Pin It button on image hover

sexta-feira, agosto 21, 2009

Silk Way - Ted Lapidus

Rota da Seda... Seindstrake.Assim nomeou o geógrafo alemão Ferdinand Von Richthofen, no século XIX, o mais importante caminho comercial, cultural e histórico a conectar Oriente e Europa, antes da descoberta dos caminhos marítimos para as Índias.
Nos séculos anteriores à era cristã caravanas percorriam estas vias, em busca do precioso produto chinês, feito a partir da fibra branca dos casulos da mariposa Bombix mon.Marco Polo fez a famosa viagem no século XIII.Romântica, exótica, caleidoscópia, parece perfeitamente espelhada no aroma doce de Silk Way.
Um caminho difícil e sedutor onde o inesperado aguardando atrás de cada curva atraia aventureiros e desbravadores.
Silk Way, coincidentemente, foi apresentado ao mercado no mesmo ano - 2005 - no qual o Departamento do Patrimônio Histórico de Hong Kong sugeria que parte desta rota se tornasse Patrimônio da Humanidade.
Quatro premissas da casa Lapidus estão representadas no conceito criador deste perfume.: Simplicidade, sensualidade, autenticidade e luxo, e sem dúvida, luxo era o mínimo que poderia almejar quem se lançava na fantástica aventura, a procura dos tesouros orientais, que não se restringiam ao precioso tecido.
Especiarias foram tão cobiçadas quando a nobre seda.

Canela, noz-moscada, cravo-da-índia e gengibre alcançando a Europa tornaram-se símbolo de opulência e poder, privilégio dos ricos e influentes.
A fragrância delicada deste floral oriental mescla a luxúria sensual e exótica das especiarias do oriente em característica linear e requintada que sustenta seu encanto em toda evolução.
As notas de frutas do Mediterrâneo, cidra, maçã e pêssego, acentuadas pela canela e cedro conferem uma sofisticação inesperada ao aroma singular.
Este picante não usual destaca-se junto ao acento leitoso da baunilha bourbon, cuja cremosidade lembra a suavidade do leite de coco. Combinação que leva o acorde à suave frescor, quase cintilante, como o brilho e sedosidade que lhe serviu de inspiração.
Especiaria que caminha fiel até o final da viagem olfativa, modificando suas nuances quando flores flutuam sobre a nota abaunilhada e quando se destaca o acorde amadeirado, seco e fresco do cedro.
Mesmo durante as oscilaçoes característica na evolução de um perfume o especiado é constante, como ritmo cadenciado e musical a lembrar a poesia aromática que envolvia tais jornadas às longínquas terras orientais.
Drydown doce não esconde a presença do incenso, constante e suave como se estivesse aguardando a chegada ao seu destino para celebrar, se consumindo em fogo.
Mas esta doce inspiração que se acaba em âmbar e brando almíscar tem vida mais curta que os demais e extremamente persistentes aromas da grife. Não perdura como Ted Lapidus masculino ou como o agreste e primitivo Creation... É mais fugaz, a lembrar um delicioso e aromático devaneio.
Fixação de 6 h à 8 horas.





Família Olfativa: Floral Oriental, 2005
Pirâmide Olfativa:
  • topo - Cidra ou cidreira, maçã, pessego de Vigne
  • Coração - Peônia branca, jasmim sambac, cedro azul, canela do ceilão
  • Base - Incenso, almíscar branco, âmbar, fava tonka, baunilha bourbon.
Vai ao Shopping? Confiras preços e marcas nas boas lojas que abrem suas portas em Perfume Bighouse 

VÌDEO - Danse Indienne, Art, Grace et Maitrise

Veuillez installer Flash Player pour lire la vidéo

Imagens: Polo in Bukara do Le Livre des Merveilles secXV; Especiarias de kaKafofys.multily.com/journal;frasco de silk way -photo Elisabeth Casagrande

4 comentários:

  1. Este perfume eh extremamente interessante e pouco comentado. Eh assinatura olfativa de uma amiga, tenho o prazer de senti-lo frequentemente.

    ResponderExcluir
  2. Oi Luz ! Uma delícia não é? acho que fui injusta quanto a fixação,na realidade ele perdura muitas horas. O que diminui é a sillage, o rastro. depois de umas 5 horas em média ele fecha um pouco sobre a pele, mas continua naquele abaunilhado picante. Parece que o coração da fragrância perdura junto a base diminuindo apenas a intensidade.
    É um perfume intrigante. E o doce leitoso da baunilha,lembrando coconut, continua com um tempero delicioso.
    Tenho a impressão que carrega fava tonka também apesar de não ser denunciado na pirâmide.Beijocas florzinha.

    ResponderExcluir
  3. Beth , sempre tive curiosidade quanto a esse perfume mas nunca consegui prová-lo.
    Ele é pouco comentado mesmo e depois de ver seu review fiquei mais curiosa ainda rsrs

    Beijocas!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Juliana. O Silk Way é um amor antigo e injustamente desvalorizado pelo público em geral.Talvez desconhecido, seja um termo mais adequado.
    É muito agradável para quem gosta daquele docinho de baunilha e fava tonka que tem um leve tom de coconut. Também para especiarias que caem para o lado das anisadas. A canela e o incenso, na minha percepção, são bastante suaves.
    Eu gosto. Procure experimentar.Beijocas

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!