Pin It button on image hover

domingo, julho 26, 2009

Mystere eau de parfum - Rochas


" Por mim eu sei que há confidências ternas,
um poema saudoso angustiado,
se uma rosa de há muito emurchecida,
rola acaso de um livro abandonado.
O espírito talvez dos tempos idos
desperta ali como invisível lume...
E o poeta suspirando:
- Bem me lembro... era este o seu perfume!"
Falava de amor o poeta Antonio Castro Alves, embora quem leia possa interpretar com o que lhe vem à alma.
Falava de saudades, de amores vividos ao longo do tempo. Talvez de primeiros amores.
Quantos há ! Todos inesquecíveis.

Um destes primeiros amores chegou após a adolescência, signature parfum como ainda não havia acontecido.
Minha predileção era inconstante e passageira, imatura, quando, no início dos anos 80, entrei numa perfumaria fina e encontrei um lançamento da casa Rochas.
Existe química com objetos ? Isto pode ser racionalizado?
A atração foi irresistível, pois encantei-me com aquele frasco retangular de tampa oblonga desproporcional, deselegante e simultaneamente bela, encerrado numa caixa vermelha e clássica, evocando paixões.
A fragrância ?
Como explicar Mystere se nunca consegui compreendê-lo... Apenas soube que era meu assim que acariciou a pele.
Complemento perfeito, último, e imprescindível como afirmava Chanel.
Sensual e intensamente feminino com seus acordes exóticos, resinosos aveludados e secos, fugindo dos padrões florais, aromáticos leves e almiscarados, que eram tão frequentes no meu círculo de referências.

Conquistou-me desde as primeiras notas, onde o cortante e cotidiano cítrico perdia espaço para um inusitado gálbano, temperado por coentro e pela rara cascarila.
Quente e singular, envolvia com o que sempre me pareceu cheiro de boneca nova ao sair da caixa.
Iniciava lúdico e provocante.
Premissa de resinas e madeiras abria-se num bouquet discreto porém exótico.Ylang ylang e rosas personalizadas pelo apimentado cravo, pelo frescor de lírios e violetas, contribuíam com uma disfarçada doçura.
Contudo flores não eram a atração principal!
O sofisticado coração de Mystere estava nas gum resinas, na cascarila e madeiras que traziam a maciez de couro, curtido com ervas de uma natureza sombreada, obscura e instrigante.
Raízes aromáticas como a de íris, vetiver, folhas de patchuli e artemísia, benjoim, mirra doce e musgos executavam uma partitura complexa, rica e animalic.
Sillage e fixação poderosas, não raro persistia de um banho para outro, e sob vapores quentes se desprendia da pele revelando novamente seu poder e encantamento.
Como explicar esta magia de uma fragrância que interage com o corpo e o espírito?

Que saudades de Mystere... do último e verdadeiro frasco, pois recentemente consegui uma pequena fração do que dizem ter sido uma edição ligeiramente modificada, ou falsificada.
Um toque mais doce e floral, menos terroso e animalic, menos enfeitiçante.
Certamente aquele cálido e sedutor aroma não é possível atualmente, devido à falta de matéria prima, cuja extração não é permitida ou está restrita.
Um pequeno e incontestável sacrifício pelo bem estar das espécies.
Belos perfumes se foram. Outros seguirão o mesmo caminho. Seja pela falta de sucesso comercial ou ausência de componentes.

Alguns ficarão em nossas memórias de forma definitiva, como Mystere, que continuará indecifrável e insubstituível.
Somente a recordação enigmática, diluída e etérea permanecerá, provocando uma vaga nostalgia, até não sobrar mais nenhuma gota.
Uma bela melodia a pairar no ar.
Afinal, como dizia Marcel Rochas - " O perfume é a música dos corpos"

Similaridades
Durante anos procurei fragrância que fosse parecida com o descontinuado Mystere. Nunca encontrei uma que preenchesse a maioria das suas características. Entretanto há um parentesco olfativo com Balmain de Balmain e com o nacional Água de Verão Damas de Companhia da Terra.  Comentários citam Magie Noire de Lancome ( há boa distância) e Parure Guerlain (não experimentado).



Família Olfativa: Sharp Oriental (chypre couro), 1978
Perfumista: Nicolas Mamounas
Frasco: Robert Grai, Serge Mansau
Rastro: Intenso
Fixação: Excelente
Pirâmide Olfativa: Em torno de 200 substâncias constituintes
  • Topo - Gálbano, coentro, cascarilla, jacinto, madressilva
  • Corpo - Rosa da Bulgária, ylang ylang,violeta, narciso, jasmim, tuberosa ou angélica, lírio, cravo, alecrim, íris, magnólia
  • Base - Cipreste, madeira de cedro, sempre-viva, almíscar, civeta, patchuli, stirax (benjoim, musgo de carvalho, gum resinas.

Comentário V.I.P.

