Pin It button on image hover

quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Kenzo Amour Le Parfum - Kenzo


Mal volatilizam as primeiras notas e se reconhece o genoma Kenzo no doce aromático que reaviva nossa memória desta perfumaria. Parece com todos e com nenhum.Único!
Intenso sem atordoar como poderíamos esperar de eau de parfum Kenzo.  Doçura de baunilha soma-se ao aroma de jasmim manga ou frangipani evidenciando combinação delicada e exótica.  Uma não sufoca a outra coexistindo em harmonia.
Liberados os acordes de saída surge especiaria picante remetendo à canela. Fresca, deliciosa e fugidia canela. Tão rápida chegou e se vai. Ficamos a imaginar se era real ou brincadeira da imaginação.
Rapidamente surgem traços de benjoim, incenso e patchuli, envoltos em nota de âmbar que transmitindo sensação de aconchego e sensualidade. As vezes entrevemos o seco raspar de madeiras afirmando que existe força submersa na suavidade cremosa que aflora do princípio ao fim.
Parece capturar a ondulação das hastes de um campo de arroz, o vento trazendo vapores, odores do cozimento.
Este perfume aprisiona um oriente longínquo onde a magia e o mistério incitam a imaginação. Descobri-me a imaginar sua cor. Sem dúvida roubaria o colorido dos frutos desta terra, das especiarias. poderia se tingir de suculento e luminoso amarelo damasco, do vibrante marrom alaranjado da páprica doce.
Seria o sol encontrando a noite?
Teria perfumado uma odalisca mil anos atrás, arrebatada nas areias do deserto por nômade guerreiro? Com ele galoparia até o mar distante para ver as praias banhadas em argênteo luar?  Talvez vestida de sedas adamascadas, os artísticos relevos seduzindo o olhar, perfumada para o amor...
O que um Kenzo não faz! Provoca devaneios.
Esta composição aromática faz parte de uma coleção inspirada em viagens, e que começou no tradicional Kenzo Amour.  Evidencia sua natureza oriental no belíssimo e sinuoso frasco, voluptuoso e feminino.
Foi comparado com Burberry Britt Gold e apesar de concordar com alguma semelhança percebo aqui maior sofisticação e riqueza evolutiva.  

Família Olfativa: Oriental, 2006
Gênero: Feminino  
Perfumista: Daphne Bugey e Olivier Cresp  
Rastro: Intenso  
Fixação: Ótima  
Pirâmide Olfativa:
  • Topo - Flor de Jasmim manga ou frangipani 
  • Coração - Incenso e madeiras 
  • Base- Patchuli, baunilha, benjoim, âmbar
Comentário V.I.P. - Contribuição de leitores

Gosto
- Falar do porquê amo, ou não, é falar de mim, é descrever minha história. Não é diferente do vínculo com um perfume. Sentir o Le Parfum- uma paixão perfumística a primeira vista ( sim o frasco convidou-me a sentir o que ele armazenava) e, imediatamente a seguir à primeira inspirada - é lembrar do aconchego das comemorações entre familiares e amigos. Daqueles encontros , os quais naõ queremos que acabem jamais. E, lá, em meio as notas adocicadas e festivas , vez por outra as incensadas bailam conduzindo-me para ares orientais. Bailam sim, pois vem e vão, perfeitamente coerentes com a noção de ser um perfume festivamente amoroso. Dâmaris O.B.S.

 Desgosto
- Não agradou-me kenzo Amour Le Parfum. Além de ser muito diferente do tradicional pareceu-me uma fragrância agressiva, com um aromático forte, que lembra cheiro de remédio. Tão intenso que provocou-me enjoo. Talvez ele tenha semelhança com Brit Gold, mas na minha opinião este é muuuito melhor. O aroma de Britt é mais usável e aconchegante, menos conceitual. Senti em Le Parfum um perfume agressivo. Louise

Arte irmã na poesia...

"O valor das coisas não esta no tempo em que elas duram,/ mas na intensidade com que acontecem. / Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

Imagem: Foto gentilmente cedida para Perfume Bighouse por Dâmaris O.B.S.

4 comentários:

  1. Que bela descrição de um perfume cujo frasco remete ao por-do-sol no Oriente. Me induziu a querer experimentar toda essa sensação de conforto e alegrar meu olfato. Quero um sem mesmo conhecer e sinto que não me arrependerei. Parabéns meninas!

    ResponderExcluir
  2. O frasco é de uma beleza enorme.. tanto na materia, na cor e nas formas...!
    A excêntricidade e a a beleza peculiar e idiossincrática está em tudo na linha de Kenzo!
    ^^

    ResponderExcluir
  3. Adorei esseja havia usado o kenzo amour e quando sentir o le parfum tb amei e algo nele me remeteu ao gosto ou cheiro do propolis...não sei; me pergunto se corresponderia ao benjoim???
    Tb adorei a descrição q vc fez, realmente combinam com o perfume. Parabens Elizabeth

    ResponderExcluir
  4. Oi Samia.
    Uso muito própolis em casa. Spray para garganta, gotas para resfriados, irritações do Aparelho Respiratório Superior, e até pomada que é ótima contra micoses e pequenas afecçoes de pele. Mas não sinto o cheiro nos perfumes. Algumas pessoas já disseram sentir. Existe um aromático resinoso que alguns identificam como " medicinal" que resulta da mistura das "gum resins"com tipos de madeiras, patchuli ou vetiver.Pode ser o benjoin, mas não puro, pois ele tem uma característica aromática mais enfumaçada (incenso), não o cheiro agudo da própolis.
    Muito difícil chegar à público os segredos de formulação das grifes, mas sinto este amadeirado aromático em vários Kenzo. E muitos usam o acento de madeira massoia. Talvez. É um aroma meio canforado. Porém não está na pirâmide oficial relatada pelo fabricamte. O que não quer dizer nada...kkk Eles só revelam o óbvio. Beijocas Elisabeth

    ResponderExcluir

Apreciarei sua opinião ou sugestão e tentarei responder as suas dúvidas!