Pin It button on image hover

quarta-feira, julho 29, 2009

Colonia eau de toilette - Acqua di Parma

Em 1916 o mundo vivia a Última Guerra Feudal ou Primeira Guerra Mundial, fundos da premiação Nobel eram relocados, filmava-se Vinte Mil Léguas Submarinas, e dançava-se o tango La Cumparsita.
A vida seguia seu curso a despeito dos desacertos do homem. Não é possível sufocar o impulso criativo nem a busca pelo desconhecido.
Próximo à Parma, um pequeno laboratório de perfumes criava uma colônia que seria sucesso durante décadas: Colonia Acqua di Parma.
Criada para perfumar lenços dos homens elegantes, alcançou a maior popularidade nos anos 30 e 40, caindo no agrado de astros famosos como Cary Grant, AvaGardner e Audrey Herpburn.
Relançada em 1990, pela iniciativa de 3 empresários italianos - Tod's SPA, Ferrari e La Perla - conserva a mesma composição original, fabricada segundo os métodos de tradição.
Em oposição à perfumaria alemã, mais densa e pesada, o aroma suavizado de Colonia foi bem recebido na época, como inovação que era.
A saída vigorosa dos cítricos sicilianos antecede o frescor aromático da lavanda inglesa e a doçura refinada de rosa búlgara, que conferem uma delicadeza ímpar.
Este coração apaixonante é amparado pelas madeiras preciosas da base onde se destacam o cedro, musgo de carvalho, sândalo.
Toda a trajetória emana um aroma especiado atrativo e cálido, como se ínfimas porções de cravo estivessem mescladas às madeiras.
Fragrância atemporal que sobreviverá aos eventuais modismos da perfumaria como um clássico sofisticado, límpido e reconhecível.
A marca Acqua di Parma que atravessando uma transitória perda de popularidade, retomou seu prumo diversificando os produtos, criou linhas de aromaterapia, banho, tratamento e acessórios luxuosos, no mesmo padrão de elegância e refinamento, no tradicional e clássico visual dos frascos e embalagens.
Estes recursos oferecidos em spas e hotéis de luxo determinam um estilo, um padrão de costumes cuja tônica é a opulência.
Atualmente sob a gerência de Louis Vuitton Moet Hennessy (LVMH) inúmeros sucessos estão reeditados e surgem novas fragrâncias.
Na perfumaria nacional, Acqua fresca do Boticário, um dos primeiros cítricos aromáticos da marca, tem uma composição similar e um aroma igualmente refrescante.

Fotos: Frasco de Colonia Acqua di Parma de Jesse Yardley; Echantillon Acqua di Parma.

Família Olfativa: Hespéride aromática,1990 (1916)
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Tangerina, limão, laranja
  • Coração - Rosa, lavanda
  • Base - Musgo de carvalho, cedro, sândalo
Vai ao Shopping? Confiras preços e marcas nas boas lojas que abrem suas portas em Perfume Bighouse 

Arte Irmã na música...
VÍDEO: La Cumparsita do Filme TANGO de Carlos Saura


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!