Pin It button on image hover

quinta-feira, setembro 10, 2009

Covet eau de parfum - Sarah Jessica Parker


Negociando trocas de perfumes recebi uma amostra de Covet eau de parfum.
Dentre inúmeros, um frasquinho com o nome borrado despertou minha atenção pela tonalidade amarelo citronela, e pelo aroma característico de chocolate belga misturado com laranja. Floral e verde! Seu nome é Covet.
Era o perfume que atiçava minha curiosidade no belo frasco, como um cristal, parecendo escultura híbrida de flor entreaberta e torneira antiga.
Em desenho elegante de Chad Lavigne, um perfume criado por Frank Voelki, da casa Firmenich, em colaboração com Ann Gottlieb.
Pesquisas apontam várias definições para este aroma feminino: chá, cheiro de boneca nova, grama verde, estranho, confortável, esquisito"... porém o que provocou maior atração foi uma só palavra- compartilhável. Sim, totalmente unissex!
Notas no topo são verdes e doces com o toque suave, cremoso e característico de chocolate do tipo amargo. Desenvolve-se em acorde equilibrado na presença do bouquet de flores brancas e das pétalas de violetas.



A surpresa, o impacto e seu ápice estão no cremoso e floral! Nesta fase confortável, madeiras macias unem-se às magnólias, talvez adoçadas por gotas de mel, e proporciona uma sensação anisada e tépida como a de um chá. Em alguns momentos tais notas transparecem na sillage a semelhança do meu querido Aimez Moi de Parfuns Caron.
Contudo, o moderno Covet é respaldado por característica cremosa e límpida enquanto no Aimez a união de aniz estrelado e violetas é arrematado por fundo abaunilhado e terroso, sempre presente. Creio que o excesso possa torná-lo irritante devido a intensidade e persistência do aroma, mesmo que a essência deste perfume não condiga com o surto de loucura e cobiça representado por Sarah Jessica Parker na campanha publicitária.
Poderia ser espelhado por um contexto mais calmo, embora imbuído de contemporaneidade e da euforia da nossa frenética época.
Formidável criação exceto pelo pequeno desencontro conceitual entre propaganda, frasco, perfume e grife. Por outro lado toda esta idiossincrasia e atração pelo "diferente" fez com que Sarah Jessica Parker me conquistasse.
Ah...finalmente mais um pequeno, porém intenso, desejo realizado!

Contribuição de Pavel / edição de Elisabeth

Família Olfativa: Floral aromático, 2007  
Gênero: Feminino ( compartilhável)
Perfumista: Frank Voelki e Ann Gottlieb  
Rastro: Intenso  
Fixação: Muito Boa
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Notas verdes, folhas de gerânio, limão, chocolate, lavanda 
  • Coração - Jasmim, chocolate, magnólia, lírio, michelia 
  • Base - Almíscar, vetiver, madeira cashmere, âmbar, madeira de teca ou tectona 
  •  
Imagens: Frasco de Covet edp e composição colagem de Elisabeth Casagrande

Nota - Amigos geralmente são atraídos uns para os outros pelas similaridades de convicções, comportamentos e valores, que funcionam como imãs naturais. Algumas vezes esta proximidade leva aos mesmos e simultâneos pensamentos. Assim como escolhemos o mesmo estilo de  cor de roupa para ir com aquela amiga querida numa festa. Perfume Bighouse e o chiquérrimo Perfumes & Etc descobriram que seus amigos, plumas de perfumaria, estão sintonizados na mesma camada aromática. E geralmente onde não ocorre a subtração encontramos a mais perfeita adição. Ganharam os leitores na opinião paralela de dois amantes da perfumaria sobre um belo perfume.
 
Vídeo: Campanha publicitária Covet

15 comentários:

  1. Caramba, essa foi boa! Não tenho quase visto o ável, ele eanda sumido por estar muito ocupado, estava saudosa sim; mas nem remotamente comentamos nada sobre as resenha, e quando vemos foram as mesmas. Chamo isso de afinidade :)
    Adorei a resenha, bjsss perfumados de alegrias.

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de parabenizar o Pavel pela excelente resenha. Adorei cada aspecto da narrativa, e o modo como o autor captou a minha atenção. Bravo, Pavel!

    Betty, querida - A sintonia de idéias dos autores convidados foi incrível, e adorei a interatividade entre os blogs. Ficou um clima gostoso, aonde o leitor pode ler duas opiniões diversas sobre o mesmo perfume. Até torço para que ocorram mais coincidências como esta, que resultou em duas resenhas maravilhosas, e inúmeras gargalhadas.

    ResponderExcluir
  3. Oi Beth!!!

    Primeiro, que layout lindo d+ dá conta sô!!! Tô babando aqui. Eu tinha visto antes um meio "rosadinho" mas esse é sua cara, verdinho;-)

    Amei a resenha do Covet (é do Pavel né?), ele é um dos meus favoritos, coringão da coleção kkk. Tb o considero totalmente unissex, ele fica maravilhoso aqui em casa em qualquer um que usar (eu,pai,mãe, irmão...)

