Pin It button on image hover

quinta-feira, janeiro 14, 2010

Jungle L'Elephant eau de parfum - Kenzo

Se tivesse o privilegio de andar pelas alamedas de um palácio de Maharajá dificilmente usaria outro perfume que não Jungle Elephant.
Aroma raro, oscila entre a delicadeza das jovens dançarinas indianas e o exotismo pulsante e conturbado da Índia, em toda sua força selvagem.
Se Jungle Tigre avança como um felino impulsivo e predador, para ser domado em ronronante docilidade, Elephant nos surpreende com uma falsa doçura inicial escondendo sua verdadeira face.
Principia em perolados véus de seda, definitivamente imersos na mais doce baunilha, amparada pelo cominho e amanteigado leitoso da massoia, que também poderia ser o acento artificial de cashemira.
Véus que ondulam hipnotizantes, e subitamente caem por terra descobrindo especiarias atrevidas, inebriantes cravo-da-índia, canela e cardamomo.


As nuvens doces, perduram voláteis e enevoadas, dissimulando o avanço lento das pungentes resinas, das essências de folhas.
Aromático e picante guarda no seu interior um toque mentolado e canforado que entontece.
Percebi esta nota frutada balsâmica das folhas afiadas da artemísia, alimentada pelo herbáceo terroso de vetiver, em alguns perfumes Kenzo como Le Tigre, e  em Essential de Angel Schelesser - que toma outro rumo evolutivo . Contudo, aqui, no coração da fragrância, a erva canforada está revelada em maior profundidade.
A terra pulsa através de Kenzo Jungle, mostra o colorido das sedas, o inebriante aroma dos mercados, o burburinho das cidades e aldeias, apinhadas sob o sol.

Desvenda os mistérios da noite, o calor dos corpos se confundindo com o ar abafado e denso.
Conheço a Índia apenas através da imaginação, das informações bidimensionais. Todavia Jungle Elephant revela um pedaço quente e vibrante deste lugar colorido, antagônico, revestido ora de miséria, ora de opulência.
Conta os cheiros da terra, exatamente assim, entre contrastes.
Da mesma forma que percebemos cravo, canela, folhas e sutis madeiras podemos aspirar a inebriante baunilha embebendo as mais doces pétalas, de flores exóticas e açucaradas.
Único, cujos acordes não respeitam hierarquias e aparecem alternadamente até diluírem na base amadeirada, ladeados por almíscar e âmbar, ressaltando o aroma de leite de coco da madeira massoia.

Dourada, constante e cremosa é a doçura de L'Elephant e talvez este seja o segredo da presença inexplicável de manga na sua pirâmide oficial, cujo acento frutado meu olfato não percebe.
Emprestou sua densidade suculenta e o calor colorido da fruta madura, embora tenha escondido o sabor característico.
L'Elephant é forte, quase avassalador, pois apesar de adormecer a semelhança do Jungle Tigre, em seu plácido e doce ressonar, conserva uma imponência que assusta, como se aquele acorde aparentemente subjugado estivesse a espreita, vigoroso, pronto para reagir à qualquer provocação.
Exacerbada dualidade, consegue um equilíbrio surpreendente entre baunilha e intenso aromas de folhas condimentadas.
É preciso despir a alma e o olfato de resistência convencional para provar Jungle L'Elephant.
Fechar os olhos, embarcando numa viagem ao inesperado, ao desconhecido, visto que não é aroma citadino, caucasiano, de civilidade inglesa.
Instiga, perturba, atrai e repele!

Composição olfativa que merece no mínimo atenção para a sillage intensa e perigosa, requisitando a zona de segurança encontrada nos dias frios e invernais.
Tomada de coragem, um dia experimentarei uma dose generosa, em sufocante dia de verão, para conferir se aquele frescor que acena, escondido atrás de ardidos cravos e sedutora canela, é ou não uma doce ilusão.
Kenzo é designer, fashionista, e sua primeira loja na França chamou-se Kenzo Jungle.
Os aromas Jungle evocam suas coleções neste espaço, transmitindo visão de cor, de cyber-nature e da mulher que se enquadra neste contexto.
Seus perfumes Jungle sempre definirão a dualidade dos opostos, seja ela qual for, em que ordem vier.


