Pin It button on image hover

sábado, janeiro 02, 2010

24 Faubourgh eau de parfum - Hermès

Palace d'Élysée, residência oficial do presidente da República da França, embaixadas e maisons famosas tornam especial Faubourgh de Saint-Honoré, uma rua de Paris na França.
Lojas de grifes conceituadas  como Lancome, Rochas, Houbigant e a luxuosa sede de Hermès fundada em 1837 por Thierry Hermès habitam o mesmo nicho.
A proposta inicial de Hermès era  produção de objetos de couro, precisamente arreios finos para cavalos. Entretanto em pouco tempo os produtos diversificaram e começou a criação de acessórios de vestuário.
Em 1978, durante crise financeira, Jean-Louis Dumas Hermès renovou o espírito criativo da empresa, com novos  produtos, lançando imagem moderna e revolucionária apesar de continuar trilhando pelo caminho do luxo, boa qualidade e acabamento impecável.
Presentemente 14 divisões oferecem diversos produtos inclusive joalheria.
Gravatas, lenços e cachecóis finos, que  utilizam seda brasileira, enfeitam as coleções.
E, tão famosos como os acessórios de couro são os perfumes.
Maravilhosos perfumes Hermés!

24 Faubourg, a fragrância que homenageia o endereço famoso, sugere elegante sofisticação.
Aroma festivo de salões requintados, iguarias finas e toilletes esmeradas, parecem ser o seu acompanhamento ideal.
Sentimos o pout pourri floral na abertura, penetrante e aldeídica, com um travo ligeiramente amargo vindo da base, característico de patchuli.
Picante, animalic e levemente cítrico, este acento garante transparência e limpidez para as flores densas e perfumosas..
O bouquet voluptuoso de flores brancas entremeadas pelo colorido dos jacintos, gardênias e íris transmite uma aura sensual madura e refinada a arder lentamente sobre a pele.
No âmago do perfume podemos sentir cálido, apimentado e aromático acento, quase canforado cuja intensidade nos aldeídos  beira a pungência, num toque acre e metálico.
Notas que se desmancham suavemente na cremosidade da baunilha e âmbar, pétalas de flores carregadas ao sabor do vento, espalhando seu delicado perfume no caminho percorrido.
24 Faubourg marca sua passagem elegantemente afirmando qualidade na sillage floral abaunilhada, especiada e agridoce.



 
Família Olfativa: Chypre floral, 1995
Gênero: Feminino
Perfumistas: Maurice Roucel, Bernard Burjios
Frasco: Serge Mansau
Rastro: Intenso
Fixação:Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Laranja, pêssego, jacinto, ylang ylang, bergamota
  • Coração - Flor de sabugueiro ou sabugueirinho, Íris, flor de laranjeira, gardênia, jasmim
  • Base - Madeira de sândalo, âmbar, patchuli, baunilha

Arte Irmã ...nas palavras e na música.


VÍDEO:This guy's in love with you- Herb Alpert


Imagens: Banners publicitários Hermès; Editorial Vogue Jóias 2002; Montagem  de Elisabeth Casagrande com frascos Hermès 24 Faubourg. texto poético de Clarice Lispector.

29 comentários:

  1. Oi Elizabeth!
    Primeiro de tudo, um Ano Novo mágico e perfumado para você.

    Em segundo, quero dizer que gosto demais do seu blog, 1 porque sou aficcionada por perfumes (na verdade eu era fanática e hoje eu amo, porque dividi minha paixão com cosméticos e maquiagem rss). Mas sempre estive em busca de um blog que contasse a história do perfume, de alguém que, mesmo reproduzindo uma informação da marca, consegue fazer com maestria e colocando a pitada do conceito pessoal(que é essencial para a originalidade).

    Adorei a descrição sobre a Rue Faubourg, certamente vou pra lá um dia, AMEM. HEHEH

    (você chegou a experimentar o 24 faubourg?)

    Beyjokhas carinhosas,

    Amygha Cris

    ResponderExcluir
  2. Oi Amygha Cris. Obrigada!
    Flor, praticamente todos perfumes resenhados são experimentados.
    Devo ter umas 3 ou 4 resenhas onde apenas relato impressões recolhidas da literatura. Mas, neste caso deixo claro que não é minha avaliação. Nos demais, opinião pessoal depois de experimentar uma amostra ou usar várias vezes.
    Os colaboradores seguem a mesma linha de atuação.
    24 Faubourg é um dos meus preferidos na maison Hermés, seguido dos "Jardins". Aliás Hermès é uma das maisons "top" junto com Cartier, Balmaim, Guerlain, Rochas e váaarias outras.
    Tenho muitas amostras flor. Suficientes para mais um ano de resenhas pelo menos.
    Espero neste meio tempo conseguir mais!
    E encontrá-la no forum mais vezes. Quem sabe um dia na rue Faubourg...Nada melhor para apaixonados pela perfumaria.
    Que 2010 seja um belíssimo ano! Beijocas. Elisabeth

