimas opções de compra online disponibilizadas no blog. Se vc nunca comprou sugiro Strawberry e Fragrancenet que oferece número de rastreamento e outras garantias, além de preços excelentes.Obrigada pela visita. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  14. Oi Celia.
    Flor, talvez você aprecie Diva, Y de YSL, Miss Balmain de Balmain,Aromatics Elixir,Red Door Velvet, Tocade, Trouble, Sirene de Vicky Tiel, Mackie, St Dupont Femme, Soir de Lune da Sisley( minha última paixão), Rosewood da Mahogany, Linda do Boticário, Paramela Natura.
    As opções são muitas. nenhuma é similar ao Heure Intime ( até onde percebo) mas são perfumes diferentes que parecem agradar a quem gosta do estilo clássico,e do tipo "perfumão". Eu aprecio. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  15. olá querida Elisabeth

    Depois de algum tempo volto,rs...
    Sabe, venho lhe pedir se possivel for uma pequena amostrinha de cada perfume seu para ver se chego no meu certo.Sou uma aficionada em perfumes,mas minha cidade dispoe de poucas bem pouca opçao.Aquele avion que nos anos 60 na rota paris new york ofereciam aos passageiros,etc..enfim todos parecem ser otimos.
    Certa de que serei atendida , disponho me a fazer propaganda de seu site.
    meu e-mail esta com vc se precisar, me escreva tá?!

    carinhosamente
    abraços.

    ResponderExcluir
  16. Querida Elisabeth,

    O que você acha do Shalimar Initial? Queria saber se é parecido com o tradicional pois me agradou bastante. Quero comprá-lo mas acredito que o tradicional (do qual somente conheço a fama) seja ainda melhor. Você poderia anlisar este flanker e fazer um post comentando suas preciosas impressões e o grau de semelhança com o seu antecessor?
    Desde já agradeço. Beijos, Ludovica.

    ResponderExcluir
  17. Oi Ludovica. Bem... o frasco parece lindo. A publicidade é muito bem feita, mas nem tudo que reluz é ouro e não provei ainda.
    Tenho uma certa reserva com flankers. É como assistir uma sequência de filme de sucesso. Nem sempre o 2º ou 3º são tão bons quanto o 1º. Embora as vezes surpreendam.
    Tenho lido comentários e as comparações são engraçadas. Mais ou menos 60% dos apreciadores de Shalimar estão desgostosos. Alegam que Initial cheira a fumaça, plástico, manteiga queimada, bolo de cenoura, baton derretido...
    Também comparam com Dior Homme, Coco Mademoiselle, Candy Prada, Flowerbomb, Apres L'Ondee, Stephanie Bourjois, Jil Sander.
    Outros comentam que foi idealizado para o público jovem que gosta de shalimar e considera o perfume muito pesado para a idade...
    Impossível achar um norte nesta barafunda. Só experimentando.
    Deste precisarei de amostra generosa para provar junto com a de Shalimar.
    Se conseguir trarei minha opinião. Beijocas de Elisabeth.

    ResponderExcluir
  18. Olá Elizabeth, gostei mto também do inital, pra mim parece cheiro de boneca nova, ao mesmo tempo é também exótico, ele tem várias facetas inicia um pouco estranho depois de minutos fica maravilhoso,e por fim mais ainda,me apaixonei,não sei.... só experimentando mesmo é diferente de todos que conheço, que não são poucos....rsrsrs, mas não sou especialista só aprecio e tenho como hobby pesquisar e conhecer perfumes,acho delicioso, mto prazeroso fazer isso.
    Fico esperando com ansiedade vc descrevê-lo pois só vc consegue nos passar a perfumaria de uma maneira especial,suas leitura tem arte,de quem é especialista!!

    Clau

    ResponderExcluir
  19. Oi Clau. Ainda não experimentei este Parfum Initial, lembro de ter gostado do outro Initial da Boucheron
    Porém você escreveu palavrinhas mágicas..."cheiro de boneca nova"!
    Assim descrevi uma das características marcantes do "falecido" Mystere de Rochas, ainda no tempo que as comunidades sobre perfume bombavam no Orkut.
    O Mystere antigo, dos anos 70/80, tinha este aroma resinoso, delicioso, que parecia cheiro de boneca recém saída da caixa. Algo se perdeu nas últimas amostras que senti e no Mystere Intense que consegui há dois anos. Decepcionante.A antiga e dramatica intensidade da fragrância se foi. Creio que só encontraria este cheiro num frasco vintage.
    Talvez a baunilha afaste do aroma Rochas, mas este aroma de boneca é apaixonante.
    Assim que for possível experimentarei e escreverei a resenha. Obrigada pela dica. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!