Família Olfativa: Oriental especiado, 1996
Gênero: Feminino ( compartilhável)
Perfumista: Dominique Ropion
Rastro: Intenso
Fixação: Ótima
Notas Olfativas ( Kenzo Parfums) : Cardamomo, heliotrópio, cravo-da-índia, manga, ylang-ylang, alcaçuz, patchuli, baunilha.
Pirâmide Olfativa ( literatura)
  • Topo - Tangerina, cardamomo, cominho, cravo-da-índia
  • Coração - ylang-ylang, alcaçuz, heliotrópio, manga
  • Base - Patchuli, baunilha, âmbar e cashemer
Arte Irmã
Vídeo: Wedding hinsi Song - mehndi rachne wali


Imagens : Franz Xaver Winterhalter Maharajah Duleep Singh; Frasco de kenzo Jungle; Dançarina de Indian Dance ; Ramalhete de Artemisia pallens; Elephant Herd de Julia Watkins.

23 comentários:

  1. Elizabeth!
    A natureza nos dá tudo! Olha só quantos perfumes vindos dela. E maravilhosos!
    Bjkas!

    ResponderExcluir
  2. Beth, maravilhosa a sua resenha. Esse perfume é no mínimo, intrigante. Uma verdadeira delícia.

    ResponderExcluir
  3. Oi Monica. É realmente um polêmico! Eu gosto, mas não é para qualquer momento. Precisamos estar no espírito "Jungle", clima e ocasião certa. Pode ser maravilhoso ou terrível! Beijocas flor. Elisabeth

    ResponderExcluir
  4. Oi Beth , tudo bom?
    Realmente o Jungle é um perfume pertubador.Ou ama, ou odeia.
    È um perfume para quem não tem medo.Adoro, mas não no dia a dia .

    ResponderExcluir
  5. Oi Claudia. Jungle Elephant e Jungle Tigre são perfumes dos quais não podemos abusar. Na quantidad e no clima. Não descarto a possibilidade de usá-lo no verão, por exemplo. De preferência a noite. Isto depende muito da pele e da personalidade de quem usa. Porém é um perfume difícil.Exuberante no aromático e guloso na doçura. Dele eu goataria de conhecer uma versão "eau de toilette","Summer" ou uma "L'Eau". Beijocas.Betty

    ResponderExcluir
  6. Esse perfume é polêmico mas, eu adoro!
    É muito marcante!
    Sinto muito não poder EUA-lo mais vezes por conta do nosso clima que é Quentíssimo como o elefante.
    Parabéns Bete pelos lindos comentários.
    Yara

    ResponderExcluir
  7. Oi Yara.Realmente Jungle L'Elephant é um perfume difícil para climas quentes e úmidos. Se ultrapassar um pouquinho o limiar fica opressivo. Porém no frio, em climas secos e temperados é muito confortável e caloroso. Eu também gosto. beijocas de Elissabeth

    ResponderExcluir
  8. Beth, esse perfume é polêmico e intrigante, mas sinto-o como você. Uma borrifada no inverno deve ficar divino. Hoje vou fazer a loucura de colocar uma gota (isso mesmo, 1 gota só) no calor de 40ºC aqui!! Preciso ver a evolução dele no calor.

