Pin It button on image hover

quarta-feira, junho 24, 2009

Coco - Gabrielle Chanel e Perfumes


" No elegance is possible without perfume. It is unseen, unforgettable, ultimate acessory" Coco Chanel
E assim dizia Coco Chanel...
Evoluiu de menina pobre criada em asilos para um dos maiores expoentes da moda.
Criou um estilo eterno, reflexo da sua personalidade marcante e de vanguarda.



Assim dizia Gabrielle Bonheur Chanel:
" - Não é possível elegância sem perfume. Ele é o acessório final, invisível e inesquecível"
Marinho, bege e cinza eram suas cores preferidas. Pérolas e camélias faziam parte do seu estilo único e inconfundível.
Beige eau de parfum é lançamento 2009.
Um perfume de flores brancas, mel e pimenta na criação de Jacques Polge para les Exclusifs de Chanel.



" El perfume es una dimensión interior de la femineidad que, sobre todo, expresa de una manera particular aquello que no se podría decir de otro modo"
Coco Chanel vestiu várias atrizes famosas, como Romy Schnneider e Jeanne Moreau, encantando com seus tailleurs a ex - primeira dama Jackie kennedy.
Chanel nº5 foi seu primeiro sucesso na perfumaria. O precursor dos aldeídicos marcou uma época e uma família de perfumes. Este blended fascinante de rosas e jasmim de Grasse foi denominado número 5 para dar sorte e lançado em 15 de maio de 1921. Conceito de madame Chanel materializado por Ernest Beaux.



"- O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça"
Com ajuda do grande amor da sua vida - Artur Boyle, Chanel iniciou seus negócios abrindo uma loja de chapéus, que vincada pelo seu gênio criativo, rapidamente prosperou. Desta forma ingressava na alta sociedade parisiense.
Entre 1922 e 1926 lançou Chanel 22, Gardénia, Bois de Iles, Cuir de Russie .
Chanel 19 , de 1970, ainda comercializado, nunca alcançou o mesmo sucesso de Chanel 5. Floral verde, criado por Henri Robert apresenta a elegância agreste do gálbano iraniano, neroli, rosas de Grasse, íris de Florença e madeira de cedro da Virginia.


"- Sou contra uma moda que não dure. É o meu lado masculino. Não consigo imaginar que se jogue uma roupa fora, só porque é primavera."
No pós guerra Chanel consagrou novo ícone fashion: o tailleur de tweed que virou coqueluche entre as mulheres.
Jaqueline kennedy usava um quando John F. kennedy foi assassinado em Dallas.
Poluarizou o uso de calças compridas pelas mulheres.
Com a parceria de Henry Robert, o novo nez da maison a partir de 54, criou Pour Monsieur , seu primeiro perfume masculino, que foi reformulado em 1988 por Jacques Polge.
As notas contundentes demonstram uma saída cítrica baseada no limão, petitgrain e neroli, enquanto o coração está centrado no cardamomo e a base em madeiras de cedro, musgo de carvalho e vetiver .


"- Não entendo como uma mulher pode sair de casa sem se arrumar um pouco-mesmo que por delicadeza. Depois, nunca se sabe, talvez seja o dia em que ela terá um encontro com o destino. E, é melhor estar tão bonita quanto for possível para o destino.
Dona de um espírito indomável e arrojado teve muitos amores com homens da alta sociedade européia e astros de cinema.
Delgada, mignon, e destituída do padrão voluptuoso da época, era inesperadamente sedutora.
Conta-se que um dos pretendentes foi o Duque de Westminster, por ela recusado, dizendo que duquesas de Westminster havia muitas e Chanel uma só.
Chance, lançamento de 2003 , é um perfume conceituado na sorte, na expectativa.
Seu aroma pretende ser fresco e sensual com notas de jacinto, almíscar branco, âmbar e patchuli


