Pin It button on image hover

quinta-feira, janeiro 28, 2010

Escale A Portofino - Cruise Collection Dior

Uma profusão de cítricos encantadores em procissão que exibe
notas agudas, verdes, amarelas e brancas.
Quando Escale à Portofino eau de toilette toca a pele, abraçamos exuberantes galhos de plantas cítricas, amassando folhas, roçando cascas, afundando o nariz na doçura floral.
Esta sensação de fresco, de pele limpa em contato com Natureza exuberante e colorida, persiste por algum tempo, pois o aroma petit grain do início é amparado pelos acentos picantes de resinas obtidas do gálbano, zimbro e cedro.
Notas ricas e dinâmicas encerradas no acorde cítrico alternam a intensidade fresca de folhas de laranjeiras e limoeiros, com a pungência vivaz do óleo das cascas de frutos maduros.
Todavia o aromático esconde surpresas entre a folhagem viçosa e natural.
O doce algodoado das pétalas, que estava submerso entre a densidade de frutas e folhas, recebe a calma suavidade das amêndoas.
Mutação inesperada da quase pungência inicial para um melífluo macio.
Enquanto o início lembra uma revigorante manhã de verão, entre o ruidoso burburinho de um mercado a beira do Mediterrâneo, a fase seguinte rende-se ao espreguiçar do começo de tarde.
Conforto e feminilidade embalam estes momentos, onde o aroma cítrico, transparente e puro encontra a densa amêndoa assumindo característica especiarada e cálida.
Muito se comenta das belezas do Mediterrâneo e de suas praias, que encontra alguma similaridade no litoral das Américas
Provavelmente aqui o abraço da Natureza é menos caloroso, água e ar resfriados pelo vento sul.

Entretanto o sol também aquece e presumo semelhança na vivacidade que embriaga, quando percorremos um mercado de frutas à céu aberto, sentindo o perfumado convite que exalam.
Intenso e luminoso como um dia de veraneio, Escale à Portofino é um chamado à tranquilidade, deleite e relaxamento, na simplicidade aparente dos seus acordes, na constância da característica aromática.
Elegante, não nega a origem Dior, nem a ancestralidade em Cologne by Dior, de quem é versão sedutoramente feminina.
Entretanto, por incrível que pareça, em todas as ocasiões nas quais me deparei, experimentei ou procurei Escale à Portofino, a temperatura era amena, úmida e quase invernal. Mesmo assim conquistou minha admiração e transportou-me para a brandura do ambiente à beira-mar.
Presumo que com a experiência num dia quente e ensolarado serei definitivamente cativada, pois para mim não há melhor opção que cítricos revigorantes para os preguiçosos dias de calor abrasador.

Apesar do reforço das madeiras, resinas e amêndoas, a intensidade durante a evolução não ultrapassa a prevista neste grupo olfativo.
O rastro dominador do início, após 2 ou 3 horas esmaece em suave e especiado aroma, que aconchega na pele.
Ali permanece discreto e docemente aromático durante 6 à 8 horas trazendo a memória o sabor da insustentável e aromática leveza de suco de cana, temperado com limão, almíscar e flores; acompanhado pelo leve ardido de zimbro.
Alguns comentários, com alguma propriedade, reportam ares de Eau de Rochas, Eau Fraichê de Dior e Agua de Loewe apesar da intensidade de Escale à Portofino me parecer mais aguda e picante.

Família Olfativa: Cítrico Aromático, 2008
Gênero: Feminino ( compartilhável)
Perfumista: Francois Demachy
Rastro: Início intenso/ Evolução moderada
Fixação : Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Bergamota, cidra, petit grain.
  • Coração - Flor de laranjeira, amêndoa e junípero ou zimbro.
  • Base - Cipreste, madeira de cedro, gálbano, cominho armênio ( caraway ou carvi), almíscar.
Vai ao Shopping? Confiras preços e marcas nas boas lojas que abrem suas portas em Perfume Bighouse 

Arte Irmã: Amedeo Minghi - Quando L'Estate Verrá


Imagens: Cesto de frutas cítricas de Elisabeth Casagrande ; Publicidade Christian Dior, Portofino

12 comentários:

  1. Este tem sido um dos meus perfumes preferidos para o calor. Na minha pele, ele parece seguir dois caminhos diferentes, dependendo do dia que o uso. As vezes, o lado mais cítrico e herbal toma conta dele, com as nuances amendoadas agindo de fundo na fragrância. Em outros dias, sinto um cheiro mais amendoado frutal, que somente depois adquire nuances verdes e de limão. É extremamente chique mesmo.