    ResponderExcluir
  9. Oi Monica. Adoro isto! Alguns perfumes mudam de cara dependendo da temperatura. Preciso fazer esta experiência com os Jungle Kenzo. Compartilhe conosco como você sentirá a evolução. Beijocas flor. Elisabeth

    ResponderExcluir
  10. Oi Betty! Durante anos sentia este perfume em uma colega de trabalho e não gostava. Certa vez ganhei uma amostra e nem abri...passados alguns meses resolvi provar e fiquei encantada ao senti-lo na pele. É maravilhoso, pois com ele me sinto no oriente...é para aqueles dias em que a coragem amanhece "de frente"...rsrs...principalmente para usá-lo em Cuiabá!
    Bjus pra vc! =D

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu. Engraçado como nossa percepção muda com o passar do tempo, com as novas experiências, conhecendo novos aromas. Mudei tanto no decorrer dos anos... Meu leque de preferências ampliou bastante.
    O Jungle é dito perfume de inverno, mas as vezes estas fragrâncias nos surpreendem mesmo num local tão quente como onde vc mora.
    Já arrisquei meu Le Tigre no verão. Se saiu bem. Beijocas

    ResponderExcluir
  12. Ola Elizabeth, td bem?
    como vê estou sempre por aqui!

    usei o l'elephant algumas vezes por que amo a mistura magica dos seus componentes, mas percebi que na minha pele negra e quente ele ficava demasiadamente invasivo. Engraçado que tenho uma amiga que o usa e nao o sinto assim na sua pele clara. Acho maravilhoso, marcante sensual provocativo mas tive que me livrar dele. vc conhece algum outro perfume que seja similar a esse aroma maravilhoso mas que seja menos denso?
    Bjs
    denise nascimento

    ResponderExcluir
  13. Oi Denise!Seja sempre bem-vinda!
    Isto ocorre com alguma frequência. Pela experiência percebo que a pele morena acentua algumas notas de forma diferente da pele muito branca.Apesar de cientificamente a espécie humana não estar mais dividida em raças, existem tênues diferenças no odor de pele entre, caucasianos, negross e orientais. Outros fatores interferem no odor da pele e na sinergia com os perfumes.Consideremos a alimentação, as fases hormonais das mulheres, o estado emocional, medicações ingeridas...
    Alguns estudiosos presumem que hormônios tem cheiro. E nós sabemos p.ex. que animais sentem o "cheiro" do medo. e os feromônios sexuais.
    Flor, no momento não lembro de nenhum similar mais brando, porém creio que Kenzo Amour e kenzo Amour Priental seriam opções interessantes. Procure experimentar. Beijocas der Elisabeth

    ResponderExcluir
  14. Ola Beth
    Ha uns dias atras perguntei se vc saberia indicar um similar porem menos denso. ENCONTREI!!!!
    Nao sabia o que mais me encantava nesse perfume, daí nas minhas buscas descobri que amo baunilha. Entao encontrei o meu perfume: Hypnotic Poison. Nao que seja similar mas a cremosidade aconchegante da baunilha harmoniosamente mesclada com amendoa, jasmim, musgo e almíscar me remetem à mesma sensualidade e calor do kenzo. Amei! me corrija se eu estiver errada!
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Oi Aline. Certíssima garota!
    A baunilha do kenzo é muito gostosa misturada com ervas aromáticas fortes. Hypnotic Poison dilui esta característica mas porta baunilha poderosa.
    Apesarr de não ser irmão é da mesma família doce e especiada.
    Que bom! Fico feliz que você esteja com esta opção. Um belo perfume. Experimente também o Midnight Poison. É mais exótico. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  16. Que perfume maravilhoso é esse gente?A medida que vai passando o tempo dele na pele, mais cheiroso fica e a fixação é uma das melhores que conheço.Para mim o que ele tem de polêmico,tem de gostoso.Bjos Beth!

    ResponderExcluir
  17. Oi Maillen.
    Os Jungles Kenzo são fascinantes. A perfumaria Kenzo tem muito deste toque exótico, exacerbado. L'Elephant é mais selvagem e intenso, doce também, que o Tigre. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  18. Olá Elisabeth!!!