    Beijo perfumados pra família do Big!!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Maria Cris. Então, não foi arrepiante?. Estávamos a conversar( on line) sobre afinidades, atração espiritual, coincidências e no mesmo dia acontece isto.Meu lado místico arrepiou todinho.
    Acho que é uma daquelas oportunidades lindas para a gente se maravilhar com o que existe de concomitante entre nós .
    Como dizia um dos mestres.. "Existem m mais mistérios entre o céu e a terra do que sonha nossa vã filosofia."
    Parabéns pela sua resenha. Gostei muito.Beijocas .Betty

    ResponderExcluir
  5. Oi Gaelle. Sinceramente... tanto Maria Cris quanto Pavel são duas gracinhas por quem tenho a maior admiração. Somos duas blogueiras felizes com nossas equipes. É um prazer trabalhar resenhas cercada de amigos.Beijocas

    ResponderExcluir
  6. Oi Luciana.
    Está lindo verdão não est? Eu estava numa semana de doçuras desmaiadas mas não vingou. Voltei para minha essência verdolenga. Não é a toa que sou bióloga... Gosto do mato verde, terra, madeiras, flores, aromas de bosque...
    Obrigada em nome da equipe. São todos maravilhosos e só trazem alegria para o Bighouse.
    Sabe que estranhei Covet na primeira vez... depois fui gostando. SJP tem perfumes ótimos.Adoro Lovely. Também gosto da personalidade fashion e elegante que ela parece ser.Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Eu tb gosto do Covet , aliás é um dos pouquíssimos dessa categoria que gosto mas ele é diferente , especial , acho confortável.

    Linda resenha do Pável!
    Beijos Perfumados!

    ResponderExcluir
  8. Oi Ju. O Pavel tem um nariz sensível dentro da perfumaria e um nível de exigência que leva à ótimas escolhas. Beijocas. Betty

    ResponderExcluir
  9. Cris, querida!

    P/ mim tb foi uma surpresa! Estava a pelo menos 1 semana p/ mandar esta resenha do Covet, e derrepente,temos duas resenhas do queridinho.
    Mas o que mais gostei foi que nossas impressões não se diferiram muito.
    E num todo, o Covet se resume em poucas palavras: confortável e compartilhável.
    Ele pede: "- Dê-me uma segunda chance!"...
    E é isso o que nos faz gostar do perfume, as suas várias facetas e a forma com que se molda em cada um.
    Obrigado pelo carinho Cris!

    Super beijo!

    ResponderExcluir
  10. Gaëlle... que prazer!

    Na verdade, é sempre um prazer recebê-la!
    Mas nossa, fico lisongeado em receber elogios de uma pessoa tão bem informada e entendida da perfumaria internacional como vc!
    Seu blog e suas plumas, tbm sempre me conquistam!
    Obrigado querida!

    B.jos

    ResponderExcluir
  11. Betita...
    Querida, eu quem devo agradecer pelas oportunidades que o Blog me proporciona.
    A perfumaria é algo em comum que temos, mas poder expressá-la desta forma não é todos que podem.
    O Boghouse está ficando cada vez mais interativo, e isto é adorável.
    A quantidade de informações tbm cresce muito, e esse compartilahemtno faz c/ que td fique muito afradável.
    Sou muito feliz por td isso!

    Lucimara,
    Ahhh... menina, obrigado!
    FIco sem jeito assim!
    É muito bom saber que estou agradando o público.
    Td aki é sempre feito com muito carinho. Aliás, não há como falar em perfumaria sem ter algo bom no coração, ainda mais quando é feito p/ os amigos.

    Juju,
    Vc sabe que gosto muito de vc e td oque vc escreve.
    Saibaque da minha pessoa, a reciprocidade sempre será verdadeira!

    Obrigao a todos por dedicarem o seu tempo apreciando o trabalho da Beth!

    B.jokas

    ResponderExcluir
  12. Olá!

    Finalmente adquiri meu Covet. Era um perfume que só pela composição totalmente estranha, despertou interesse para saber, afinal, que cheiro ficaria.

    Adquiri um Coffret por uma bagatela na FX, e quanto ele chegou, olhei, aproveitei o dia friozinho aqui do Rio e resolvi experimentar. Primeiro, uma tímida borrifada no antebraço, caso ele fosse horrivel, insuportável, detestável, enfim, que pudesse lavá-lo.
    Após alguns minutos, pude sentir um aromo de fato esquisito, diferente, mas não desagrádavel. Não sei, mas acho que ele em mim, as notas de cabeça se confundem com as de corpo, pq eu senti um cheiro de chocolate, chá, grama, tudo junto!!!Mas depois de algum tempo, ele foi direto pro Almíscar - Âmbar. E esse DryDown que se forma na minha pele: uma lavanda bem expressiva, banhada pelo almíscar e âmbar. Um aroma bem delicado, suave, gostoso, levemente adocicado, mas muito agradável. Adorei. Depois eu tentarei usá-lo em um dia mais quente pra ver como ele se comporta na minha pele!!!

    Bjus!!!

    ResponderExcluir
  13. Oi querida!Acho o Covet tão confortável no verão, fresquinho, verde, doce sem ser enjoativo, que nunca usei no frio. Aproveito o inverno para gastar os arrasa-quarteirão. Mas vou provar. Eles mudam de cara com temperaturas diferentes. Parece que a evolução das notas fica diferente. pelo menos em espaços de tempo diferentes. Vou experimentar, depois venho contar. beijocas

    ResponderExcluir
  14. Você saberia informar-me se o Covet foi descontinuado?
    Beijos,
    Ludovica.

    ResponderExcluir
  15. Querida, Existem indícios. Ainda encontramos com relativa facilidade, entetanto quando a maioria das lojas ofertam determinada fragrãncia não é bom sinal. Ele não está mais listado no site oficial de SJP. Apenas o SJP NY, Lovely, Dawn, Endless e Twilight.Infelizmente pois é adorável.Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!