Pin It button on image hover

domingo, outubro 25, 2009

Paramela eau de toilette - Amor América by Natura


Espaços vastos, montanhosos ou descampados onde ainda é possível aspirar o ar fresco de Natureza limpa, em comunhão harmoniosa com a espécie humana...
Esta é uma paisagem possível nas regiões andinas da América do Sul.
Destes campos extensos e gélidos da Argentina - Patagônia - vem a paramela, planta arbustiva e aromática que inspirou uma bela fragrância da perfumaria brasileira.
Mario Lopez Llosa, escritor peruano que iniciou sua obra sob a influência existencialista de Paul Sartre,escreveu sobre a hierarquia de castas sociais e raciais num contexto ainda presente na América do Sul.
No seu afamado e premiado Lituma nos Andes, escreve:
"- Nos Andes, o ser humano tem vocação de condor... parece escalar os degraus do ar, voar sobre as nuvens, para contemplar a terra lá embaixo, a seus pés
 ."
É a sensação que me transmite o aroma de Paramela - vôo para a amplidão fresca e limpa , no encontro de céu e terra.
Proeminentes cítricos no topo indicam a presença de limão e bergamota.
Ácidos, picantes e doces evidenciando o fundo amadeirado, fiel em toda evolução.
Soma-se ao apimentado acorde a sensação de bouquet floral, ligeiramente frutado, onde podemos perceber o toque de seiva verde com pungência característica das planta recentemente colhidas.
Sumarenta e fresca encontra seu equilíbrio nas madeiras claras e leves da base, que estão representadas no odor de sândalo e cedro.
Persistente, o amadeirado de fundo encontra eco no acento aromático resinoso, floral, frutal e melífero da Paramela, nesta fragrância que não é afeita à picos ou grandes saltos evolutivos, mas à constância que sublinha limpidez e frescor natural.
Paramela causa uma sensação de bem estar, de fluidez e transparência.
Apesar de não demonstrar familiaridade com acordes frutados aquosos e ozônicos, que tipificaram a família dos perfumes ditos aquáticos, esta leveza na composição provoca a refrescância nem sempre alcançada em florais frutais.
Recorda-me o conforto provocado por Light Blue, mesmo que as notas frutais sejam diversas. No aspecto cítrico amadeirado sugere um pararalelo mais brando e floral dos acordes de Angel Schelesser femme ou do fragrante Bvlgari by Bvlgari.
Aromático leve seria definição mais adequado para este perfume , considerando que é , sua principal característica o odor de cítricos e seivas verdes num contexto aéreo, quase etéreo.
Percebe-se tênue e submerso uma doçura melífera que pode advir igualmente do óleo de paramela.
Interessante, confortável, delicadamente feminino, embora possa emprestar sua faceta hespéride às peles masculinas atenua todos os acordes e suavemente encaminha-se para base amadeirada, mais seca e sólida.
Atraiu-me muito Paramela, apenas lamento que a fixação na minha pele não tenha alcançado o mesmo nível de Palo Santo, que domina com maior intensidade e se prolonga por mais tempo no ambiente.
Encerrado num lindo e criativo frasco, de aspecto artesanal, inspirado nas porongas ou cuias do Sul do Brasil. Lembra uma botica vintage que parece ter atravessado o tempo, direto de antigos ou misteriosos mosteiros, carregando alguma fórmula preciosa.
Um tratamento especial de verniz nas embalagens plásticas conferem uma textura diferenciada que aproxima da cerâmica.
O designer foi criação de Filomena Padron.
Por ocasião do lançamento da linha Amor América que inclui Palo Santo e Paramela houve o lançamento dos ensaios literários Amor América en La Patagônia onde o fotógrafo e editor brasileiro Roberto Linsker desenvolve um trabalho de cunho artístico com cenários que incluem regiões da Argentina, Bolívia, Chile, Peru e Equador.
Um dos livros destaca a Patagônia - Paramela - , e outro os Andes - Palo Santo.
Recomendável.