    ResponderExcluir
  2. Oi Rick. É verdade. Já senti desta forma também. Experimentei 4 vezes este perfume, em ocasiões diferentes. Em duas o floral amendoado e especiado prevaleceu. Nas outras duas o cítrico persistiu forte até o fim. De qualquer maneira é bom. Um dos melhores cítricos que tive oportunidade de provar.Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Olá, ontem passei por uma perfumaria e vi este perfume. mas chamou-me mais atenção os perfumes da Madame Rochas, graças à texto que já li no s/ blog.

    confesso que era uma marca que nunca me tinha chamado muito atenção, mas até gostei bastante.... obrigada

    ResponderExcluir
  4. Oi Angelina.
    Flor conheci Rochas através de Mystere que foi meu perfume signature desde o lançamento. está descontinuado, infelizmente. Depois disso usei vários Rocjhas. Madame, Tocade, Tocadilly. Todos deliciosos. Posso afirmar que são tão bons quanto Dior. Beijocas .Elisabeth

    ResponderExcluir
  5. >Salve, Elisabeth!

    *;-)

    Sobre este perfume nunca tinha ouvido nada a respeito. Vou correndo procurá-lo, amo fragrâncias cítricas. A sensação de leveza e frescor é deliciosa.

    Querida, há um tempo atrás, vi aqui um background maravilhoso, branco, com umas borboletas também brancas. Tudo muito diáfano, me encantei.
    Por acaso vc teria o endereço de onde o conseguiu? Só tenho encontrado backgrounds de cores fortes, pesadas e eu adoro uma atmosfera clean.

    Se puder, me escreva em: amar.yasmine@gmail.com. Ficarei muito feliz!

    Doces besos,

    {Amar Yasmine}_DEXPEX

    ResponderExcluir
  6. Oi Yasmine.
    Escale é um cítrico muito bom. Brevemente farei a resenha de outros nesta linha. Acho que vc gostará.
    Sempre que precisar faça uso do email do blog que está no alto da página e no perfil também.Está disponível para consultas pessoais e orientações np âmbito da perfumaria. Sempre que for possível faço questão de ajudar.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  7. Essa "calma suavidade das amêndoas" está me instigando a comprá-lo no escuro. Obrigada, Beth, por mais essa deliciosa resenha. Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Angela. Então flor, Escale tem um início cítríco poderoso, verde e fresco, porém a suavidade que se instala uns 40 minutos após muda a característica do perfume. Aparecem os acordes que estavam abaixo das notas de petit grain.
    Eu gosto bastante. Lembro qua quando saí da loja com o braço a "La Escale " fui ao encontro de uma pessoa da família e distraí com vários assuntos.
    De repente lembrei do perfume e ao conferir parecia outro. Delicioso.
    A pessoa ao meu lado também se encantou e é uma daquelas figurinhas difíceis de agradar.
    Mas, "cada nariz é uma sentença" e comprar perfumes sempre oferece riscos. As vezes gostamos no início depois não mais... e vice-versa.
    Eu arrisco mesmo, pois se não gostar há possibildade de trocar, vender ou fazer um presente, se necessário. Beijocas

    ResponderExcluir
  9. Fui a uma loja experimentar, e só tinha o Escale a Pondichery, que achei bem gostoso também. O que tem me deixado receosa é esse aspecto "amendoado", que em muitos perfumes eu achei enjoativo. Vou experimentá-lo já.

    ResponderExcluir
  10. Oiii. Preciso experimentar o Pondichéry. Amigos me disseram que é não acrescenta muito e uma tradução do crítico Chandler Burr causou um certo desânimo. Fala horrores do perfume... Enfim, só provando.
    Mas, Portofino não é perfume de extremos. Um cítrico admirável, sem inovações fantáscticas. Este amendoado é uma lapidada no cítrico, prá descer redondinho. Não é enjoativo de maneira alguma. Experimente. Acho que você vai gostar. Despois venha contar. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  11. Oi, Elizabeth.

    Tenho me interessado muito recentemente por perfumes, e teu blog tem sido referencia e suntuoso companheiro nessa viagem.

    Escale a Portofino está na minha lista dos perfumes a experimentar. A propósito dos cítricos, gostaria de conhecer algum comentario teu a respeito do Agua de Loewe (que vc apenas cita nessa resenha) e do Flô (Maira Jung, perfumista carioca).

    Beijos e obrigada pelas inestimaveis dicas.

    Rosana.

    ResponderExcluir
  12. Oi Rosana. Adoro perfumaria e todos os assuntos relacionados. Aromas são poderosos!Influenciam o humor e contribuem para melhorar nosso ânimo. Cítricos são frescos e estimulantes.
    O Escale é um dos muitos cítricos fresquinhos e admiráveis.
    Agua de Loewe é bem construída e muito refrescante, composição clássica e por este motivo previsível.
    Pretendo resenhar esta semana. Aguarde só mais um pouquinho. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!