"- Quantos cuidados uma pessoa precisa tomar quando decide não ser algo mas sim alguém"
A infância pobre e sofrida deixou marcas profundas em Madame Gabrielle Chanel.
Nasceu dentro de um hospício, cresceu na penúria com mais 4 irmãos e perdeu a mãe, vítima de tuberculose, quando tinha 12 anos.
Seu pai confiou sua guarda à tias em um orfanato.
Afirmava que durante sua infância ansiava por ser amada e que sua salvação foi o orgulho.
No começo da sua carreira tentou a sorte como dançarina e cantora de cabaret, na tentativa de conseguir dinheiro para realizar o sonho de ser modista.
Obstinada, apesar das dificuldades enfrentadas, chegou ao ápice como uma das maiores revelações mundiais da haute couture.
Egoiste, amadeirado e especiado, criado em 1990, visa a camada masculina de homens fortes e determinados, destinados ao sucesso. Homens que detém paixão pela vida.
Seus acordes envolvem notas de pau-rosa, coentro, rosa, cravo,canela, sÂndalo, baunilha e âmbar.



"- Onde uma mulher deve usar perfume? perguntou-me uma moça. - Onde ela quiser ser beijada, eu respondi"
Romântica, Gabrielle Chanel sofreu após o fim do seu romance com Boyle, dono de grande fortuna, que optou por um casamento de conveniência.
Mas, futuramente conheceu e apaixonou-se por um príncipe russo, e durante a segunda guerra teve um envolvimento romântico com oficial alemão.
Desvinculada de dogmas, dona de espírito livre, dedicou ao designer de moda a mesma paixão com que enfrentava a vida.
Seus conjuntos com debruns contrastantes, sapatos bicolores, bijouterias em pérolas e strass, bolsas matelassê com correntes douradas causaram frisson. Estabeleu-se o estilo.
Coco Mademoiselle, lançado em 2001, poderia ser um representante peculiar desta geração de mulheres do pós guerra, ávidas por elegância, beleza e glamour revestido de praticidade.



"- A moda não é algo apenas presente nas roupas. A moda está no céu, nas ruas, a moda tem a ver com idéias, a forma como vivemos, o que está acontecendo."
Revolucionou a moda dos anos 20 com seus trajes de linhas retas, distintas e confortáveis . Seus desenhos eram de roupas para durar, pois afirmava que :"Tudo que é moda passa de moda". Tencionava criar um estilo que perdurasse.
Nos anos 30 foi contratada pelo magnata de Holywood- Samuel Goldwin, para vestir as grandes musas do cinema, como Katherine Hepburn, Grace Kelly, Elizabeth Taylor e Gloria Swanson.
Allure oriental floral de 1996 apresenta acorde floral embalado por madeiras e baunilha. Poderia ser o perfume de doces divas, envoltas em elegante sensualidade, como Grace Kelly ou Gloria Swanson.



"- Já que tudo está na nossa cabeça. é melhor a gente não perdê-la."

Mademoiselle Gabrielle Chanel, apesar de ter sido enfermeira na Primeira Guerra Mundial, devido ao seu envolvimento amoroso com oficial alemão na Segunda Guerra, foi relegada ao ostracismo, e enfrentou acusações de colaboracionismo com o inimigo.
Persistente e combativa viveu na Suiça durante alguns anos até superar esta situação, o que ocorreu com sua entrada e sucesso, no mercado americano da moda.
Antaeus, chypre amadeirado dos anos 80, foi inspirado na virilidade e poder masculino. Seu nome vem do deus grego filho de Poison e Gaia ( mãe Terra) que lhe conferia força quando estava com os pés no chão. Derrotado por Hércules que descobriu sua fraqueza, e supendeu-o no ar durante uma luta.
O perfume foi concebido para aqueles que sabem combinar a força dos deuses com a poesia dos homens .