    ResponderExcluir
  3. Elisabeth!
    Adorei o teu blog! Diferente do que se vê por aí. Pena que não se pode sentir o perfume!!!rsrsrs...
    Divulgarei no THE BEST BLOGS!
    Bjkas!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Betty! Vc conhece BalMan de Balmain? Li na Fragrantica, um membro dizendo que seu drydown é muito parecido com o Mystère. Nossa! como sou curiosa para conhece-lo! Ainda mais quando vi uma foto de publicidade nesse site e me lembrei que já a tinha visto na coleção de revistas Claudia q minha avó fazia nos anos 80. Eu era menina mas adorava ler o miolo da revista feito de papel jornal que falava de gente famosa e segredos de beleza...rsrs. bjus

    ResponderExcluir
  5. Oi Sonia .
    Obrigada. Achei a proposta do seu blog na listagem de outros websites muito interessante!
    Estive visitando e aproveitei suas dicas ampliando meu círculo na bogosfera. Beijocas. Elisabeth

    ResponderExcluir
  6. Oi Lu.
    Florzinha eu também li! E fui atrás do Balman com muita expectativa.
    Infelizmente não passa nem perto do Mystere.
    Usei o Rochas durante muitos anos, até sumirem os últimos frascos do comércio brasileiro.
    Não achei nenhum similar muito próximo. Apenas acordes esparsos em outros perfumes.
    Por ex. Fendi Donna e Diva tem acordes florais de Mystere.
    Kouros ( por incrível que pareça) também, nos acentos incensados e resinosos.
    Porém nenhum representa todos os aspectos da sua pirâmide.
    Quando encontrar um similar farei um pequeno estoque e depois venho contar...he he he
    Dê uma lida nas resenhas de Diva e Balman. Procure clicando na caixinha PERFUMES na coluna da direita. Beijocas. Elisabeth

    ResponderExcluir
  7. 24 Faubourg ...está aí um perfume famisíssimo que eu não gosto, na verdade não acho ruim, mas acho que tem um aroma forte mas ao mesmo tempo envelhecido, não sei explicar ao certo, tem cheiro de incenso, mas de incenso estranho rs.

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu.
    Retornando... Creio que houve erro de digitção no comentário do leitor/Fragrantica sobre Balman. Recentemente conheci o Balmain feminino e este sim tem um grau considerável de acordes semelhantes ao Mystere.Beijocas. Elisabeth

    ResponderExcluir
  9. Oi Sarah. Acho que é a fase resinosa no coração do perfume que a incomoda. Eu sinto este odor meio pesado, acre. Mas é muito fugaz. Passa logo e podemos admirar como é esplêndido.
    Talvez a sua sensibilidade para o acorde seja maior. Ou questão de preferência, mesmo.
    Vc gosta de incnsados mais secos, menos herbáis, não é?
    Experimenta o Lalique Le Parfum. Muito gostoso.Beijocas . Elisabeth

    ResponderExcluir
  10. Oi!!!! Estava passando e gostei do blog, qdo criança senti um cheiro delicioso do perfume que uma professora usava, que pena não tive coragem
    de perguntar (Há exatos 30 anos), mas era um cheiro suave, citrico como um azedinho..... Gostaria muito de encontrar esse perfume....Já comprei um calandre, mas não era o que está em minha memória..... Quem sabe um dia!

    Abraços
    Maria

    ResponderExcluir
  11. Oi Maria. Obrigada, volte sempre!
    Que difícil este cheirinho dos anos 80, década de chypres, aldeídicos e orientais suntuosos...
    Lembrei imediatamente de Vent Vert, mas a época não bate.
    Talvez Diorella ... Experimente. Quem sabe?
    Dioressence tembém neste estilo fresco e elegante, uma delícia.
    Poderia ser um floral verde também. Cabotine é dos anos 90...Eau de Dolce Vita e Lily Chic também são mais recentes ...
    E os tradicionais Rive Gauche e Arpege?
    Seria interesante se você tivesse mais dados. Se era intenso, deixava rastro, ou bem suave. Doce ? Tinha cheirinho de flores, madeiras, baunilha? Este azedinho era de limão, laranja, maça verde, maracujá?
    Creio que para descobrir, só a sorte ajudando. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  12. OI Elizabeth!
    Obrigada pela atenção querida!
    Então o perfume que eu sentia na época era no ano de 1980, e o fundo azedinho dele é limão,uma delíca! Vou procurar sim por esses nomes que vc me
    fez a gentileza de citar, valeu. Seu caso eu tiver a sorte de achar, irei correndo te contar! Até rimou! Bjs
    Obrigada
    Maria