    Sou nova no pedaço, mas uma aficcionada por perfumes e outro dia ate perguntei ao meu analista o porquê disso... mas obtive a resposta aki e adorei... estou me sentindo melhor com minha paixao e "fixação"... rsrsrs vcs traduzem de forma poetica todos os sentimentos que me trazem um bom perfume... Obrigada!!!
    Quanto ao Jungle L'Elephant, foi amor a primeira vista, ele me seduziu, todo o cuidado do frasco e da caixa, e quando cheguei alcancei a fragrancia já estava tomada... se é para amar ou odiar... eu definitivamente amei e ainda amo intensamente!!! rsrsrs
    Obs: tenho muito cuidado em usar meus perfumes, nao tomo banho, não me preocupo em deixar rastro, mas me perfumar pra mim mesma, para que eu me sinta devidamente acompanhada por ele, numa relação intima... perfumes como o Jungle devem ser aplicados na medida certa, sem exageros, creio o odio advem daí...
    Bjosss a todas!!!

    ResponderExcluir
  19. Oi Lívia.
    Seja bem-vinda. Aqui você estáará bem acompanha por muitos "perfumólatras" que apreciam coisas bonitas e cheirosas.
    O que seria da vida sem paixões... Existem as mais variadas. Alguns são apaixonados por quadros, outros por viagens, pescarias, moda, acessórios, música, literatura, vinhos, selos, cinema... e nós curtimos perfumes!
    Não é uma delícia estar perfumada? Para nós e para os que nos rodeiam?
    Jungles de Kenzo são perfumes especiais, cheios de personalidade e originalidade. Percebemos isto a partir da embalagem.
    Obrigada pela visita. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  20. Olá, como vai?
    Bem, este perfume é algo muito intrigante, é como um filme que assistimos mas que não tem fim, que continua em nossa mente nos questionando! Coisa incrível isto! Quando recebí meu Jungle, fiquei sentindo, farejando, tentando identificar algo, gostei, mas lá no meio tem alguma nota igual ao Opium de YSL, que é muito doce e forte, não gosto! Mas ele vai se desenvolvendo, é mutante, delicioso, viciante, uma droga praticamente (hahah), acho que para ser usado depende de como voce está naquele momento, pois ele não é só um "cheiro" delicioso, é uma fragrância que mexe com sua disposição! É, para concluir, estou louca pelos perfumes de Kenzo, não estou conseguindo usar outros, que encantamento tem esta marca!
    Um abraço a todos que amam como eu perfumes maravilhosos!
    Obrigada!
    Rejane.

    ResponderExcluir
  21. Oi Rejane. Kenzo tem mesmo perfumes cativantes. Gosto de inúmeros e L'Elephnat causa um impacto mesmo. É quase um delírio Kenzo. Tente experimentar Madly. Mais comportado, urbano, porém indiscutivelmente Kenzo.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  22. Difícil descrever esse perfume, qual a nota que possui, com qual se parece....um jasmim abaunilhado e atalcado? Além disso incensado, misterioso, muito aromático, e com uma fixação poderosa. Acertaram em eleger o elefante como o nome desta fragrância, faz jus, é um grande perfume, forte, que se destaca e "ocupa lugar" no ambiente....nisso mora sua polêmica, pois não vai agradar personalidades delicadas, discretas, contidas ou ambientes quentes e muito cheios. Usei todo um de 30ml, uma amiga adorou, comprou um de 100ml, mas enjoou dele e me deu de presente, o que adorei, pois é um de meus "tops".
    Parabéns pela ótima resenha, Beth, como sempre. Abs de Ubiratan.

    ResponderExcluir
  23. Oi Ubiratan. Obrigada!
    Sem dúvida um perfume personalíssimo, doce, incensado, marcante. Assinatura da perfumaria Kenzo.
    Tenho somente amostra do Jungle L'elephant,e um frasco precioso do Jungle Tigre que considero mais leve.
    São ótimos. beijocas

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!