"- Inovação! Não se pode ser inovador para sempre. Eu quero criar clássicos."
Fê-lo com maestria. Introduziu o uso de calças compridas para mulheres, criou o conceito do pretinho básico, transformou bijouterias em acessórios elegantes e requintados
Requintadas bolsas matelassê com correntes douradas ainda são ícones fashion.
Na perfumaria seu inovador Chanel 5, nascido do desejo de um floral intenso, simplesmente definiu uma família olfativa: Aldeídos.
Talvez Coco seja o perfume que bem representa sua personalidade. Oriental especiado tentou capturar a atmosfera barroca a envolvê-la com a decoração impressiva e exótica do seu apartamento na rua Cambon em Paris .
Saída floral frutal vibrante cede lugar ao bouquet de rosas e jasmim, apimentado pelo cravo e resina cascarila. Âmbar, baunilha e madeira de sândalo embalam a base nesta criação Jacques Polge de 1984.




VÍDEO: Coco Chanel parle de l'élégance- youtube


Imagens: Coco Chanel - domínio público; Vestido Chanel coleção 2007 -editorial Vogue junho 2007; Publicidade Chanel de couleurparfum; Maison Chanel na praça Vendome em Paris por Eric Pouhier; Publicidade de Pour Monsieur- 1989 de images de parfum; Keira knigthelly- face Chanel em 2007 de smh.com.au; Publicidades de Coco-1984 /Egoiste, Antaeus/Chance/Allure de couleurparfum.Foto de Coco Chanel - Acervo de Dâmaris OBS

6 comentários:

  1. Ela é eternamente chique, elegante e uma grande inspiração. Quero muito ver o filme ! Depois deixo aqui o link de um blog sobre as jóias criadas por ela. E na perfumaria Chanel nr. 5 e Allure pra mim são duas obras de arte.
    Beijokas corridas rsrsrs

    ResponderExcluir
  2. Oi Melissa. Concordo com voce. Chanel é incrível! Adoro perfumes mas acho que bijouterias também posso chamar de paixão.Coco chanel fez maravilhas pela elegância feminina com suas bijoux de pérolas e strass.Pura fascinação.
    A perfumaria é incrível. Nº 5 é o clássico dos clássicos, porém o meu preferido é Coco Mademoiselle edp.
    Por favor deixe o link.
    E, parabéns pelo seu blog! Chiquérrimo, com peças fabulosas. Adorei. Beijocas flor. Betty

    ResponderExcluir
  3. Beth..... que encanto!!!! Meu Deus, que texto maravilhoso!!
    Se eu já gostava de e da Chanel, agora quero tooodoooos! Hhahahahha
    Que primor Beth!
    Você poetizou a elegância como ninguém!
    Mil beijos e adoro o blog!

    ResponderExcluir
  4. Oi florzinha.Muito obrigada! Chanel é um clássico da perfumaria e designer fashion! Eu adoro. principalmente o N° 5 e Coco Mademoiselle.Para mim são sínteses de elegãncia e feminilidade.
    Sei que voce também aprecia e penso que cai muito bem com seu estilo e personalidade.
    Como são vários imperdíveis, pretendo fazer uma série entre clássicos e lançamentos. Masculinos também, pois são fantásticos. Beijocas Betty

    ResponderExcluir
  5. Beth, me encantei por sua resenha e o breve histórico deste emblema que foi e é Coco Chanel. Sinceros parabéns pelo texto! Já usei muito Egoiste e tenho Antaeus, que aprecio muito, embora tenha me decepcionado com Bleu e Allure... (preferências olfativas, fazer o quê..). Recentemente, em freeshop de Santiago, experimentei na pele Coco Chanel e Coco Noir e me encantei com ambos, que se traduzem em uma palavra: sofisticação. Me arrependi até não querer mais em não tê-los adquirido pois, a princípio, para mim todo perfume é compartilhável, como vc me disse certa vez a respeito de Alien, que uso demais: "Quem faz o perfume somos nós", hehe.....Bjos e parabéns, curto demais seu blog.
    Ubiratan.

    ResponderExcluir
  6. Como não gostar de Chanel não é?
    Sâo perfumes maravilhosos mesmo quando a fragrância não "casa" com nossa pele ou estilo olfativo. Coco Chanel é precioso, pena que vc não comprou... Beijocas de Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!