    ResponderExcluir
  13. Oi Elizabeth, me lembrei de uma coisa...
    Esses dias fui à uma loja de perfumes e experimentei o Prada/ milano. Simplesmente delicioso! Ele faz lembrar o cheiro desse perfume que procuro, é 80% parecido! Rsrsrsrsr
    Depois te falo, vou experimentar os que vc me deu
    as dicas! bjs]
    Maria

    ResponderExcluir
  14. Oi Maria.
    Espero que vc encontre. A gama dos Aromáticos Cítricos é imensa.Com um bocadinho de sorte pode ser até que vc encontre um signature nesta busca. Ainda não conheço Prada Milano. A grife tem muita qualidade.
    Dê uma olhadinha na resenha CÍTRICOS E CITRINOs. Apresenta inúmeras sugestões com as frutas azedinhas. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  15. Oi Elizabeth!
    Passei pra agradecê- la, amei conhecer o blog e ler sobre os perfumes e sua origem, ah! a delicadeza da descrição e a profundidade das dicas
    que vc passa com tanto carinho e uma educação!
    Nossa, como a educação é uma verdadeira riqueza e
    balsámo aos que a recebem! Que Deus te abençõe e
    um Feliz 2011!

    Abraços
    Maria

    ResponderExcluir
  16. Oi Maria. Muito Obrigada flor! Quando fazemos algo com prazer ele se estende aos que nos rodeiam. Feliz Natal e um belo 2011 para você também.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  17. Amo perfumes, e 24 faubourg está entre os prediletos, e amo tanto que confesso que não gosto muito de expressões do tipo: perfume de velho, antiguidade!! embora respeite as opiniões!! Há perfumes que são mananciais olfativos, dignos de admiração! Sou muito eclética no quesito perfumes, tenho de tudo um pouco, mas nunca poderei deixar de admirar os clássicos, eles são especiais, muito expressivos e fabulosos, assim como o 24 faubourg!! Me sinto uma mulher extremamente elegante e diferenciada com eles!!
    E por incrível que pareça os perfumes que uso e mais sou elogiada são os ditos perfumes de vovó!! Principalmente elogios da ala masculina, que comentam e gostam bastante!! Será que o cheiro de vovó faria isso? acho que não!! rss
    Parabéns pelo seu blog!
    Fátima Toledo.

    ResponderExcluir
  18. Oi Fátima.
    Igualmente não concordo com esta classificação de perfume de "velho" ou perfume de "vó". Perfume é arte e arte não pode ser
    classificada como velha ou "demodée". É sempre bela, quando tem qualidade e originalidade.
    Contudo os ditames da moda, de maneira geral, influenciam as pessoas nas escolhas e padronizações. Principalmente aquelas que desconhecem as minúcias da perfumaria e acabam se prendendo aos conceitos pré-estabelecidos.
    Muitas vezes são jovens que vivenciaram pouco o universo aromático.
    A medida que forem conhecendo, diversificando aprenderão a gostar do que antes rejeitavam. Funciona de maneira semelhante com música, artes plásticas, comida, lugares que frequentam.
    Na perfumaria não é diferente.
    A vivência refina o gosto, também abre um leque maior de opções e preferências. Inclusive a apreciação das fragrâncias classificadas como datadas.
    Que aprecio muitíssimo!
    São apaixonantes, ricas, densas. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  19. Maravilhoso seu blog, vc está de parabéns Elisabeth! Pela sua grande sensibilidade, pelo dom da palavra e por poder enxergar que a perfumaria é uma arte!
    Bem, estou aqui também pra compartilhar sobre o perfume da minha vida: 24 faubourg, como amo esse perfume!!
    Vc acredita que quando o uso me sinto uma princesa!!rss Me faz lembrar àqueles filmes de época, com seus salões de festa, com todo o seu requinte, onde em suas escadarias desce uma linda jovem, com pele de porcelana, vestido de seda que delineia com discrição suas formas, ela usa luvas brancas e um colar de pérolas sobre sua pele viçosa, apresentando uma presença marcante e encantadora! Perfume que remete a uma aura de elegância.
    Kátia Holanda!

