Pin It button on image hover

sexta-feira, setembro 11, 2009

Nirmala eau de toilette - Molinard


Voltem no tempo meio século e imaginem a Ásia... colorida e vibrante emanando aromas frutíferos, melífluos, exóticos.
Ali encontraremos o DNA ancestral dos modernos gourmands que enlouqueceram  narizes no princípio da década de 90.
Encerrado num belo nome de mulher: Nirmala, nascido em 1955.
Assim Molinard, a perfumaria de Grasse desde 1849, batizou este aroma doce, intenso e duradouro, que penetra na pele de forma avassaladora envolvendo em calor, blended frutal e sensualidade.
Sillage inicial prenuncia  fixação poderosa, que se confirma através das horas evoluindo com segurança, lentamente, como os movimentos sinuosos e ritmados das danças asiáticas.

Difícil resistir ao apelo destas notas  mesmo os  forem avessos a tal família.
A princípio  traz  boom gustativo das frutas e flores de maracujá em  pungência  cítrica adoçada pela manga madura, aromática e saborosa.
Diferencia-se Nirmala de repetidos aromas frutados pelo acento que emerge da base. Aroma de cedro, de madeiras e resinas, enquanto flores entremeiam e a baunilha rescende a mel.
Durante esta caminhada que parece um abraço exuberante da Natureza em pleno frutificar, sentimos  almíscar e âmbar, contemporizando a exaltação, atenuando o brilho excessivo e ensolarado.


Suave acento empoeirado encanta e confere ares de toucador, leveza e feminilidade, enquanto o perfume acomoda seus acordes em sintonia, um completando o outro, anulando as individualidades até que reste um doçura final e incerta.
Pioneiro, formidável e fascinante, um dos precursores gourmand , cairá como uma luva aos apreciadores de doçura intensa.

Similaridades Olfativas
Perfumes contemporâneos que seguem esta linha  são Angel e Innocent by Thierry Mugler.
Notas frutais de maracujá ou a combinação de baunilha, fava e madeiras também podem ser sentidas em inúmeros como Whish e Pure Whish de Chopard, Theorema de Fendi,
sem a exuberância frutal,  e Huile de Parfum Cosy Cashemere- Edition Spèciale.

Classificação

Família Olfativa: Oriental amadeirado,
Gênero: Feminino
Designer: Molinard
Rastro: Intenso
Fixação: Ótima
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Maracujá , Tangerina, manga e toronja
  • Coração - Jasmim
  • Base - Baunilha, fava tonka, cedro da Virgínia, almíscar, âmbar, sândalo
 Arte irmã : Seria a bela paisagem da Indonésia através da lente de Rarindra Prakarsa

4 comentários:

  1. Nirmala parece delicioso , essa frase q vc escreveu ' As flores entremeiam e a baunilha rescende a mel ' me deram água na boca.
    Fiquei curiosíssima , amo perfumes doces.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Ju. Se vc gosta de Angel e Angel Innocent vai adorar Nirmala.O acorde frutado é muito intenso no início, tal como no Innocent e perdura muito mais, Fixação e base do Angel tradicional tambem são similares.A diferença no Nirmala é que a baunilha está aliada as flores e cedro, num amadeirado diferente do folhoso e picante patchuli que vemos no Angel.
    São perfumes que fazem linha olfativa muito semelhantes. Imagine que Nirmala se desdobrou em duas fragrâncias diferentes que não conseguem negar o DNA materno. Mas, quem não gosta de fragrâncias com notas de maracujá e manga que fuja dele. São as frutas predominantes.Beijocas.

    ResponderExcluir
  3. Olá! Recebi o Nirmala recentemente da fragrancex! Divino! É uma explosão cálida e confortável! O também grandioso Angel bebeu muito na fonte do Nirmala, heim?

    ResponderExcluir
  4. Oi Diana.
    Nirmala é delicioso. Quase avô de Angel e Angel Innocent, que são parecidíssimos... Não posso usar Hypnose(também com acento de maracujá), pois me causa enxaqueca e Innocent apesar de uma delícia tem fixação baixa. Nirmala preencheu lindamente todos meus requisitos.
    E a Fragrancex tarda( e como) mas não falha não é? Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!