EU GOSTO
Falar sobre Mystere, para mim, supera a descrição do evoluir do seu aroma.
Está muito além de ser apenas uma fragrância de preferência e acredito ser impossível descrevê-lo desapaixonadamente.
Sua lembrança é cercada de carinho e certa melancolia, pois ele foi o preferido da minha mãe por muitos anos, até sua venda ser interrompida por aqui.
Foi com grata surpresa que me deparei com um, durante uma viagem.
Claro, não tive dúvidas! Arrematei dois frascos.
Assim, como várias fragrâncias que marcaram a década de 70, Mystere debulha-se em sândalo, patchuli e carvalho, temperado com notas resinosas e especiarias.
As florais que se pronunciam são discretas, pitadas a atenuar uma presumida agressividade.
É um perfume capaz de sintetizar a determinação, sensualidade, sofisticação e diligência de uma mulher que nasceu pronta para enfrentar todos os desafios, de correr com os lobos, atingindo o ápice de suas qualidades, quer carregue o frescor dos primeiros anos ou a intensidade das vivências acumuladas na maturidade.
A melhor imagem que representa tudo o que esta obra-prima guarda em seu interior é o instante que antecede o ataque de uma grande felina, onde ela, expectante, aguarda silenciosa qualquer vacilo de sua presa, sem perder o porte ou encanto.
Para mim este é o grande mistério de Mystere. Aline

MAISON ROCHAS - NICHOLAS MAMOUNAS
A história deste perfumista está entrelaçada com a da casa Rochas .
Marcel Rochas designer de modas e sua esposa Helene, iniciaram uma linha de perfumes que complementava as criações de moda.
Fragrâncias exclusivas como Air Jeune, Audace e Avenue Matignon eram vendidas com exclusividade no atelier.
Em 1944, o primeiro grande sucesso - Femme - criação do notável Edmond Roudnitska, era envasado num frasco Lalique, inspirado na voluptuosidade da silhueta de Mae West cliente fiel do modista.
Listas de espera indicavam as clientes que conseguiriam um frasco do cobiçado perfume, durante o período crítico do pós-guerra.
Com seu falecimento em 1954, Helene Rochas tomou a frente dos negócios desenvolvendo as linhas de perfumaria e cosméticos.
Surgiu o segundo sucesso - Madame Rochas, do perfumista Guy Robert. Segundo Helene Rochas era perfume ideal para Jaqueline Kennedy,futura primeira dama, em campanha presidencial do marido.
A senhora Rochas, após conquistar o jet set internacional pelos hábitos requintados e elegância, vendeu a marca para uma empresa francesa, por 40 milhões de dólares.
Antes disto legou outro grande sucesso. Das mãos de Nicholas Mamounas saiu EAu de Rochas - 1970, um clássico que perdura até hoje.
Seguiram-se Mystere em 1978, Macassar em 1980, Byzance 1987, Globe 1991, e Eau de Rochas Homme 1993.
A célebre dama em 1982 voltou a marca como consultora de imagem.
Atualmente o nez Rochas é Jean-Michel Duriez com uma bagagem de criações para Jean Patou, Gucci, Dolce & Gabbana e Hugo Boss.
Grandes perfumes marcaram o crescimento da maison, frutos de longas pesquisas a perdurar anos. Trabalho minucioso onde a batuta do nez regia a execução e determinava uma fragrância inovadora.
Outros tempos onde o único excesso era a qualidade.
Nada comparável às hipérboles atuais, como cita o conceituado perfumista Michel Roudnitska em recente entrevista. onde discorre sobre os exageros em abundantes e frequentes similares, nas várias edições especiais de um sucesso, nas inúmeras restrições aos produtos naturais que a longo prazo resultarão no seu desaparecimento, pela falta do incentivo em cultivo e produção.
Concordamos em gênero e espécie.

PERFUMES ROCHAS
Avenue Matignon -1936
Audace - 1936
Femme - 1945
Mousseline - 1948
Eau de Verveine- 1948
Moustache - 1948
Mouche - 1949
La Rose de Rochas - 1960
Madame Rochas -1960 (2013)
Monsieur Rochas - 1969
Eau de Rochas - 1970
Mystere - 1978
Macassar - 1980
lumiere - 1980
Lumiere original - 1984
Byzance - 1987
Globe - 1991
Eau de Rochas homme - 1993
Tocade - 1994 (2013)
Byzantine - 1995
Fleur d'Eau - 1996
Tocadilly - 1997
Rochas Man - 1999
Aquaman - 2001
Aquawoman - 2002
Absolu - 2002
Lui Rochas - 2003
Poupee - 2004
Absolu Intense Simply Red - 2004
Reflets Eau de Rochas -  2006
Reflets d"Eau de Rochas Pour Homme - 2006
Desir Pour Femme - 2007
Desir Pour Homme - 2007
Rochas Soleil - 2008
Eau Sensuelle - 2009
Eau de Rochas Fraiche - 2010
Muse de Rochas - 2011
Les Cascades de Rochas - Eclat d'Agrumes - 2012
Les Cascates de rochas Songe d"Iris- 2013
Secret de Rochas - 2014
Secret de Rochas Oud Mystere - 2014
Eau de Rochas Limited Editions 2014