    ResponderExcluir
  20. Katia, acho 24 Faubourgh o máximo. Um dos meus preferidos! Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  21. Olá queridas amigas cheirosas...rsrsrs!!!
    Alguem poderia descrever melhor este perfume, ou citar alguns similares...Gosto do BURBERRY LONDON, do QUELQUES FLEURS, (q na minha opiniao eh o melhor q ha), do 5th AVENUE, do GUCCI GUILTY...Gostaria de encomendar este no escuro, mais nao sei se irei gostar...Me ajudem.Xero

    ResponderExcluir
  22. Elisabeth me de a sua opiniao, please, qto ao meu comentario acima, tem algum parecido ou similiar a ele?

    ResponderExcluir
  23. Oi Deby. Estava procurando lembrar de um que fosse similar, mas não me vem nada na cabeça. 24 Faubourg é tão único! Talvez pareça um pouquinho com Eau des Merveilles.
    Já citaram Cardin de Pierre Cardin, mas não experimentei. Inclusive já foi comparado com Giorgio, Fracas, Poeme, Tiffany... Todos florais intensos, contudo Faubourgh tem um aspecto resinoso incensado mais intenso rodeando o bouquet. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  24. Mto obrigada minha linda!!!Amei seu blog, ta lindo viu???Amo perfumes e quero entender deles como vc...rs Que Deus te abencoe mto viu, estarei sempre passeando por aqui...Bjinhos

    ResponderExcluir
  25. Ahhh esqueci... please, minha amada, me sugira os melhores florais que ha...Citei alguns ai acima q fazem o meu estilo, mas acredito q vc conheca outros ainda melhores.
    PS:Ja encomendei o 24 e estou ansiosa para recebe-lo, depois de falo o que achei...(Confiei no seu tato, ou melhor no seu olfato...kkkkk) Bjssss

    ResponderExcluir
  26. Oi Deby. Muito Obrigada!
    Os florais que você citou são estupendos!
    Mas posso citar Guilty que está se revelando enigmático na minha pele. A cada dia que experimento é uma reação diferente, embora continue me parecendo um floral oriental lindo. Ambarado e levemente anisado.
    As pessoas tem esquecido dos florais antigos. Eu simplesmente adoro Diva de Ungaro.Também Narcisse de Chloé e o chypre Coco Mademoiselle que acentua seu lado floral na versão edt. Florais de Penhaligon's, delicados e elegantes - O último Peoneve é um encanto.
    As mil faces da rosa nos Parfums de Rosine, Eternity de CK, English Lavender e outros florias da Yardle.
    Florais soliflore de Floris London (lírios), de L'Occitane (flor de cerejeira),águas de Guerlain, First de Van Cleef Arpels...
    Florais de Annick Goutal como Gardenia Passion,intensos e ricos.
    J'adore, Infusion d'Iris, o bouquet frutado de Paris YSL, Magnolias de Yves Rocher e Acqua di Parma, Ombre Rose e flankers, Pleasures de Estee Lauder, flores brancas nos florais Dior, Pure Poison, Carolina Herrera, Burberry, Rock'n Rose de Valentino, Romance, Dalíssime...
    Tuberosa e violetas de L'Artisan Parfumeur...entre inúmeros na perfumaria niche.
    Ormond Jayne tem uma seleção de florais imperdível.
    Esta família é quase infinita!
    E não vamos esquecer um dos florais mais conhecido e copiado ...Anais Anais.
    Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  27. Papel e caneta urgente, pra anotar esses nomes e sair "farejando" nas lojas...kkkkk Muitissimo obrigada pela aula minha querida. Detalhe, amo os q prevalecem o cheirinho de jasmim...Um dia bem perfumado pra vc;)

    ResponderExcluir
  28. Então Deby...existe um texto sobre jasmim no blog, porém está incompleto. É uma das minhas prioridades editar esta resenha brevemente. Pretendo estender as informações sobre tão importante nota da perfumaria e adicionar uma lista de fragrâncias ricas em jasmim.
    Uma resenha que exige pesquisa, trabalhosa... aguarde que deverá ser feita em breve. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  29. Olá Elizabeth,admiro muito a maneira quase poética que você descreve os perfumes. Sabe que os meus perfumes favoritos conheci através do seu lindo blog, como o 24 faubourg, Diva e alguns outros na sessão magníficos. É incrível como o minhas preferências olfativas se modificaram, posso até dizer se refinaram, como quando ganhei o calandre e achei meio estranho...hoje é um dos meus queridinhos, rs. Mas ainda existe um elemento que me incomoda bastante em alguns perfumes, um aroma rançoso...não conheço musgo de carvalho, nem Galbano, ambos estão presentes em st dupont pour femme, que ainda não tive coragem de me desfazer. Você pode me esclarecer que aroma é esse? Um grande abraço, da Mônica Augusta

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!