COMENTÁRIO VIP
Gosto
Amor América ! A expressão das essências deste continente belíssimo que habitam em dois frascos encantadores e nos trazem de presente o aroma da Natureza dos Andes e da Patagônia.
Paramela, um espetáculo tal qual é a visão das geleiras azuladas da Patagônia.
É possível sentir o frescor do gelo contrastando com a doçura do mel. Um aroma terno embora fresco, confortável e levemente doce. Adoro este perfume mágico! Simplesmente delicioso.
Nagma

Família olfativa: Floral frutal, 2008
Gênero: Feminino - unissex
Perfumista:
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Limão, bergamota, alfavaca
  • Coração - Paramela, notas florais, mel
  • Base - Madeiras claras 
 Imagens: Colagem com frascos de Paramela de Natura e flor de paramela de Elisabeth Casagrande; fotografia do staf de Eco-hotel- Hotel ecológico- Puerto pirâmide; Mapa da região da Patagônia- América do Sul

4 comentários:

  1. Moça!

    Eu queria poder registrar as expressões da minha face enquanto te leio. Não te conheço, além de um comentário que trocamos aqui e te descobri por acaso, não houve nenhuma aproximação feita por ninguém.

    No entanto, entre as sensações de prazer, quando aqui chego, à medida que seu texto se desenrola me vem um sentimento de orgulho tão confortante que meu sorriso se abre instantâneo.
    Orgulho? Vc perguntaria..
    Sim, orgulho. Sei que pode parecer estranho, mas é mesmo de orgulho a minha expressão... e não sei explicar pq.

    Até perguntei a uma amiga o pq desta sensação. Ela me disse que pode ser devido à uma forte identificação.
    Está certo, me identifico sim. No entanto, não pretendo ter o mesmo senso estético tão apurado e nem seu amplo conhecimento no assunto.

    Pode ser que este sentimento venha do fato de ver estampados aqui o que eu chamaria de coincidência pela classificação dos perfumes... eu, uma ignorante no quesito perfumaria. E, aí, fica uma sensação de bem estar comigo mesma, por ter confirmado aquilo que eu reconheço como bom.

    Elizabeth, de tanto que gosto de tudo aqui, vou fazer um post sobre seu blog e colocar no meu qualquer dia destes. Não sem antes ter sua permissão, claro.

    Por hora, fica com meu abraço afetuoso e admirado.

    {Amar Yasmine}_DEXPEX

    ResponderExcluir
  2. Oi Yasmine.
    Que bom encontrar eco na sua preferência. Fico feliz percebendo que voçê sintoniza com o que tento expressar a respeito dos perfumes que conheço.
    Obrigada pelos gentis comentários, embora eu não seja uma expert.
    Na realidade sou uma eterna estudiosa e quanto mais aprendo mais percebo o pouco que sei.Tenho certeza de que neste tempo que vivemos não conseguirei aprender tudo que quero.
    Vibramos na mesma frequência de admiração pela boa perfumaria, o que deve ser a origem desta identificação à distância, independendo da quantidade de informações que uma ou outra domine.
    Já comentei com amigos que sinto esta possibilidade também nos contatos da internet...perceber afinidades, ou a falta dela, apenas lendo algo escrito por pessoas que não conhecemos pessoalmente e se encontram tão distantes.
    Flor, certamente pode citar meu blog ou assuntos relacionados.
    Como li em algum lugar, ninguém querendo manter suas idéias na privacidade ou anonimato se coloca em evidência tão pública como na Internet, e gosto muito de partilhar minhas idéias.
    Acho que foi um hábito adquirido no magistério.
    Aprecio muito os foruns de discussão.
    Penso que as idéias devem ser expressadas, nos diversos assuntos que nos cercam. Elas movem o mundo. Beijocas.
    Elisabeth

    ResponderExcluir
  3. Oi,meu nome é Rosana,eu gostei muito desse perfume,amor américa paramela,gostaria muito que ele voltasse!!!obrigadoo

    ResponderExcluir
  4. Oi Rosana. Obrigada pela visita. Flor eu também gostaria. os dois são ótimos, e baseados em conceitos, histórias da terra, belos frascos....Quem sabe a Natura não resolve relançar. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!