14 comentários:

  1. Gostaria de saber se ainda existe o mystere de rochas, e onde encontrar esta obra prima da perfumaria mundial?

    ResponderExcluir
  2. Oi Gilmar. Infelizmente não é mais fabricado, embora você ainda possa encontrar. Geralmente frascos usados, vintage, em ofertas do mercado livre internacional. Tem que vasculhar pois os preços destes perfumes descontinuados tendem a subir a medida que vão rareando.Acho um abuso mas é a lei da oferta e procura, quando a balança desequilibra... Boa Sorte,. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  3. Que lindo que escreveu sobre o perfume Mystere by Rochas, fiquei emocionada, pq esse perfume tb fez parte da minha vida. Procurei muito para comprá-lo nova/e, mas até agora não achei.Abraço. Ilza

    ResponderExcluir
  4. Oi Ilda. Que bom flor, são poucas pessoas que usaram Mystere. Não foi um grande sucesso de público. É um perfume diferente, foge dos padrões açucarados, preferência da maioria.
    Realmente é bem difícil mas você poderá achar um ou outro frasco no ebay. Estão caros porque são raros.Tomara que voc~e consiga um. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  5. Magnífico! Parabéns!!!! Concordo com tudo que você postou sobre Mystere, também usei muito e ele me era como uma pele natural, sem ele eu não era completa. E hoje, choro por não poder mais tê-lo comigo. Caso alguém ache, divulgue porque anos e mais anos procuro. Abraços carinhosos. Regina Célia Cruz

    ResponderExcluir
  6. Oi Elisabeth!
    Qual fragância, atualmente, lembra Mystere?
    bjks
    Regina Célia Cruz

    ResponderExcluir
  7. Oi Regina.
    É engraçado como Mystere foi marcante para quem experimentou. As poucas pessoas que conheci na rede e usaram são fãs.
    Lembro que numa visita acadêmica à Givaudan (década de 80) onde fomos ciceroneados por um químico françês que nos levou para uma sala museu repleta de perfumes. Dezenas. Vi o Mystere e como ele estava dissertando sobre a composição de vários perguntei. Recebi uma resposta evasiva de que era mistura bastante complexa. Fiquei com o mistério.... Beijocas

    ResponderExcluir
  8. Flor, procurei muito e experimentei quase tudo que foi indicado em sites e por conhecedores. Nunca achei um que tivesse semelhança de evolução, apenas acordes isolados ou um estilo próximo.
    O que posso dizer é que gostei de Madame Jolie , apesar deevoluir bem distante, Apreciei Fendi Donna que também não tem o mesmo acorde de couro resinoso. La Perla Privè... Experimentei Cuba, Watt Mauve, Kouros... Um tem as motas florais, outro a nota animalic, nenhum completo.
    Pierre Balmain de Balmain foi o que mais se aproximou, porém no final da evolução, no drydown.
    Dos perfumes da casa Rochas acho que Byzance é primo bem distante.
    Igual à Mystere nãoacho. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  9. Recentemente consegui um frasco de Eau de Parfum Intense- veja a resenha. Esta forma nunca foi vendida no Brasil. Parece muito com o Mystere original.Praticamente igual, mas a fixação não é aquela excelente que havia. Recordo perfeitamente de colocar o perfume para sair a noite, e no dia seguinte ao acordar depois da balada, no começo da tarde, ainda estar perfumada e desprender Mystere durante o banho.Com o Intense não percebi uma fixação tão prolongada. Deve ser a composição alterada nos últimos anos. Talvez alguma restrição legal a determinada matéria prima. Conheci quem tivesse alergia ao Mysrere e os órgãos de fiscalização e controle sanitário são muito rigorosos com os componentes de perfumaria.Beijocas

    ResponderExcluir
  10. Sinto Raissa , mas nãoposso endossar este tipo de oferta no blog. Creio que você deve fazer um cadastro no Mercado Livre e colocar sua intenção comercial num anúncio. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir
  11. Oi Elizabeth, postei um comentário, não sei se vc viu, encontrei miniaturas do Mystere no site Parfumflacons.com! bjos Daniela.

    ResponderExcluir
  12. Olá ELisabeth,tudo bem? comprei por um site de relacionamentos de trocas de perfumes usados o Mystere. Tive interesse no perfume após ler suas resenhas sobre perfumes, mas acabei não me acostumando com a fragrância.
    Se você tiver interesse estou revendendo pelo preço que paguei, 40 reais.
    Ele está na caixa original. Ele é Eau de Parfum de 50 ml, mas restam aproximadamente 30 mls. Tenho as fotos dele, se você tiver interesse.
    Muito obrigada, e uma semana abençoada. Fique com Deus
    meu email é maparecidahomannvieira@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Mª Aparecida. Que pena que você não gostou, mas é assim mesmo. Os gostos divergem muito na perfumaria. Entrarei em contato assim que for possível. Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!